Merkel cede e aceita levantamento progressivo das medidas. França estima que situação melhore em abril

Clemens Bilan / EPA

A chanceler alemã, Angela Merkel, aceitou na quarta-feira um levantamento progressivo das restrições contra a pandemia na Alemanha, cedendo a um descontentamento crescente na opinião e no próprio governo a sete meses das eleições legislativas.

Ao fim de nove horas de negociações difíceis, a chanceler e os dirigentes dos 16 Estados-regiões do país chegaram a um acordo sobre o calendário de levantamento parcial das restrições existentes desde o fim do ano.

“Hoje, podemos falar de esperança”, afirmou Merkel, durante uma conferência de imprensa, estimando que o seu país entrava agora “numa nova fase” da luta contra a pandemia, permitida pela aceleração da vacina.

A Alemanha vai autorizar a vacina AstraZeneca aos maiores de 65 anos. O intervalo entre a administração de duas doses vai ser alargado, para permitir a vacinação de mais pessoas.

A vida socioeconómica vai entretanto continuar a decorrer em movimento lento, com a maior parte das restrições a serem prolongadas pelo menos até 28 de março, para contrariar a subida dos casos e a propagação da variante britânica, que já representa 46% das infeções. Livrarias, floristas e escolas de condução vão poder voltar a abrir portas.

As reuniões privadas vão ser autorizadas a partir de 8 de março, entre duas famílias, na condição de não excederem as cinco pessoas.

A estratégia de abertura do governo pretende apoiar-se na prática maciça de testes antigénicos, um domínio no qual a Alemanha ainda tem défice de eficácia. O governo promete assim a colocação à disposição destes testes rápidos para que até ao início de abril toda a população se possa testar regular e gratuitamente.

Todo o pessoal das escolas e creches, bem como os alunos, vão assim poder fazer testes antigénicos gratuitos todas as semanas. As empresas devem contribuir para o programa e oferecer testes aos seus trabalhadores que se desloquem ao local de trabalho, o que não agrada às organizações patronais.

“Horizonte ao fundo do túnel” a meio de abril

O Governo francês vê “um horizonte ao fundo do túnel” para a terceira vaga da covid-19 a partir de meio de abril, embora os números de casos e de pessoas nos serviços de cuidados intensivos continuem a aumentar.

O regresso à normalidade está à vista, os sítios que constituem a nossa vida social vão abrir, é um horizonte ao fundo do túnel que devemos ter como objetivo”, disse o porta-voz do Governo, Gabriel Attal, após o Conselho de Ministros.

Este horizonte deve ser de quatro a seis semanas, segundo estima o Governo, mas até lá devem ser introduzidas novas medidas sanitárias de forma a travar a vaga de covid-19 que se mantém constante, apesar de já haver atualmente mais de três milhões de pessoas vacinadas no país.

As medidas que estão a ser estudadas incluem alargar o confinamento ao fim de semana a mais regiões. As novas medidas devem ser apresentadas esta quinta-feira pelo primeiro-ministro, Jean Castex.

Grécia prolonga confinamento

O Governo da Grécia anunciou esta quarta-feira o prolongamento do confinamento até 16 de março e um reforço das medidas restritivas, num momento em que o país enfrenta o “período mais difícil da pandemia”.

A Grécia, país que impôs um confinamento à população desde 7 de novembro, registou a maior taxa diária de infeções, ao somar cerca de 2.700 novos casos da doença covid-19, segundo afirmou o ministro da Saúde helénico, Vassilis Kikilias.

“Estamos a atravessar o período mais difícil desta pandemia”, disse o ministro, destacando que os hospitais públicos gregos têm estado sob uma “pressão insuportável” durante semanas.

“Ao ritmo a que estão a ocorrer as novas hospitalizações, o sistema público de saúde está a ultrapassar os seus limites em termos de infraestruturas e de pessoal”, prosseguiu  Kikilias, apontando para um “aumento significativo” dos contágios associados à denominada variante inglesa do SARS-Cov-2, que é identificada como mais contagiosa.

Com o intuito de conseguir a disponibilidade de centenas de camas nas unidades hospitalares públicas para doentes covid, um hospital militar e dois hospitais privados de Atenas vão acolher em breve doentes não-covid.

A par do confinamento, que já foi prorrogado várias vezes ao longo dos últimos quatro meses, o executivo helénico decidiu reforçar as medidas restritivas a partir de quinta-feira. Por exemplo, as pessoas só poderão fazer compras ou fazer desporto dentro do respetivo município e num raio máximo de dois quilómetros a partir do respetivo domicílio.

Também está previsto, entre outras medidas, um recolher obrigatório durante os fins de semana, a suspensão de casamentos e de batizados e um reforço das ações de fiscalização em locais de trabalho.

Venezuela confirma primeiros casos da variante brasileira

O Presidente Nicolás Maduro anunciou que foram detetados 10 casos de pacientes infetados com a variante brasileira, pedindo à população que tome medidas especiais para travar a propagação.

“Apareceu um caso estranho em La Guaira [norte de Caracas] de um trabalhador do aeroporto. Fizemos um estudo que demonstrou que era a variante brasileira (…). Já temos 10 pacientes com esta variante”, disse. “É uma variante mais contagiosa, transmite mais carga viral, o que quer dizer que é mais grave”.

O Presidente da Venezuela precisou que foram confirmados seis casos de pessoas infetadas com a variante brasileira da covid-19 no estado de Bolívar, dois na cidade de Caracas e dois no estado de Miranda.

“Há que tomar medidas especiais de biossegurança (…), elevemos a proteção. Em conjunto com as brigadas médicas, vamos cortar as cadeias de transmissão da nova estirpe”, disse.

Nesse sentido, explicou que o seu Governo prevê ativar 16 mil brigadas médicas para travar a expansão da variante brasileira. Por outro lado, explicou que vai continuar o processo de imunização da população, com a vacina russa Sputnik V e com as recém-chegadas vacinas chinesas Sinopharm.

Apesar da situação, enquanto a Venezuela avança na prevenção e na vacinação, manter-se-á o esquema local de sete dias de quarentena restrita, seguidos de sete dias de flexibilização.

Maria Campos, ZAP //

 

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta a mais curta explosão de raios gama já observada

A nova descoberta destaca a necessidade de uma nova classificação de explosões de raios gama, não baseada apenas na sua duração. Uma equipa de cientistas descobriu uma rara emissão de raios gama, denominada GRB 200826A, relacionada …

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …