Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

Enric Fontcuberta / EPA

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material.

Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, alegadamente, ter furtado dois milhões de máscaras e outro material médico de um armazém na Galiza, suspeitando a polícia espanhola que o seu destino foi Portugal.

A agência EFE, que cita fontes policiais, avança que o equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e foi adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material.

O empresário foi ouvido no sábado por um juiz do Tribunal Superior de Justiça da Galiza, e saiu em liberdade, mas continua a ser investigado pelas autoridades por ter furtado material médico no valor de cinco milhões de euros. A empresa alvo do assalto, que se dedica à venda de equipamentos médicos, está atualmente em processo de falência.

Segundo a Polícia Autonómica da Galiza, a operação começou após os agentes terem recebido o aviso de que podia haver um grande número de máscaras, luvas cirúrgicas, calças, uniformes sanitários e álcool num pavilhão industrial. A polícia refere que as máscaras foram furtadas quase na totalidade, ficando apenas no armazém cerca de mil, e todo o material foi retirado das caixas de plástico de proteção para ocultar a origem.

A Polícia Autonómica da Galiza indica que o furto ocorreu quando a pandemia de coronavírus já tinha sido declarada e estava presente em vários países, estando os seus autores cientes de que se tratava de um material muito necessário no combate à doença e escasso no mercado.

Depois de verificadas as imagens das câmaras de segurança e depoimentos de testemunhas, a investigação policial aponta para um empresário de Santiago de Compostela que foi visto junto ao armazém onde estava o material e realizou reuniões com portugueses, que também chegaram a visitar o local onde estava o material furtado.

A Polícia Autonómica da Galiza adianta que a hipótese atual é que o material furtado foi vendido para uma empresa sediada em Portugal.

De acordo com vários jornais espanhóis, a polícia da Galiza está, em colaboração com as autoridades portuguesas, a investigar quem recebeu em Portugal o material furtado e a tentar descobrir as restantes pessoas envolvidas no crime.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …

Fezes ancestrais ajudam a descobrir como o microbioma afeta a nossa saúde

Um novo estudo, realizado em Israel e na Letónia, analisou fezes ancestrais e comparou-as com o nosso microbioma para tentar descobrir pistas sobre as doenças modernas. A equipa de investigadores, que trabalhou enterrada até aos joelhos …

Santa Clara 1-2 Sporting | “Leão” mostra POTEncial nas ilhas

Ao final da tarde deste sábado, o Sporting venceu o Santa Clara por 2-1, num duelo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. …

Robô ultrarrealista pode vir a substituir os golfinhos em cativeiro em parques temáticos

A empresa de engenharia Edge Innovations, com sede em São Francisco, Estados Unidos, projetou e construiu um golfinho-robô que se parece e age quase exatamente como um. Nadando ao redor da piscina enquanto um grupo de …

PCP avisa: Abstenção é “apenas e só” para discutir o OE2021

O secretário-geral do PCP avisou este sábado que a abstenção anunciada pelo partido visa "apenas e só" fazer passar o Orçamento do Estado de 2021 a "outra fase de discussão" e recusou estar garantido um …

Convento medieval encontrado sob parque de estacionamento em Inglaterra

Uma equipa de arqueólogos britânicos encontrou um convento medieval, há muito perdido, debaixo de um parque de estacionamento em Inglaterra. Há muito que os arqueólogos britânicos especulavam sobre a potencial localização de um antigo convento medieval, …

Virgin Galactic leva cientista planetário ao Espaço pela primeira vez

O norte-americano Alan Stern será o primeiro a realizar experiências científicas financiadas pela NASA, a bordo de uma aeronave comercial da empresa espacial privada Virgin Galactic. A NASA revelou a semana passada que o cientista planetário …

Português responsável por limpeza de hospitais condecorado pela Rainha Isabel II

O português Maciel Vinagre pensou que era mentira ou engano ao ler a notificação de que tinha sido distinguido pela Rainha Isabel II pelo trabalho como responsável da limpeza de dois hospitais públicos britânicos durante …

Japonês inventa sacos de plástico "comestíveis" (para salvar o veado sagrado de Nara)

Um empresário local no destino turístico japonês de Nara desenvolveu uma alternativa aos sacos de plástico de compras para proteger o veado sagrado da cidade. Hidetoshi Matsukawa, que trabalha na Nara-ism, um agente de souvenirs, disse, …