O número que vê numa imagem pode revelar quão “cego” está

(dr) inganggita / Twitter

Há um novo desafio a circular nas redes sociais, que consiste em olhar para uma imagem distorcida e descobrir um número. Consoante a resposta, pode concluir se tem uma doença ocular.

No centro da fotografia é possível ver números e, concentrando-se, é possível decifrar quatro números diferentes. A ilusão de ótica joga com o sentido de visão que todo ser humano pode desenvolver ao longo de sua vida. Segundo o autor do quizz, se vir o número 3246 têm astigmatismo e miopia, 3240 astigmatismo, 1246 miopia e o 1240 corresponde a uma visão perfeita.

Astigmatismo é um tipo de erro refrativo em que o olho não consegue focar a luz na retina de forma uniforme. Isto faz com que a pessoa veja de forma distorcida ou desfocada a qualquer distância. Entre outros possíveis sintomas estão a fadiga ocular, dores de cabeça e dificuldade em conduzir veículos durante a noite.

Já a miopia é uma condição do olho caracterizada por má visão à distância. Isto ocorre devido a um defeito de convergência dos raios luminosos, o que faz com que a imagem de objetos distantes se forme à frente da retina, em vez de na própria retina. Isto leva a que os objetos distantes sejam vistos desfocados, enquanto que os objetos próximos pareçam normais. Entre outros possíveis sintomas como dores de cabeça e astenopia.

Os oftalmologistas alertam que a imagem não é plenamente efetiva para se diagnosticar problemas de visão e recomendam que a capacidade visual seja avaliada por um profissional especializado.

Nicolás Fernádez Meijide, médico no Hospital Italiano, assegurou que não se pode categorizar a função visual de uma pessoa por uma imagem ou exercício da visão. “A perceção visual é algo subjetivo, não se pode fazer um diagnóstico preciso”, afirmou. “Também com testes em casa, é testado de forma subjetiva”, disse o especialista.

Em 2015, uma publicação de uma utilizadora que tinha dúvidas sobre a cor do seu vestido fez furor nas redes sociais pois, às vezes, via branco e amarelo e, às vezes, preto e azul. Em poucos dias, a foto foi vista por milhões de pessoas em todo o mundo que discutiram sobre as cores da peça até que um cientista encontrou a resposta.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

Responder a Karl Cancelar resposta

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …