Netanyahu avisa que confinamento em Israel pode durar um ano

Ronen Zvulun / Pool / EPA

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esta quinta-feira que o confinamento no país pode prolongar-se durante meses ou mesmo “um ano” após uma reunião em que foram debatidas novas restrições contra a propagação da pandemia de covid-19.

Por enquanto, o Gabinete Coronavírus, organismo israelita que acompanha a crise sanitária decidiu alargar o confinamento durante mais três dias, depois de 14 de outubro.

O Parlamento aprovou na quarta-feira medidas polémicas de regulação propostas pelo governo e que em concreto limitam as manifestações e outros encontros a um quilómetro da residência de cada participante e que não podem exceder grupos de vinte pessoas.

As medidas que restringem as manifestações têm de ser ratificadas esta quinta-feira pela Comissão Constitucional do Parlamento.

A medida está a ser muito criticada porque vai proibir, sobretudo, as manifestações contra o primeiro-ministro e que se repetem com frequência, em Israel. Os protestos têm sido regulares e visam o primeiro-ministro envolvido em três casos de corrupção e criticado pela má gestão da crise sanitária que provocou uma crise económica com efeitos que já se começam a sentir.

Os partidos da oposição alertam que se trata do “fim da democracia”.

O confinamento atualmente em vigor estende-se pelo menos até 14 de outubro, mas é previsível que se prolongue durante vários meses, advertiu o primeiro-ministro.”A saída do confinamento vai ser lenta e gradual e, desta vez pode durar meio ano ou um ano“, escreve o jornal digital israelita Ynet referindo-se à reunião em que participou o primeiro-ministro.

Vários ministros, entre eles o chefe do governo, insistiram em aumentar as restrições limitando a área permitida para sair de casa a 100 ou 200 metros do local de residência. Atualmente os cidadãos de Israel estão limitados a um perímetro de um quilómetro se pretenderem sair de casa.

Segundo o jornal Times, o ministro das Finanças, Israel Katz terá defendido o suavizar das restrições sobre o encerramento de estabelecimentos comerciais para que as lojas possam abrir após o próximo dia 9 de outubro, o fim do período de férias.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de infeções regista mais sete mil novos casos positivos nas últimas 24 horas e 22 óbitos por covid-19. Netanyahu pediu aos hospitais para se prepararem em relação ao aumento do número de casos graves. No total, morreram 1.522 pessoas da doença desde o início da pandemia em Israel que soma 245 mil casos desde março.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …