Operação Lex. Suspeito de abuso de poder, juiz Orlando Nascimento regressa à Relação de Lisboa

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da Relação de Lisboa, Orlando Nascimento

O juiz desembargador Orlando Nascimento, que se demitiu da presidência do Tribunal da Relação de Lisboa em março, está de regresso ao tribunal.

De acordo com o semanário Expresso, que avançou a notícia esta segunda-feira, o juiz desembargador Orlando Nascimento tinha pedido, em março do ano passado, que não lhe fossem atribuídos processos, mas, em dezembro, terá mudado de ideias.

Assim, no dia 21 de dezembro de 2020, Orlando Nascimento pediu à sua sucessora na presidência da Relação de Lisboa que o reintegrasse na distribuição dos processos para poder voltar a trabalhar.

A presidente do Tribunal da Relação, Guilhermina de Freitas, aceitou o pedido de Orlando Nascimento ao tribunal, enviando-o para a 2.ª secção cível da Relação. O despacho foi assinado esta segunda-feira.

O juiz demitiu-se em março, depois de ter sido investigado na Operação Lex, por cumplicidade com o seu antecessor, Vaz das Neves, na distribuição irregular de processos, mas não foi acusado por falta de provas.

Além de Orlando Nascimento, também terá sido reintegrado Rui Gonçalves, outro juiz investigado na Operação Lex e com processo disciplinar em curso.

Em setembro passado, o jornal Público adiantou que Orlando Nascimento stá a ser investigado por abuso de poder. Em causa está o facto de o juiz ter cedido o salão nobre do tribunal para uma arbitragem presidida pelo seu antecessor, Luís Vaz das Neves, que recebeu 280 mil euros em honorários para decidir este julgamento privado.

Orlando Nascimento, a Luís Vaz das Neves e a um outro desembargador, Rui Gonçalves, foram visados em inquéritos disciplinares na sequência do envio de informações por parte dos titulares da Operação Lex, um processo de corrupção centrado no ex-juiz Rui Rangel e na sua ainda mulher Fátima Galante.

Ao contrário de Vaz das Neves, que é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, Orlando Nascimento não é arguido neste processo.

A Operação Lex, tornada pública em janeiro de 2018 e que continua em investigação, tem como arguidos o desembargador Rui Rangel, a sua ex-mulher e juíza Fátima Galante e o funcionário judicial Octávio Correia, todos do Tribunal da Relação de Lisboa, o advogado Santos Martins e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, entre outros.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois, certamente mudou de ideias ao ver o que a sua colega (a ministra da justiça) fez.
    Se a ministra da justiça fez o que fez e se ficou tudo bem, por que raio haveria ele de se demitir?!
    De facto estamos a viver um novo-normal. Onde é normal ser criminoso, mas onde também é normal não se pagar pelos crimes cometidos, nem tão pouco ter vergonha desse facto.

RESPONDER

Pais de bombeiro que morreu relatam vegetação lastimável na EN 236-1

Os pais do bombeiro Gonçalo Conceição, que morreu na sequência de queimaduras nos incêndios de Pedrógão Grande, relataram esta segunda-feira, no Tribunal Judicial de Leiria, que a vegetação junto à Estrada Nacional (EN) 236-1 estava …

Em 2020, nasceram em casa o dobro dos bebés do ano anterior. Mas não existe regulamentação

No último ano, os partos em casa aumentaram para quase o dobro em Portugal. No entanto, esta é uma realidade ainda sem regulamentação e que as seguradoras recusam financiar. Mais de 1100 mulheres optaram por …

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …

PSD/Porto diz que escolha de António Oliveira para Gaia foi "erro de casting"

O presidente do PSD/Porto disse esta segunda-feira que a escolha de António Oliveira para encabeçar a candidatura à Câmara de Vila Nova de Gaia foi “um erro de casting”, pelo que encara a desistência deste …

Há mais três mortos e 756 novos casos de covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas registaram-se mais 756 casos de infeção por covid-19 e três pessoas morreram. A região de Lisboa e Vale do Tejo regista …