Vítor Bento: governo devia ponderar nacionalização do Novo Banco

RTP / Flickr

Vítor Bento, ex-presidente do Novo Banco

O ex-presidente do Novo Banco, Vítor Bento, considera que o governo pode optar por nacionalizar a instituição financeira para resolver os problemas que esta enfrenta.

Uma ideia que o economista defende em entrevista ao jornal Diário Económico, no qual constata que a nacionalização é “uma saída possível” para o Novo Banco e que “a venda não será já muito favorável”.

Para Vítor Bento, o futuro do chamado Banco Bom, nascido da queda do BES, depende de “uma opção política”, cabendo ao governo “estudar as várias alternativas” existentes para “ver qual a configuração que seria desejável ou conveniente ou menos disruptiva para a economia e para a sociedade portuguesa daqui por uns anos”.

Sobre uma possível venda, o ex-líder do Novo Banco nota que não é a melhor solução no imediato, porque “estamos num momento de vulnerabilidade da banca, em que os bancos estão todos com o valor de mercado abaixo do valor contabilístico”.

Vítor Bento destaca ainda na mesma entrevista que “o problema dos lesados do BES já devia ter sido resolvido” e diz que o conflito público entre o primeiro-ministro, António Costa, e o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, “é penoso para a sociedade em termos de confrontos institucionais na praça pública”, embora note que não é “inédito”.

Na quinta-feira passada, o primeiro-ministro sublinhou ter considerado “lamentável” a forma como se arrasta a situação dos lesados do BES, “que é dramática para muitas famílias que confiaram as suas poupanças numa instituição e muitas delas foram logradas nessa confiança”.

Costa indicou ainda Diogo Lacerda Machado, seu amigo e homem de confiança, para liderar as negociações entre o BdP e a CMVM com vista a chegar a um entendimento sobre esta questão.

Na sequência destas críticas, também Carlos César, líder do grupo parlamentar do PS, apontou o dedo ao governador do Banco de Portugal e à atuação de Carlos Costa.

“Há uma realidade que os portugueses vivem de alguma falta de confiança, ou pelo menos de uma avaliação frágil, quer dos depositantes, quer dos utilizadores do sistema bancário, em relação ao regulador, o Banco de Portugal”, defendeu.

Apesar de todas estas pressões, tanto da parte do Governo como dos socialistas, Carlos Costa estará decidido a resistir e não se vai demitir do cargo, até porque tem a salvaguarda da lei, algo que dificulta a sua demissão.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É melhor do que o vender ao desbarato como foi o BPN e o BANIF. Já deviam ter estes casos como experiência e que só trouxe mais perdas para os contribuintes.

  2. Com um governo de esquerda e extrema-esquerda sempre na defesa de tudo o que é nacionalizado não percebo porque razão o senhor Costa foi tão lampeirinho entregar o BANIF de mão beijada onde o Estado já detinha mais de 60% de capital, agora tem aqui uma oportunidade para nacionalizar o Novo Banco.

RESPONDER

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …

Oposição critica Governo de El Salvador por usar a covid-19 para limitar manifestações

Na quarta-feira, a Assembleia Legislativa de El Salvador aprovou um decreto que proíbe reuniões públicas e privadas que não estejam relacionadas com as artes, cultura ou desporto até 8 de dezembro. Segundo a Vice, apesar de …

Portugal com mais 883 casos confirmados e quatro mortes

Portugal regista hoje mais 883 casos confirmados de covid-19 e quatro óbitos pela doença, assim como 729 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, de acordo com o boletim diário. Segundo …

Um boneco do Super-Homem a voar

Indianos declaram "guerra" ao Super-Homem e à Mulher-Maravilha

Injustice, o último filme de animação da DC Comics, deixou alguns indianos muito perto de um ataque de fúria. Cenas em que o Super-Homem e a Mulher-Maravilha surgem a lutar contra militares indianos e a …

Alec Baldwin

Hollywood em choque. Alec Baldwin recebeu arma carregada, mas disseram-lhe que estava "fria"

A morte da directora de fotografia Halyna Hutchins, depois de ter sido atingida pelo actor Alec Baldwin durante as filmagens de "Rust", deixou o mundo de cinema de Hollywood abalado. E ninguém percebe como é …

Provedor da Santa Casa sob suspeita. Renda com desconto, gastos e bolsa investigados

A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu documentos e computadores ao provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), Edmundo Martinho, e à professora Maria da Luz Cabral. Em causa estarão suspeitas relacionadas com despesas, uma …