Suspeito do atentado de Berlim é um refugiado (mas pode ser o homem errado)

Michael Kappeler / EPA

-

A polícia de Berlim anunciou que está a tratar como “atentado terrorista” o caso do camião que irrompeu contra uma multidão num mercado de natal da capital alemã, causando 12 mortos e 48 feridos.

A polícia alemã informou numa mensagem publicada no Twitter que está a investigar o ataque desta segunda-feira como um “provável atentado terrorista”.

“Os nossos investigadores assumem que o camião foi intencionalmente conduzido contra a multidão no mercado de Natal”, disse a polícia.

Esta manhã, o ministro do Interior alemão deu uma conferência de imprensa, na qual afirmou: “Já não temos dúvidas de que se tratou de um ataque”.

Um suspeito, presumivelmente o condutor do camião, está a ser interrogado pelas autoridades, mas, de acordo com Thomas de Maizière, nega todas as acusações.

O ministro confirma que o detido, de origem paquistanesa, tinha um pedido de asilo que ainda não estava completo e não estava referenciado pelas autoridades. Entrou na Alemanha em dezembro de 2015 e estava em Berlim desde fevereiro deste ano.

O governante confirmou igualmente que o passageiro polaco, encontrado morto no camião, foi assassinado a tiro.

Entretanto, o “Die Welt”, que tinha adiantado que o autor do ataque se chama Naved B. e tem 23 anos, diz que o verdadeiro suspeito está armado e continua a monte. “Temos o homem errado”, declarou fonte das autoridades policiais, citada pelo jornal.

“É particularmente repugnante” se for um refugiado

Antes, Angela Merkel também já tinha falado do atropelamento como um “atentado terrorista”.

“De acordo com o que sabemos, temos que assumir que se tratou de um ataque terrorista”, disse aos jornalistas, visivelmente emocionada e vestida de preto.

A chanceler afirmou também que seria “particularmente repugnante” se se viesse a confirmar que o responsável por “este ato incompreensível e atroz” fosse um refugiado, tendo em conta que “há muitos alemães que se empenham diariamente para ajudar os requerentes de asilo”.

“Eu sei que nos será especialmente difícil aceitar, se se confirmar que a pessoa que cometeu este ataque procurou proteção e asilo na Alemanha”, acrescentou.

A polícia de Berlim disse que o camião, com matrícula polaca e carregado com vigas de aço, poderá ter sido roubado de uma obra na Polónia.

Além das 12 vítimas mortais, o ataque premeditado fez ainda 48 feridos, sendo que 18 se encontram com ferimentos muito graves.

Os mercados de Natal na Alemanha estão encerrados e a praça onde ocorreu o ataque converteu-se num local de homenagem às vítimas.

O atentado evoca lembranças do ataque com um camião em Nice, durante as comemorações do Dia da Bastilha, em julho, que provocou a morte a 86 pessoas.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A Alemanha e especialmente a Senhora Merkel estão a pagar a fatura do erro gravíssimo de terem deixado entrar mais de um milhão de “refugiados” na Europa. Este foi só mais um caso de entre dezenas de ataques terroristas, violações e assassinatos executados por “refugiados” na Alemanha. As irresponsabilidades pagam-se caras.

  2. Afinal sempre era refugiado… ja estavam a distorcer a notícia que o alegado terrorista não era o mesmo que matou o polaco que estava no sítio errado à hora errada… justifiquem agora às famílias das vítimas como é que entram no país, alguns até com cartazes a dizer WELCOME… simplesmente ridículo !!!

RESPONDER

Covid-19. Unilabs e Uber disponibilizam serviço de testes no domicílio

A Uber e a Unilabs uniram-se para disponibilizar um serviço de testes de rastreio à covid-19 ao domicílio. A iniciativa arranca esta segunda-feira e permitirá "melhorar a experiência e comodidade dos nossos clientes", disse o …

Mais de 700 civis mortos em Myanmar desde o golpe militar

As forças militares de Myanmar mataram mais de 700 civis desde o golpe de 01 de fevereiro, fazendo pelo menos 82 vítimas na sexta-feira na cidade de Bago, durante uma ofensiva contra os manifestantes. Segundo a …

Operação Marquês. Rio critica "descrédito" da justiça e acusa Marcelo e Costa de "hipocrisia"

Na primeira a reação à decisão instrutória da Operação Marquês, Rui Rio foi duro nos recados que deixou. O líder do PSD disparou em todas as direções e nem António Costa e Marcelo Rebelo de …

Festivais de verão à espera das regras da DGS. Testes e dispensa da máscara podem ser realidade

Numa altura em que Portugal ainda se encontra na segunda fase de desconfinamento, ainda existem algumas incertezas quanto à organização de grandes eventos. Contudo, os promotores de espetáculos já estão a avançar trabalho coma DGS …

Príncipe da Jordânia aparece em público apesar da prisão domiciliária

O príncipe Hamzah, da Jordânia, apareceu no domingo em público pela primeira vez desde que foi colocado em prisão domiciliária, acusado de "conspiração" contra o rei Abdullah II, seu meio-irmão. Segundo noticiou a agência Lusa, o …

CDS-PP quer eliminar aumento de impostos no alojamento local para compensar “enormes quebras”

O CDS-PP quer eliminar o aumento de impostos no alojamento local, para compensar as “enormes quebras na atividade”. Considerando que o turismo foi um dos setores mais afetados pela pandemia, sugerem que sejam eliminados os …

Profissionais da Cultura denunciam falta de resposta a pedido de apoio

Mais de 30 profissionais das artes denunciaram esta segunda-feira que continuam sem resposta ao pedido de apoio social extraordinário, anunciado em janeiro pela ministra da Cultura, e lamentam "a bola de neve burocrática" associada. "É uma …

Banco de Portugal contra revelação de documentos de negócios que usam dinheiros do Estado

Depois das propostas do PSD e do PAN, o Banco de Portugal indica que a revelação dos documentos pode colocar em causa a confidencialidade dos processos. As propostas do PSD e do PAN para que a …

Europol. Crime organizado na UE está mais violento e recorre mais à corrupção

O crime organizado na União Europeia (UE) está a ficar mais violento e a corrupção é uma característica da quase totalidade das operações das redes de criminosos, concluiu um estudo da Europol. Um relatório da agência …

Advogado da família de Homeniuk pede condenação de inspetores do SEF por homicídio qualificado

O advogado da família do cidadão ucraniano Ihor Homeniuk, que morreu nas instalações do SEF no aeroporto de Lisboa, insistiu, esta segunda-feira, na condenação dos três inspetores pelo crime de homicídio qualificado que consta da …