Sócrates diz que direita o quis impedir de se candidatar à Presidência

José Coelho / Lusa

O ex-primeiro-ministro português assegurou, esta quarta-feira, que o processo judicial em que está implicado por corrupção responde a uma campanha da direita para evitar que apresentasse a sua candidatura à Presidência de Portugal.

“O objetivo foi impedir que me candidatasse a Presidente da República“, segundo José Sócrates, que precisou que o Ministério Público foi instrumentalizado para “um objetivo político”.

Num encontro com correspondentes estrangeiros em Lisboa, o ex-primeiro-ministro lembrou que o processo judicial começou há quatro anos, quando “a direita política estava convencida de que me ia candidatar” à Presidência, incidiu.

Então, o que se fez foi procurar “uma forma de criminalizar o Governo anterior”, de pôr em marcha o que parece ser “uma gigantesca investigação a um Governo legítimo da República portuguesa”.

Não pensava candidatar-me, eles é que o pensavam, a direita”, esclareceu, antes de acrescentar que sempre achou que o seu correligionário, agora secretário-geral da ONU, António Guterres, iria ser candidato.

Segundo o ex-primeiro-ministro, que passou quase dez meses em prisão preventiva por este caso, no qual ainda não se apresentou uma acusação formal, quando se introduz alguém na prisão “sem provas, factos ou indícios”, pode-se dizer que há suspeitas que se está a manipular a justiça com um “objetivo político”.

“Para que alguém se possa defender, primeiro é preciso conhecer a acusação”, defende Sócrates, que denunciou que o que está a acontecer não acontece em nenhum país democrático.

Sócrates assegurou que continua a ter os mesmos amigos e que não se sente só. “Sinto-me acompanhado pelos militantes do Partido Socialista“, disse, antes de qualificar de “irrelevante” o que a direção do partido possa pensar.

O antigo chefe de Governo mostrou-se convencido que a Procuradoria “está presa no embuste que criou” e revelou que, uma vez que tiver esgotado as vias internas, irá recorrer a tribunais internacionais.

Quatro anos depois da abertura do caso e mais de dois anos e meio após a sua detenção, a Procuradoria ainda não emitiu nenhuma acusação formal e adiou em várias ocasiões a conclusão da investigação.

Sócrates foi detido em novembro de 2014 no aeroporto de Lisboa por suspeitas de corrupção, branqueamento de capitais e fraude.

As fugas de informação à imprensa apontavam que Sócrates, que esteve à frente do Governo socialista entre 2005 e 2011, era dono de uma fortuna de 20 milhões de euros escondidos num complexo esquema de contas bancárias no estrangeiro e com a ajuda de testas-de-ferro.

ZAP // EFE

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. Confesso que quando este senhor foi preso pensei:

    – Olha mais um. Todos os dias é apanhado um com direito a notícia televisiva.

    Mas agora penso:

    – Este tipo vai ser indemnizado com um bolo daqueles…

    • Há pois é… outro dia ouvi um comentário no café, básicamente “ouvi dizer mas não acredito”, que deixa qualquer um assustado: e se este senhor é inocente??? Mais, qualquer pessoa devia ser considerada inocente até ser condenada, certo? Eh, pá, atrasaram-lhe a vida, “queimaram-no”, o homem não consegue arranjar, etc, etc, e se fizerem o mesmo a alguém que nos é querido???

  2. Em determinada altura, Sócrates comparou-se a Mário Soares e a Mandela. Não admira, portanto, que na sua megalomania tivesse a obsessão de chegar a Presidente da República.
    Como saiu de PM pela esquerda baixa, ainda que empurrado pela crise económica que varreu as economias ocidentais, não foi capaz de perceber as suas limitações e que o seu tempo estava esgotado.
    Agora, vem acusar os magistrados de estarem “instrumentalizados”. Nem uma autocrítica, nem um mea culpa, nem uma mudança de rumo…
    Licenciar-se a um domingo, fazer cadeiras sem por os pé na universidade, mentir sobre património e contas bancárias, levar uma vida de lorde à custa de uma dívida pessoal “galopante” que não fazia ideia a quanto ascendia, eis o grande homem que se achava predestinado para nosso PR… e para gerir a dívida portuguesa. Não para a pagar ou diminuir, obviamente.

