Mortes, pirataria e mentiras. É com um “ódio excessivo” que a Coreia do Norte está a controlar a covid-19

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O líder norte-coreano Kim Jong-un ordenou a execução de pelo menos duas pessoas, proibiu a pesca marítima e confinou a cidade de Pyongyang no quadro das medidas contra o covid-19 e os efeitos económicos da pandemia.

As informações sobre o panorama na Coreia do Norte estão a ser reveladas pelos serviços de informações da Coreia do Sul. O relatório divulga que o líder Kim Jong-un ordenou aos diplomatas de Pyongyang para não hostilizarem o presidente eleito dos Estados Unidos da América porque esperam um novo tipo de aproximação com a administração de Joe Biden no futuro.

As novas informações foram comunicadas aos legisladores sul coreanos em Seul que receberam o último relatório dos Serviços de Informações Nacionais da Coreia do Sul.

Segundo o legislador sul-coreano, Ha Tae-keung, que cita os serviços de informações, Kim Jong-un demonstra atualmente “um ódio excessivo” e aplica “medidas irracionais” face à pandemia de covid-19 e os impactos na economia do país.

De acordo com o relatório citado por Ha Tae-keung,  a estratégio do líder da Coreia do Norte passa por algumas mortes, uma vez que mandou executar em outubro um alto responsável pelo departamento de câmbio de divisas após ter estado retido por causa da queda das taxas de câmbio.

O mesmo documento indica que um outro alto dirigente do regime de Pyongyang foi executado em agosto por violação das medidas sobre retenção de bens importados.

As duas vítimas não foram identificadas no relatório, revela o Jornal de Notícias.

A Coreia do Norte proibiu também as pescas e a produção de sal para “evitar que a água do mar venha a ser contaminada pelo novo coronavírus”, dizem ainda os serviços de informações da Coreia do Sul. O país confinou ainda a cidade de Pyongyang, a capital, e a província de Jagang, no norte do país, como medidas contra a pandemia.

Outras medidas de confinamento foram aplicadas onde as autoridades encontraram bens importados e moeda estrangeira. As informações indicam que Pyongyang praticou atos de pirataria informática contra pelo menos uma farmacêutica sul coreana que está a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus.

A Coreia do Norte mantém que não foi detetado um único caso de infeção por covid-19 em todo o território, uma informação que é tipo como falsa pela comunidade científica e que é contestada pelos especialistas internacionais.

Os efeitos da epidemia global na Coreia do Norte podem ser bastante catastróficos porque o sistema de saúde do país é extremamente deficiente e não conta com abastecimento de material médico e sanitário.

A pandemia forçou a Coreia do Norte a encerrar as fronteiras com a República Popular da China, o maior parceiro comercial e político. O fecho das fronteiras desde janeiro tem afetado a economia do país marcada pelas sanções impostas pelos Estados Unidos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Biden diz que ataque a oleoduto veio da Rússia. Mas exclui envolvimento do Kremlin

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, afirmou na quinta-feira que o ciberataque que paralisou durante vários dias a maior rede de oleodutos do país foi proveniente da Rússia, mas exclui envolvimento do Governo …

Máscaras vieram para ficar. Mas pode haver exceções

A máscara de proteção individual vai continuar a fazer parte do nosso dia-a-dia. No entanto, pode haver exceções para os já vacinados contra a covid-19. O Governo convidou os especialistas a criarem um novo plano e …

Chega quer que agentes da PSP e GNR usem câmaras de vídeo nas lapelas e nas viaturas

O deputado único do Chega entregou esta quinta-feira um projeto de resolução no Parlamento que recomenda a colocação de câmaras de vídeo nas lapelas das fardas e nas viaturas das forças de segurança, a fim …

Em dia sem registo de mortes, Portugal contabiliza 450 novos casos

Esta sexta-feira, Portugal não regista qualquer óbito. Nas últimas 24 horas, houve 450 novos casos positivos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Não morreu ninguém infetado com o novo …

Câmara de Torres Vedras deteta migrantes a viverem em armazéns e antigas pecuárias

Além de espaços sem condições de habitabilidade, como armazéns e pecuárias desativadas, a autarquia tem conhecimento de "casas alugadas a pessoas migrantes onde existe sobrelotação". A Câmara de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, levantou coimas …

Parlamento aprova "direito ao esquecimento" para quem superou doenças graves

O Parlamento aprovou esta sexta-feira, na generalidade, o projeto-lei do PS que pretende consagrar o “direito ao esquecimento” para acabar com a discriminação de pessoas que tiveram cancro. O Parlamento aprovou, na generalidade, o projeto-lei do …

No seu último discurso, presidente do Supremo atira críticas aos megaprocessos

António Piçarra, presidente do Supremo Tribunal de Justiça, centrou o seu último discurso na falta de eficácia do sistema judicial em tratar os processos especialmente complexos de corrupção. Para o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, …

Viagens não essenciais de e para o Reino Unido permitidas a partir de segunda-feira

Cristóvão Norte, deputado do PSD, criticou a indefinição em torno das viagens do Reino Unido para Portugal, em entrevista à BBC. Entretanto, esta manhã, fonte governamental revelou que as viagens não essenciais de e para …

PPP na saúde levou Estado a "poupar" mais de 200 milhões

As Parceiras Público-Privadas (PPP) dos hospitais de Braga, Vila Franca de Xira, Loures e Cascais trouxeram ao Estado uma "poupança" de 203 milhões de euros, menos de um terço do que se esperava no arranque …

Praias podem receber mais banhistas este verão

Apesar de o semáforo de lotação das praias se manter nesta época balnear, a percentagem de ocupação sobe para os 90%. Quem não respeitar as regras estará sujeito a coimas. As limitações à lotação, introduzidas no …