Amiga de Rangel investigada em seis processos mantém-se em funções no Estado

António Pedro Santos / Lusa

O juíz desembargador Rui Rangel

Esta quinta-feira, a Polícia Judiciária realizou buscas ao escritório de Natércia Pina, no âmbito do inquérito Operação Lex.

A Polícia Judiciária realizou buscas ao escritório de Natércia Pina que, segundo o Expresso, foi constituída arguida no processo da Operação Lex e é investigada em mais cinco processos judiciais – burla, corrupção, tráfico de influências e abuso de confiança.

Embora Natércia Pina seja arguida na Operação Pratos Limpos, que investiga a sua atividade enquanto diretora dos serviços hoteleiros do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, relacionada com concurso para a exploração de cafetarias e refeições nos hospitais públicos, as buscas ao seu escritório prendem-se com as suspeitas de troca de favores com o juiz Rui Rangel, disse à Lusa fonte ligada à investigação.

O juiz é um dos arguidos do inquérito Operação Lex e está indicado pelos crimes de recebimento indevido de vantagens, branqueamento de capitais, tráfico de influência e fraude fiscal.

De acordo com o Diário de Notícias, as alegadas trocas de favores entre Natércia Pina e Rangel relacionam-se com supostos pagamentos de despesas do juiz, em troca de decisões judiciais favoráveis para a arguida em causa.

Em resposta à Lusa, a Procuradoria-Geral da República confirmou a realização de uma busca no âmbito da Operação Lex, sem indicar nomes, acrescentando que “não foram constituídos novos arguidos”.

A informação das buscas foi avançada pelo Correio da Manhã, que acrescenta que Natércia Pina ainda se mantém em funções como diretora dos serviços hoteleiros do Centro Hospitalar Lisboa Ociental (CHLO).

Segundo o jornal, os investigadores descobriram mensagens trocadas entre Rangel e o advogado Santos Martins, suposto testa de ferro do juiz, que evidenciam o pagamento de suborno. “Tem estado a juntar as receitas dos restaurantes e amanhã já paga. Ainda é um valor considerável, 1300 euros”, escreveu Santos Martins.

A Operação Lex foi desencadeada a 30 de janeiro e envolveu mais 33 buscas, das quais 20 domiciliárias, tendo sido acompanhadas por José Souto de Moura, juiz conselheiro e antigo procurador-geral da República.

O Estádio da Luz, as casas do presidente do Benfica Luís Filipe Vieira, de dois juízes (Rui Rangel e Fátima Galante) e três escritórios de advogados foram alguns dos alvos.

Rui Rangel e Fátima Galante são dois dos 13 arguidos desta operação que envolve, entre outros, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, o vice-presidente do clube Fernando Tavares, e ainda João Rodrigues, advogado e ex-presidente da Federação Portuguesa de Futebol.

A Operação Lex teve origem numa certidão extraída da Operação Rota do Atlântico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. estes corruptos e vigaristas é sempre a mesma M—- e não há quem os trave porque todos os politicos, juízes, governantes, advogados, banqueiros e afins fazem o querem , são eles que mandam neste quintal (imaginem se fosse o país grande…)

  2. Esse deveria ser metido atrás das grades e deixá-lo lá a apodrecer. Um juiz da relação e a vender bitaites na TV. Onde isto chegou…!

  3. … Portugal um país decadente e a superar a corrupção a nível mundial…depois querem ser exemplo de bonzinhos…olha o caso Vicente ? que puta de figura cá fizemos…

RESPONDER

Cientistas estão a atirar rochas vulcânicas para telhados (para provar que são perigosas)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Canterbury está a lançar rochas vulcânicas para telhados na Nova Zelândia na esperança de ajudar os habitantes de Auckland a entender os perigos vulcânicos. "Auckland localiza-se num campo vulcânico …

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve nos mapas durante um século

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve durante 100 anos em muito dos principais mapas do continente africano. Acabaria por ser um militar francês, que explorou o rio Níger, a acabar com este "fantasma da …

"Continua a pairar perigosamente". Relógio do Juízo final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo "Relógio do Juízo Final", que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite. O relógio, que é uma …

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …