/

Pináculo de Notre-Dame vai ser reconstruído com carvalhos centenários (e cada tronco vale 15 mil euros)

1

Ian Langsdon / EPA

Incêndio na Catedral de Notre-Dame de Paris

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou, no verão passado, que a torre de 96 metros seria reconstruída como originalmente projetada por Eugene Viollet-le-Duc, no século XIX. A caça aos 1.000 carvalhos necessários já começou.

O pináculo da catedral de Notre-Dame está a ser reconstruído com carvalhos centenários derrubados de uma antiga floresta real, quase dois anos depois de o icónico monumento da capital francesa ter sido devastado por um incêndio.

As árvores perfeitas para reconstruir o pináculo foram identificadas no início do ano em Domaine de Berce, perto de Le Mans. Todos os carvalhos devem ser cortados antes do final deste mês, avança a Sky News.

Aymeric Albert, diretor comercial da comissão florestal francesa, descreveu um tronco serrado de um carvalho com 200 anos como “excecional”. O tronco era suficientemente grande para construir uma viga de 18 metros de comprimento capaz de ajudar a suportar o peso da torre.

“É perfeitamente reto e sem defeitos internos”, acrescentou.

Os troncos serão postos a secar entre 12 e 18 meses antes de serem moldados. Cada um vale cerca de 15 mil euros.

O telhado original da catedral de Notre-Dame tinha tantas vigas de carvalho que era chamado de “la forêt” (“a floresta”). “Agora vamos deixar espaço para uma nova geração de carvalhos que em 200 anos criarão a mesma floresta que vemos hoje”, disse Albert.

A catedral encontrava-se em obras de restauro no seu exterior quando, em abril de 2019, deflagrou um violento incêndio que demorou cerca de 15 horas a ser extinto. A origem acidental do incêndio, um curto-circuito, continua a ser privilegiada, embora a causa do fogo não esteja esclarecida.

As obras de Notre-Dame têm enfrentado vários imprevistos, desde a necessidade de adotar medidas contra a contaminação por chumbo até à crise do novo coronavírus, passando pelo mau tempo no final de 2019, mas foram retomadas no final de abril do ano passado.

  Liliana Malainho, ZAP //

1 Comment

  1. “a caça aos mil carvalhos já começou…” É estranho, a caça não costuma começar na primavera. Mas também é preciso ter em conta que estamos a falar de França. Lá há [email protected] por todo o lado. O meu primo que está em Amiens já caçou vários [email protected] no parque a fazer truca truca com gajas pouco recomendadas…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.