Há médicos “nos cuidados intensivos” e a falta de equipamento de proteção é “crítica”

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, adiantou que há médicos internados em “situações complicadas” e que a falta de equipamento de proteção individual é “absolutamente crítica”.

Em entrevista à Rádio Observador esta segunda-feira, Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, sublinhou a necessidade de reforço dos equipamentos de proteção individual (EPI) dos médicos e restantes profissionais de saúde.

“A situação dos equipamentos de proteção individual neste momento é absolutamente crítica. Há duas situações críticas, uma é esta, outra será a questão da disponibilidade de ventiladores de cuidados intensivos caso a epidemia continue a ter a evolução que pode vir a ter”, adiantou o responsável.

Em relação aos ventiladores, a sociedade civil poderá ter um papel muito importante: “é importante que a sociedade civil se associe, há ventiladores a preços simpáticos”, apelou o bastonário, referindo que  é “fundamental reforçar amplamente a capacidade dos cuidados intensivos”.

“Temos camas e conseguimos ampliar o número de camas [de cuidados intensivos], o setor privado também tem muitas camas. É necessário ampliar o número de camas de cuidados intensivos [equipadas com todo o material necessário] para que todos os portugueses que precisem de aceder a cuidados intensivos os possam ter”, disse.

Já no que toca à reserva de dois milhões de máscaras que o Governo diz ter, o profissional diz que se “gastam em dois dias”, acrescentando que “precisamos de muitos milhões de máscaras”.

O responsável notou que, nos próximos dias, chegará a território nacional um avião, vindo da China, carregado com material de proteção individual para os profissionais de saúde que poderá “trazer tranquilidade”.

O bastonário não adiantou números, mas, durante a entrevista, disse que há neste momento “muitos médicos infetados, alguns até internados“. “Há alguns médicos internados, com situações complicadas. Há médicos nos cuidados intensivos também. O número de pessoas que está nos Cuidados Intensivos neste momento é um número elevado e isso inclui também médicos. O vírus ataca pessoas de qualquer profissão.”

Para evitar que esta situação que os profissionais de saúde vivem se continue a verificar, Miguel Guimarães sublinhou, novamente, a importância do reforço do material de proteção. “É uma aposta essencial, o próprio ministério da Saúde já o reconheceu e está a fazer um esforço para comprar o máximo material possível.”

Além disso, defendeu ainda um sistema rotativo para proteger estes profissionais. “Os profissionais deviam estar a fazer escalas rotativas, 15 dias a trabalhar – em turnos de 6 ou 12 horas – e depois 15 dias a descansar.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em tempos de crise, os emprestados podem ser a solução do Benfica

Bruno Varela, Cristián Lema, Filip Krovinovic, Gedson Fernandes e Diogo Gonçalves são hipóteses que Bruno Lage tem a seu dispor para regressar dos empréstimos. A suspensão das competições desportivas deixa muitos clubes entre a espada e …

Trump muda de discurso. Próximas duas semanas serão "dolorosas" e podem morrer 100 mil pessoas

Esta terça-feira, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falou ao país com um discurso mudado, mais pessimista e alarmista. Com o número de doentes infetados com covid-19 nos Estados Unidos a superar os 187 mil …

Autódromo do Algarve já pode receber corridas de Fórmula 1

Pista de Portimão deverá receber ainda este ano testes privados de uma das equipas do pelotão da Fórmula 1 e pretende candidatar-se a receber os testes de inverno a partir de 2021. O Autódromo Internacional do …

Medidas de contenção já salvaram 120 mil pessoas na Europa

As medidas de contenção adotadas por vários países europeus salvaram a vida de cerca de 120 mil pessoas na Europa, revela um novo relatório de investigadores britânicos. Um estudo do Imperial College London revela que as …

Ronaldo pode regressar a Manchester. PSG também está na corrida

O Manchester United pondera trazer Cristiano Ronaldo de volta ao clube. O internacional português também está a ser seguido atentamente pelo Paris Saint-Germain. Com a Juventus a enfrentar problemas financeiros devido à pandemia de covid-19, o …

Presidente da República prepara-se para renovar estado de emergência

O Presidente da República decide, esta quarta-feira, sobre o prolongamento do estado de emergência por novo período de 15 dias, com parecer do Governo que reunirá o Conselho de Ministros para esse efeito. A reunião do …

Fisco não se compromete com reembolsos rápidos do IRS

O prazo de entrega da declaração de IRS relativa a 2019 arranca esta quarta-feira e prolonga-se até 30 de junho. Neste momento, a Autoridade Tributária e Aduaneira não se compromete com reembolsos rápidos. De acordo com …

ASAE abre processos crime por preços de álcool, luvas e máscaras inflacionados em 400%

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) abriu nove processos crime após encontrar situações em que os preços praticados de álcool, luvas e máscaras estavam inflacionados em 300% ou 400%. Estes são produtos maioritariamente usados …

Animais terrestres começaram a morrer muito antes da vida marinha no Permiano

Uma equipa internacional de geólogos e paleobiólogos descobriu evidências que poderão redefinir a linha do tempo estabelecida quando a vida começou a desaparecer na extinção do Permiano-Triássico. Há cerca de 252 milhões de anos, a grande …

Num clima de incerteza, Orçamento do Estado entra em vigor

O Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) entra em vigor esta quarta-feira, depois de ter sido publicado ontem em Diário da República.  O documento foi promulgado, a 23 de março, pelo Presidente da República, depois de ter …