    • E, curiosamente, quase tudo o que diz que o Sócrates fez, não foi provado. O que faz de si alguém que considera “culpado antes de ser considerado culpado”. Algo típico de uma ditadura, talvez?
      E sim! Os magistrados estão “instrumentalizados”! Mas não é só isso! Também têm sede de vingança. Muitos previlégios foram-lhes tirados e isso não se pode fazer a um magistrado! Ou… Estás tramado! O Sócrates fez muitas coisas boas e más e também muitos disparates, mas ninguém merece ser tratado de forma totalemnet parcial e vingativa como a “justiça” o trata. Pelo menos num país democrático.
      Não se esqueça que o país etá mal mas o único responsável não é o Sócrates! São todos os anteriores e posteriores!
      PS: Se acho que fiz bem uma coisa, devo pedir desculpa por tê-la feito? Será que o faz? Pense nisso…

      • E que foi uma vingança dos magistrados já está provado por que entidade? É disto que o povo Português gosta, dos Socrates, dos Isaltinos, dos Loureiros, dos Varas, dos Felgueiras…, enfim pobre povo que gosta de ser levado com conversa.

      • Portanto para si, os dados estatísticos do aumento da dívida durante o consulado deste senhor, são uma invenção?
        Os factos da vida faustosa em Paris e dos gastos para o qual não tinha rendimentos (admitido pelo próprio), são irrelevantes?
        “Quem cabritos vende e cabras não tem, de algum lado lhe vêm”.
        O mal para mim não é este senhor estar indiciado, a justiça se encarregará de resolver o dilema. Embora o ónus da prova seja extremamente difícil no nosso sistema judicial.
        O mal para mim é não haver mais indiciados, doutros partidos e do mundo da finança…

        • …E porque é que uma grande parte das economias mais fortes de vários países tiveram ( e algumas ainda têm)nessa época?! Toda a gente sabe , mas ninguém aceita. Política por política é o que temos e o que mais vemos é “presumíveis arguidos de corrupção, branqueamento de capitais, clientelismo, etc e dos vários partidos. Veja-se que até um dos melhores gestores mundiais levou a PT até onde está e mais não digo. È preciso abrir os olhos e exigir justiça célere e imparcial, doa a quem doer e deixemo-nos de politiquices que só servem para arruinar o país….vejam-se as auditorias feitas pela assembleia e a que conclusões objectivas chegamos.”0” (e nós a pagarmos bem caro os ordenados á hora de muitos sr.s que até parece que ás vezes estão a fazer meia-noite)…. e enquanto assim for não vamos a lado nenhum. É necessário retirar os óculos de palas!

  3. Grande Sócrates ainda vão tornar a comer à tua mão como eles gostam, comentam muito mas gostam de chupar ainda mais. é aquela malta santinha levam a vida a mamar e a apontar para quem lhes dá de mamar.

  4. Sempre a mesma ladainha! Que tristeza…
    Mais um que, com o Passos, ainda acredita que vai ser 1.º ministro novamente.
    “Quem cabritos vende e cabras não tem, de algum lado lhe vêm”. Só que na ladainha do Trocas a realidade é outra. Talvez mais um case de realidade alternativa…

    • “1.º ministro”? No texto fala-se da possibilidade de Presidente da República (negada pelo Sócrates). Onde leu Primeiro Ministro?
      “realidade alternativa” Só se for naquela onde o Passos ainda vive. Aquela que diz que o país estava bem, (quando ele lá estava) o desemprego havia diminuido e outras bacoradas do género. penso que também vive nessa “realidade” que de realidade (vindo do real) só tem alternativa.

  5. 1º Ainda existem pessoa que mesmo com o óbvio ainda não acreditam… Melhor tentam imitar o Sócrates mas nunca chegam lá pois mais mentiroso que ele não há!!! Senhores, esse cromo do Sócrates só engana os mortos e, mesmo assim, só os que não têm alma!!!! Que pague por tudo que fez pois se fossemos nós também pagávamos e, já agora, eles e os amiguinhos que devolvam os milhões para pagarmos a dívida que ele criou. Assim não custa viver à rico. Malandro que é mas nunca me enganou…….. Queria ser outro Hitler mas mesmo pequenino o Hitler era muito mais esperto (pena ter sido para o mal como o Sócrates).

    2º Passos Coelho por direito é o Primeiro Ministro. Foi eleito por maioria do voto do Povo que em Democracia é quem mais ordena e não como o Costa eleito pela assembleia da República pelos partidos sem rosto que assim, mesmo sendo ignorados pelo Costa sempre tem alguma visibilidade. Vergonha meus Senhores, agora já não existe ética e pessoas com personalidade… AHHHH Eu gostaria de ver um Primeiro Ministro Português, eleito pelo Povo e, tocou-nos um El Rei das Índias TAL COMO OS PIRATAS A USURPAR TUDO POR ONDE PASSAVAM…..Reforço, esse Senhor felizmente não é meu primeiro ministro e o seu sorriso amarelo até já incomoda os……… Viva A Nobre Nação Livre e Democrática!!!!

    • Sra Sara Oliveira. Vou-lhe informar algo que já existe desde que a democracia foi implantada em Portgal: Quem é eleito é o partido e não o Presidente ou secretário geral desse! Sabia!? Depois, o partido com maior representação na Assembleia, propõem ao Presidente da República esse tal Primeiro Ministro que fala. Essa proposta pode até nem conter nenhum lider do partido sabia? Tem toda a razão quando diz que o PSD ganhou as eleições. Porquê? Porque o PSD dispunha de maior número de deputados na Assembleia. Mas, felizmente, não teve maioria absoluta (mesmo com a ajuda do irrevogável) mas… o PS teve apoio dos partidos de esquerda e isso resultou na maioria absoluta (mesmo que só em acordo e não coligação) do PS! Em Portugal governa quem tem mais representação na Assembleia! Mas isso ainda lhe faz confuusão? Então eu explico. Para se aprovar, por exemplo, o Orçamento de Estado (que é um das coisas mais importantes para um Governo) é necessário maioria absoluta (50%+1 – que quer dizer que tem de ser pelo menos mais que 50%!). O PSD não a tinha! O PS, após negociações com o BE e a CDU, conseguiu garantir essa maioria. Como o Governo PAF não conseguia aprovar nada, o Cavaco foi “obrigado” a ceder e chamar quem tinha mais apoio na Assembleia: o PS! Após a passagem de testemunho para o PS, este partido apresentou o Costa como Primeiro Ministro, sendo aceite pelo Presidente da República. E foi assim (e é assim) que a democracia funcionou. Tudo isto que lhe disse está na Cosntituição. E digo-lhe mais! Foi a mesma coisa que permitiu o casal Passos/Portas governar o país durante quatro anos e meio (e que governação)! Custa? Claro que sim! Se não gosta como as coisas funcionam numa democracia, emigre!
      Quanlquer dúvida adicional, não hesite!

        • E você pague a sua juntamente com o falecido Salazar. Antes pobre e “livre” (porque liberdade é relativa) que pobre e sem liberdade!

  6. É precisa muita lata.
    E não haverá ninguém que o controle? Talvez só assim fosse feita justiça ao ridículo Putin português, Maduro português, Yerdogan português, que se este senhor pudesse assim faria a todo e qualquer que dele discordasse. Apesar de (quase) tudo, uma vergonha para o seu partido e para o seu país (mas aparentemente não para todo o seu povo). Haja um mínimo de decência.

    • Curioso… Fala em ditadores, mas antes diz que se deve calar alguém… Quem é o ditador (ou ditadora) aqui? “Haja um mínimo de decência.”

  7. Li os comentários e deu-me um “frio na espinha” ao sentir que, na maioria, o visado já estaria condenado mesmo sem acusação. Sinto um medo terrível deste povo, neste país, onde se condena levianamente, na opinião pública, por um qualquer cidadão que, apesar de não haver provas, se sente no direito de condenar. Se fosse legal o “Linchamento” decerto que haveria muito cidadão linchado apenas porque esta gente não gostou da sua cara. Não sei se o Sócrates é culpado ou inocente e nem sequer sei do que é acusado, para isso deveria existir a justiça que, como bem sabemos, funciona mal. Num bom estado de direito, a presunção é de inocência e não de culpabilidade (ou deveria ser). Recordo que, com o mesmo protagonista, houve o caso Freeport, onde foi “chacinado” pela opinião pública e, no final, veio um alto elemento pertencente ao sistema judicial afirmar que esse caso foi todo uma invenção, todas as acusações se mostraram falsas, no final a montanha pariu um rato. Não estou a defender ninguém mas estas atitudes vindas do meu semelhante, que é menos meu semelhante do que possa parecer, mete-me muito medo, até porque também já fui condenado com base em mentiras. Era bom, na minha opinião, que a justiça fosse justa, passe a redundância, quer dizer, que se munisse de provas concretas e reais, e que acusasse e castigasse todos os crimes do país, conhecidos e não conhecidos, com base nessas provas, como o caso Moderna, o caso Submarinos, etc.. É apenas a minha opinião e vale o que vale.

RESPONDER

Detido proprietário de jornal de Hong Kong ao abrigo da lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong fez buscas, esta segunda-feira, ao grupo de comunicação social Next Media, considerado pró-democracia, pouco depois da detenção do seu proprietário, ao abrigo da lei de segurança nacional. Dezenas de agentes das …

Detetado surto de covid-19 em lar do Barreiro. Há pelo menos 47 infetados

Um surto de covid-19 no Lar São José, no Barreiro, contabiliza 47 casos positivos e dois internamentos de idosos, mas a "situação está controlada", disse, este domingo, o delegado de saúde adjunto regional de Lisboa …

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Beirute ficou com cratera de 43 metros de profundidade

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …