Não há indícios de crime no incêndio do Andanças

Edgar Libório / EPA

-

A GNR divulgou esta setxa-feira que “não há indícios de crime” na origem do incêndio que destruiu 422 veículos e danificou parcialmente outros nove, num dos parques de estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide, Portalegre.

“A confirmação que nos foi dada pela Policia Judiciária (PJ) é que não há indícios de crime na ocorrência do incêndio. Não há indícios de mão criminosa”, disse à agência Lusa o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Portalegre da GNR, tenente-coronel Carlos Belchior.

Segundo o oficial, as causas do fogo “continuam em processo de investigação” pela PJ e GNR.

As autoridades terminaram hoje de manhã os trabalhos de identificação dos veículos e dos proprietários lesados.

“Todo o trabalho de identificação dos veículos e dos seus proprietários está concluído. Durante a tarde, vamos começar a contactar os proprietários para fazer a entrega formal das viaturas”, disse.

O tenente-coronel adiantou ainda que os peritos das seguradoras vão ter acesso aos veículos dos seus segurados, a partir de hoje à tarde.

A 21.ª edição do Andanças – Festival Internacional de Danças Populares decorre, desde segunda-feira e até domingo, numa área de 28 hectares nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide, distrito de Portalegre, esperando um total de 40 mil visitantes.

O festival é promovido pela Pédexumbo – Associação para a Promoção da Música e Dança.

Na quarta-feira à tarde, um incêndio que deflagrou num dos parques de estacionamento do evento destruiu 422 viaturas e danificou parcialmente outras nove, mas não causou danos pessoais.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …

Subida do Salário Mínimo Nacional vai aumentar as propinas

A subida do Salário Mínimo Nacional para os 635 euros em 2020, vai ter influência em valores a pagar ou a receber, nomeadamente nas propinas mínimas do Ensino Superior público e nos tectos do Fundo …

É essencial um acordo internacional para taxar “gigantes” tecnológicos, defende Costa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou esta sexta-feira insustentável do ponto de vista social a situação em que classes médias e pequenas empresas suportam a maior parte do esforço fiscal e defendeu um acordo …

Lisboa entre as cidades com trânsito mais caótico do mundo

Um estudo da Mister Auto - marca líder de mercado na venda de peças para automóveis - agora divulgado revelou que Lisboa está na 74.ª posição no 'ranking' das cidades mais circuláveis. Ou seja, muito …

Parlamento rejeita reforçar subsídio de doença para doentes crónicos e oncológicos

A Assembleia da República rejeitou esta sexta-feira, na generalidade, reforçar o subsídio de doença para doentes crónicos, oncológicos ou graves. Em causa estavam dois projetos de lei de Bloco de Esquerda e PCP e um projeto …

Vacas levadas pelo furacão Dorian aparecem dois meses depois

Três vacas desapareceram de uma ilha na Carolina do Norte, em setembro, na sequência do furacão Dorian. Nas últimas semanas, foram encontradas a oito quilómetros de distância. As três vacas desaparecidas de uma ilha na Carolina …