Medina denuncia paragem de rastreios. “Não é normal não haver inquéritos ao fim de semana”

O Presidente da Câmara de Lisboa voltou a fazer críticas ao combate à pandemia, afirmando que o aumento do número de casos se deve a um problema organizacional “nas áreas regionais e locais de saúde”.

Fernando Medina voltou às críticas à gestão local da pandemia na região de Lisboa, apontando o dedo ao facto de os inquéritos epidemiológicos, que têm como objetivo chegar a potenciais infetados por cada caso positivo, não serem feitos fora do horário normal de trabalho.

Há umas semanas, a origem dos surtos era conhecida e identificada, sobretudo em grandes pólos industriais, como aconteceu em Azambuja. No entanto, o mesmo já não se verifica atualmente. “Não acho normal, por exemplo, a paragem dos inquéritos epidemiológicos ao fim de semana”, criticou Fernando Medina, em entrevista à RTP.

“Foi feita uma operação de testagem massiva, foram testadas mais de 400 mil pessoas dentro dos pólos das empresas. Se passam semanas e os números não baixam, as causas são outras. O problema é diferente e mais complexo, por isso a forma de agir no terreno tem de ser diferente”, acrescentou o autarca, citado pela TSF.

O Presidente da Câmara de Lisboa reconhece que, para que seja possível controlar o surto na região, é preciso fazer mais, ainda que defenda que a cerca sanitária não é uma solução. Para Medina, o essencial é assegurar que as pessoas estão a cumprir o confinamento e que têm condições para tal.

É preciso fazer mais, melhor e mais rápido do que temos coletivamente feito. É a diferença de ter um caso ou termos cinco ou seis”, afirmou.

O autarca destacou que há muitos portugueses que não estão a cumprir as regras e o mesmo acontece no estrangeiro. “Temos visto um não cumprimento das regras aqui em Portugal e no estrangeiro. O instrumento adequado para lidarmos com a situação que temos é testarmos rapidamente e, a partir daí, fazer o rastreio para ver quantas pessoas contaminou e ver se a pessoa tem condições para estar isolada.”

“Nestas situações, se não agirmos rápido, perdemos o controlo. As Câmaras e a Proteção Civil têm um papel muito importante em garantir bens alimentares às pessoas que não os têm”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O que não é normal é teres vereadores pulhas como o Sá Fernandes , que gerem o seu pelouro como se fosse uma coisa dele .
    Confundir ódiosinhos de estimação , com o honrar compromissos assumidos ao nível institucional e bloquear verbas devidas por serviços prestados, é nojento e miserável.
    Esse tipo devia era estar a trás das grades e não á frente de um departamento da CML .
    Vê-se se arrumas a casa , ou então és igual a eles e não mereces o lugar que ocupas .

  2. Não sabia que a pandemia COVID-19 só se propaga das 9 às 18h e não aos fins-de-semana; ah, e também nas manifestações e quando grupos se juntam.

    Qual a desculpa para a lei não ser aplicada a todos SEMPRE? – Sim, o COVID-19 é 24×7.

    Acordem para a vida e façam o trabalho que corresponde ao cargo para que foram eleitos; sim, porque estão onde estão para servir os Portugueses, visto serem estes que pagam impostos de onde vos saem os salários.

    Sirvam; Cumpram ou saltem fora!

  3. Sr.presidente, se é como diz responsável , comece por arrumar a sua cidade , Se é como quer fazer crer
    tão entendido, se tem visto incumprimento das normas aconselhadas , porque não começa pela SUA cidade,
    porque até agora , as vezes que fui a sua cidade , não vi nada, daquilo que defende , ser o correto , nem vi
    nenhum funcionário a cumprir , até agora é que veio a saber dos SEUS funcionários doentes ! Será por vergonha , ou por querer esconder !! Não atire areia para os olhos dos seus concidadãos , porque quem tem telhados de porcelana, quando atirar a primeira pedra , tem de ter a certeza , que a pontaria não falha .
    Já sabemos, que não quer ficar mal com o chefe , mas afine a pontaria , que a sua arma tem o cano , curvado a 180 graus e ainda fica ferido , depois nem a casa nas avenidas novas o salva .
    Cuidem-se

  4. Provavelmente quem vestiu a camisola cansou-se de trabalhar de trabalhar probono,de ser desconsiderado pela ministra e agora pelo sr Presidente.

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …