“A nossa dor não tem medida”. Balanço de mortos sobe para 62

Paulo Cunha / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conforta o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves. à esquerda, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conforta o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves. à esquerda, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes

O Presidente da República afirmou hoje que o incêndio no distrito de Leiria que matou pelo menos 62 pessoas é “uma tragédia quase sem precedente na história do Portugal democrático”, e provoca uma dor sem medida.

“A nossa dor neste momento não tem medida, como não tem medida a nossa solidariedade, a solidariedade de todos nós para com os familiares das vítimas da tragédia de Pedrógão Grande”, declarou o chefe de Estado, numa comunicação ao país, a partir da Sala das Bicas do Palácio de Belém, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa referiu que “uma só morte em tais circunstâncias é sempre uma tragédia, mas tantas dezenas de mortos representam uma tragédia quase sem precedente na história do Portugal democrático“.

“Nesta hora, há também interrogações e sentimentos que não podem deixar de nos angustiar, a começar por um sentimento de crescida injustiça, porque a tragédia atingiu aqueles portugueses de quem menos se fala, de um país rural, isolado, com populações dispersas, mais idosas, mais difíceis de contactar, de proteger e de salvar”.

“Guardemos, contudo, no imediato, este e outros sentimentos que legitimamente nos sobressaltam, inconformistas que somos, no mais fundo do nosso coração”, pediu.

“Sem os esquecermos, concentremos agora a nossa vontade no essencial: prosseguir o combate em curso, manter e alargar de forma ativa e consequente a nossa solidariedade a todos quantos sofreram e ainda sofrem a tragédia, demonstrando que nos instantes mais difíceis da nossa vida como nação, somos como um só, por Portugal”, acrescentou.

O Presidente da República expressou “gratidão” e “incondicional apoio” a todos os que estão envolvidos no combate ao incêndio e no apoio às populações atingidas, “bombeiros, Proteção Civil, INEM, Guarda Nacional Republicana, Polícia Judiciária, Forças Armadas, autarquias locais, estruturas de saúde e sociais, povo anónimo”.

“Com eles estarei nos próximos dias, a partir já desta segunda-feira”, adiantou.

O Presidente promulgou o decreto do Governo que declara luto nacional por 3 dias, pelas vítimas do incêndio no distrito de Leiria, anunciou a Presidência da República, numa nota enviada à agência Lusa.

“Em consequência, toda a programação dos próximos dias da agenda presidencial foi anulada e a bandeira nacional está a meia haste no Palácio de Belém”, refere a nota.

62 mortos. Incêndio alastra

Entretanto, o número de mortos no incêndio que atinge Pedrógão Grande e outros dois concelhos do distrito de Leiria aumentou para 62, adiantou a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa. O balanço anterior era de 61 vítimas.

Segundo a governante, o incêndio já alastrou para o distrito de Castelo Branco, tendo entrado no concelho da Sertã.

Num ponto de situação aos jornalistas pouco depois das 20 horas, Constança Urbano de Sousa adiantou que o trabalho de remoção das vítimas mortais está “praticamente concluído”, estando os corpos a ser transportados para o Instituto de Medicina Legal de Coimbra.

Segundo a ministra, os 834 operacionais no terreno “estão a ser reposicionados” para combater durante a noite de forma eficaz este grande incêndio.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os responsáveis devem ser encontrados, amarrados em postes com mangueiras enfiadas no cu, mas não me surpreendia que, um dia, recebam uma ordem de mérito ou outra condecoração a condizer.
    Triste país!

    • Alguém me diga porque é que não havemos de pensar que existe interesse em desertificar e acabar com os pequenos proprietários de floresta? E que isto que aconteceu até que daria um certo… Ah, porque não se pode pensar isso!! Pois é. É por essas espécies de atavismos que ninguém quer ver o filme. Mas o filme anda a ser rodado. Muito devagar, leva anos e anos e anos, tem de ser assim, para não ser percebido pelos interessados. Pressuposto 1 – moral existe: Só se aplica ao povinho, não às elites. Pressuposto 2 – defesa do povo: mesma coisa. Vote em quem o representa! É como um advogado, também o representa! Pena é que ele(a) ande a ser bem melhor pago pelo oponente e você às escuras a confiar, confiar, confiar… A terra sair das mãos dos privados e passar para o Estado. É o nome do jogo. Quem quiser que duvide. Depois de estar no Estado, bem,… é como a EDP.

RESPONDER

Sardenha vai cobrar entrada em praia invadida por turistas

Sardenha, em Itália, quer limitar a entrada de turistas numa das suas famosas praias, La Pelosa. A praia vai ter lotação limitada e a entrada vai ser paga para maiores de 12 anos. As medidas de …

Se não quer que a Alexa e a Siri ouçam a sua vida privada, basta usar uma "pulseira do silêncio"

Uma equipa de professores de ciência da computação da Universidade de Chicago inventou uma pulseira especial que interfere com todos os microfones próximos, incluindo os dos altifalantes e assistentes inteligentes. As câmaras de segurança e altifalantes …

Algoritmo analisa textos de Edgar Allan Poe e indica que autor pode não ter cometido suicídio

Através de um algoritmo que identifica marcadores linguísticos de depressão e cognição suicida, investigadores norte-americanos que o escritor Edgar Allan Poe pode não ter cometido suicídio. Nesta análise, investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos …

Mudanças climáticas estão a secar um rio que fornece água a milhões de pessoas nos Estados Unidos

As mudanças climáticas reduziram drasticamente o fluxo do rio Colorado, nos Estados Unidos, deixando em risco o abastecimento de cerca de 40 milhões de pessoas e milhões de hectares de terrenos agrícolas. O alerta consta …

Trump vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anunciou na segunda-feira que vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros, à chegada à cidade de Ahmedabad, para uma visita …

Vale e Azevedo livre de processo de desvio de fundos do Benfica

O Tribunal Judicial de Lisboa declarou a prescrição do processo em que o antigo presidente do Benfica João Vale e Azevedo era acusado de ter desviado dinheiro do clube. O Tribunal Judicial de Lisboa declarou, na …

O Pentágono acabou de simular uma guerra nuclear com a Rússia

O Pentágono realizou um exercício de treino na semana passada, no qual simulou uma guerra nuclear com a Rússia. Apesar de ser comum passar por conflitos simulados, é incomum divulgá-los.  De acordo com a National Defense …

Novo passaporte britânico é desenhado em França e feito na Polónia

A ministra do Interior britânica, Priti Patel, apresentou no sábado os novos passaportes. Começam a ser emitidos em março e recuperam a cor azul que tinham antes de 1988, quando o Reino Unido se juntou …

Confirmados resultados das presidenciais da Guiné-Bissau e vitória de Sissoco Embaló

A Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau confirmou os resultados das eleições presidenciais e a vitória de Umaro Sissoco Embaló. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau confirmou esta terça-feira os resultados das eleições presidenciais …

Multimilionário Warren Buffett revela qual é "o melhor negócio do mundo"

O investidor e empresário norte-americano Warren Buffett revelou que, para ele, a Apple é "o melhor negócio do mundo" na segunda-feira, durante uma entrevista ao canal da CNBC. Em declarações ao canal, o multimilionário de 89 …