Pela primeira vez, Angela Merkel admite estudar emissão de dívida europeia

Olivier Hoslet / EPA

Emmanuel Macron, Donald Tusk, Angela Merkel e Pedro Sanchez

Pela primeira vez, e com a evolução da pandemia do novo coronavírus, a chanceler alemã demonstrou abertura para que seja emitida dívida pública europeia.

Na reunião extraordinária do Conselho Europeu, esta terça-feira, foi novamente discutida a possibilidade de emitir dívida pública europeia. A Alemanha nunca admitiu essa hipótese, mas, pela primeira vez, Angela Merkel abriu a porta à discussão.

De acordo com a agência Bloomberg, que cita uma fonte ligada ao processo, a questão dos chamados “coronabonds” foi levantada pelo primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, durante a videoconferência entre os líderes europeus.

A chanceler alemã terá mostrado abertura para passar este tema ao seu ministro das Finanças, Olaf Scholz, para que este analisasse a situação com outros ministros.

“Esperamos que os ministros das finanças [Eurogrupo] discutam mais a esse nível. Vou conversar com Olaf Scholz para que o lado alemão possa fazer parte disto. Mas não há conclusões”, alertou Merkel, citada pela agência.

Tal como recorda o semanário Expresso, a Alemanha admitir este cenário é algo totalmente novo para a União Europeia (UE). Mas não será fácil, sobretudo porque a medida tem de ser aprovada no Parlamento alemão.

Durante a crise da zona euro, entre 2010 e 2014, a hipótese de emissão de dívida europeia foi muito discutida, a pedido dos países mais afetados pela subida dos juros das suas dívidas nacionais. A Alemanha sempre se mostrou contra.

Segundo o semanário, o primeiro-ministro português, António Costa, foi um dos chefes de Governo a defender este instrumento na reunião do Conselho Europeu. O Presidente francês, Emmanuel Macron, também se mostrou favorável.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …