Marcelo está preocupado com o crescimento das ditaduras. “Não é uma boa notícia”

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República está preocupado com o aumento de ditaduras no mundo. Esta terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que o grande desafio da justiça é, por um lado, mais liberdade e, por outro, mais igualdade.

No Porto, onde esteve esta terça-feira para a abertura do Congresso da União Internacional de Advogados que debateu a luta contra a escravatura, Marcelo Rebelo de Sousa questionou o aumento do número de ditaduras no mundo, afirmando não ser “uma boa notícia”, defendendo que o “grande desafio da justiça é, por um lado, mais liberdade e, por outro, mais igualdade”.

“Se olharmos para o mundo, o número de democracias vai diminuindo e o número de ditaduras vai aumentando, isso não é uma boa noticia”, afirmou o Presidente, em declarações aos jornalistas, no final da sua intervenção na Alfândega do Porto.

Segundo o Público, Marcelo sublinhou ainda que “há cada vez mais leis contra a escravatura e, infelizmente, há cada vez mais novos escravos a começar em muitos imigrantes nas redes clandestinas que os exploram”.

Durante a sua intervenção, o chefe de Estado deteve-se nos radicalismos, na xenofobia e no hipernacionalismo. “A crise nos sistemas económicos, sociais e políticos criam um tipo de tentação ao radicalismo, à xenofobia e ao hipernacionalismo e, por às vezes, ao populismo, o que é contrário à racionalidade nesses casos”, afirmou.

A justiça mereceu também a atenção do Presidente da república, que manifestou a sua preocupação pela lentidão deste setor, dizendo ainda que cabe aos advogados continuar a defender o princípios fundamentais do Estado de direito.

Ver que o “direito e a política não acompanham a velocidade da mudança científica, tecnológica, económica, financeira e social” preocupa Marcelo, que, dirigindo-se à plateia de advogados presente na sala, decretou: “Cabe a vocês defender a constitucionalidade, a legalidade, os direitos humanos e lutar contra o abuso de poder político, económico, social, administrativo”.

O congresso da União Internacional de Advogados decorre até sábado, no Porto, cidade que o Presidente da República apontou como um exemplo de liberdade e que sempre lutou pela democracia.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. coitado do marcelo…… ele fala como se vivesse numa verdadeira democracia….. esquece se de dizer que ele proprio, rasgando a constituiçao permitiu que fosse empossado primeiro ministro um politico que nao foi eleito pelo povo…..
    hipocrita demais este sujeitinho
    ao menos em cuba o povo vota e e eleito o que determina a constituiçao
    ou sera que marcelo estava a falar de outras ” ditaduras”???? sera que ele queria dizer o brasil????
    nunca me enganou esse marcelo.. desde quando mergulhou nas bostas do tejo!!!!

  2. Não sou da área politica do actual Presidente da Republica, mas aqui tenho que concordar 100% com as suas preocupações. O advento de “ditaduras softs”, que rápidamente se podem transformar em regimes autoritários, belicistas e intolerantes podem por em causa a relativa paz (nunca na História da Humanidade morreram tão poucas pessoas devido a guerras como nos últimos 40 anos) que o Mundo vive desde o fim do conflito do Vietname. O horror da 1ª e 2ª Grandes Guerras, as chacinas na Coreia e no Vietname fizeram muitos governantes compreender que só as ideias Humanistas, a tolerância e o diálogo podem levar a bom porto a grande aventura Humana.
    Quanto a “bocas” sobre o “rasgar a Constituição” é bom que se fale quando se sabe o que se diz. Somos um regime parlamentar, para quem não saiba; “”sistema parlamentar ou simplesmente parlamentarismo é um sistema de governo democrático, em que o poder executivo baseia a sua legitimidade democrática a partir do poder legislativo (representado pelo parlamento nacional)””; não votamos em pessoas, votamos em partidos políticos que depois têm que “jogar” com a composição da Assembleia da Républica.

  3. de facto tens razao quanto à forma mas o conteudo e o mesmo!!!. equivoquei me no nome peço desculpa… mas como e obvio marcelo é a mudança da continuidade de comportamento de um poder semi democratico neo socialista( marcelo pede para os partidos nao “berrarem ” sobre A VENEZUELA”)…..SERA PRECISO OUVIR ALGO MAIS????

    • Estás desculpado!!
      “poder semi democratico neo socialista”
      Lindo!… foi algum pastor da IURD que citou essas palavras?!
      Já sabemos que esses seres são os únicos que tem o “exclusivo” para falar com deus….

      • eheheheheeh…. nao percebo se e limitaçao tua ou vontade de contrariar…..mas afinal nao comentaste o me post, apenas debitaste uma parvoice qualquer que te veio a cabeça!!!!!
        agora tambem ja gostas do marcelo??? eheheheheeh….
        embora o tempo seja feito de mudança… nao deveria ser por da ca aquela palha que se mudassem as opinioes.

  4. ehehehe..portanto fica com o marcelo, com o costa com o jeronimo, com o rio com toda a equipe …..e ja que tens azia com o que eu digo…pede um beijinho presidenciavel que te fara bem. se nao fossem os erros o que seria dos escrivaes? se nao fosse a “cegueira” o que seria do detestavel?

  5. hehehheheh v

    Eehehe vai la vai todos as ralham e ninguem tem razao ,mas bem vistas as coisas iiiiii aie todos e todas RAZOESTEEMMM pois quando as BARRACAS CUBATAS ABANAM iiiiiiiii uiui os ventos assopam e quem se lixa e o MEXILHAO iiiiiiiiiiiiiiii aleluiaaaaa
    AGP

RESPONDER

Enfermeiros querem angariar um total de 700 mil euros para financiar greve

Na greve em curso, os enfermeiros angariaram 300 mil euros, conseguindo mesmo ultrapassar o objetivo ao recolherem 360 mil euros até 22 de novembro. Para uma nova greve estabeleceram a meta de 400 mil euros …

Roménia quer adotar o euro até 2024

A Roménia espera adotar o euro até 2024 e pretende contribuir durante a sua presidência da União Europeia, que começa a 1 de janeiro, para reduzir as distâncias entre antigos e novos membros. "O nosso objetivo …

Há risco de irrealismo no preço das casas em Lisboa e Porto, alerta a Moody's

A Moody's prevê que os preços das casas continuem a subir em Portugal, mas adianta que em algumas zonas os aumentos não foram normais. De acordo com a agência de rating Moody's, os preços das casas …

PSD quer cortar metade do IRS dos senhorios nos contratos com mais de 10 anos

O PSD leva esta quinta-feira à Assembleia da República dez projetos-lei sobre habitação e arredamento. Um dos projetos que vai a votos propõe que se reduza a taxa de IRS para senhorios em metade nos …

Antiga Feira Popular dá "jackpot" à Câmara de Lisboa. Medina quer gastar em casas acessíveis

A Câmara de Lisboa arrecadou esta quarta-feira mais 85,5 milhões do que estimava no leilão dos terrenos de Entrecampos, dinheiro que será investido em habitação a custos acessíveis, adiantou o presidente, Fernando Medina "O resultado desta …

Um cometa verde vai passar pela Terra na segunda-feira (e qualquer pessoa vai poder vê-lo)

A cada 5,4 anos, o cometa 46P/Wirtanen orbita o Sol, passando pelos céus da Terra durante o caminho. Este ano, a sua visita é este mês. Geralmente, o cometa 46P/Wirtanen está demasiado longe para o podermos …

May consegue adiar a sua queda, mas não tira o Brexit da corda bamba

Mais de treze horas de incerteza em que o coração de Theresa May voltou a bater depressa demais. A primeira-ministra sobreviveu à moção de censura, mas tem pela frente mais um osso duro de roer: …

Ministra da Saúde reage às demissões no D. Estefânia (e acaba por criticar a sua secretária de Estado)

A ministra da Saúde, Marta Temido, assumiu esta quarta-feira que o Hospital pediátrico D. Estefânia é “uma das jóias da coroa” e não pode ser desfalcado, mas lembrou que “não abundam pediatras no país” e …

Sócios do Sporting vão decidir em AG se Bruno de Carvalho continua suspenso

Os sócios do Sporting vão decidir no sábado em Assembleia Geral se Bruno de Carvalho vai permanecer suspenso, na apreciação do recurso do ex-presidente do clube. Da ordem de trabalho para a reunião magna, marcada para …

CDS cola Governo de Costa a Sócrates. "Um país a cair aos pedaços"

O CDS-PP "colou" nesta quarta-feira vários ministros de António Costa ao Governo de José Sócrates, responsabilizando-os pelos problemas financeiros que dificultam a recuperação de infraestruturas de "um país a cair aos pedaços". "As infraestruturas públicas estão, …