Marcelo não irá cumprimentar pessoalmente Greta Thunberg para evitar “aproveitamento político”

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República saudou na noite de domingo a breve passagem por Portugal da ativista ambiental Greta Thunberg, mas não irá cumprimentá-la à Doca de Alcântara, em Lisboa, por considerar que poderia “ser considerado aproveitamento político”.

À margem de uma visita à sede nacional do Banco Alimentar Contra a Fome, na reta final da campanha de recolha de alimentos deste fim de semana, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre a passagem por Portugal da ativista sueca, que deverá chegar a Lisboa na manhã de terça-feira, antes de viajar para Madrid para participar na cimeira sobre as Alterações Climáticas (COP25).

“O presidente da Câmara de Lisboa, e bem, vai recebê-la, tal como os deputados que patrocinam a sua vinda devem receber. Eu aí tenho uma posição mais discreta, que é de entender que é uma grande alegria tê-la entre nós, é um fator de mobilização de todos”, afirmou.

Instado se tenciona ir cumprimentar pessoalmente Greta Thunberg, cujo veleiro irá atracar na Doca de Alcântara, onde dará uma conferência de imprensa, o chefe de Estado admitiu ter hesitado, mas decidido não o fazer. “Pensei duas vezes, estar a misturar podia ser considerado um aproveitamento político por mim de uma realidade mais ampla e mais vasta e acho que não tenho esse direito”, justificou.

Na véspera da cimeira de Madrid, o Presidente da República sublinhou que as alterações climáticas são “um tema que interessa a toda a humanidade, não só aos mais jovens”.

“O facto de um dos símbolos dos mais jovens estar entre nós é bom, mas tem de atravessar toda a sociedade. Não podemos fazer disto uma guerra entre mais novos e menos novos, todos têm de perceber que é um problema comum, que tem de ser enfrentado em conjunto”, defendeu.

Em Lisboa, a jovem estará em Portugal durante cerca de 24 horas, tempo suficiente para conhecer alguns líderes portugueses dos movimentos pró-clima e para uma breve conferência de imprensa, na Doca de Alcântara, em Lisboa.

A jovem sueca esteve nas últimas semanas nos Estados Unidos para participar numa conferência climática das Nações Unidas, além de outras iniciativas, e onde chegou depois de ter conseguido um meio de transporte ecológico: viajou num veleiro de competição que não emite carbono para a atmosfera.

Uma vez chegada, repreendeu vivamente os líderes do mundo, lembrando-lhes que em condições normais, devia estar na escola, não ali. Depois da ONU, a adolescente sueca seguiu para outros lugares por via terrestre – comboio e automóvel elétrico.

Dos Estados Unidos, Greta Thunberg deveria ter seguido para o Chile, para participar na COP25, a 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas, mas a tensão política e social que se vive no país sul-americano levou a que o governo chileno cancelasse a organização da cimeira e a que esta fosse transferida para a capital espanhola, Madrid.

A mudança de planos obrigou a jovem sueca a encontrar uma alternativa de transporte que a trouxesse a tempo de regresso à Europa para a cimeira que decorre entre 2 e 13 de dezembro, tendo a opção recaído na oferta de um casal australiano que disponibilizou o seu catamarã para transportar Greta Thunberg numa segunda travessia do Atlântico. A ambientalista partiu em 13 de novembro do porto norte-americano Salt Ponds, no Estado de Virgínia.

A jovem iniciou sozinha uma greve à escola em setembro de 2018 em frente ao parlamento sueco para apelar à tomada de medidas contra as alterações climáticas, a qual inspirou um movimento global que a levou a ser recebida pelos líderes mundiais e a falar em conferências.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Digam o que disserem, concorde-se com ela ou não, o rastilho está aceso.
    Ainda bem que os jovens querem tomar posição no assunto. E não é questão de moda ou de fanatismo, é consciência, aquela que tem faltado aos pais e avós.
    Já vi comentadores, daqueles que sabem sempre muito de tudo, estarem contra ela e depois encostarem-se e concordarem com ela, porque querem estar com a maioria.
    Perceberam que ela tem razão, que o caminho é aquele e não há volta a dar.
    É preciso fazer qualquer coisa, e começa em cada um de nós, numa escolha entre o egoísmo e a inteligência…
    Não há Planeta B

    • Caro manel, como diz, não há volta a dar!
      Só que tudo o que se diga e tudo o que se pense fazer já não chega.
      As medidas teriam de ser radicais, e mesmo assim já não seria fácil. Porque ninguém está disposto a tomá-las, resta-nos esperar pelo fim.
      Há mais de 40 anos que ando a “mandar bocas” sobre esta questão. Não faltou quem se risse das minhas conjecturas, como ainda há quem por aqui passe a defender o statu quo vigente. A estes desejo que tenham muitos anos de vida para provarem que até tinham razão.

Responder a manel Cancelar resposta

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …

Londres dá o nome de Freddie Mercury a uma rua

Londres rebatizou uma das suas ruas em honra do vocalista dos Queen, Freddie Mercury. A rua em causa fica perto da primeira morada do artista na capital inglesa. Uma rua nos subúrbios de Londres, onde o …

Gil Vicente 0-1 Benfica | Vlachodimos segura liderança

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS e recuperou a liderança na tabela classificativa. Na visita ao Gil Vicente, os “encarnados” ganharam por 1-0, num jogo que foi tudo menos fácil para os campeões nacionais. O …

Exército norte-americano está a desenvolver tecidos que neutralizam agentes nervosos

A roupa das tropas norte-americanas poderá, no futuro, combater alguns dos agentes nervosos mais perigosos do mundo. Uma equipa de químicos da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, está a desenvolver um tecido capaz de neutralizar …

Mona Lisa de cubos mágicos vendida em leilão por 480 mil euros

"Rubik Mona Lisa", uma Mona Lisa feita com quase 300 cubos mágicos, foi vendida em leilão, este domingo, por 480.200 euros. A obra é da autoria do artista francês Invader. A obra de arte, que se …

Cientistas utilizam IA para criar antibiótico que mata até as bactérias mais resistentes

Investigadores norte-americanos utilizaram mecanismos de inteligência artificial para criar um poderoso, capaz de matar algumas das bactérias resistentes mais perigosas do mundo. Segundo informou o Guardian, este fármaco atua de maneira diferente dos antibacterianos existentes, tendo …

Mulheres que assinaram acordos de sigilo vão poder falar sobre comportamento de Bloomberg, garantiu o empresário

Após uma extensa repercussão sobre os acordos de confidencialidade da sua empresa, que impedem as funcionárias de falar sobre as alegações de assédio no local de trabalho, Michael Bloomberg tentou inverter o curso da polémica. "A …

Nome de Vitalino Canas para o Tribunal Constitucional não deverá ser aprovado

O nome de Vitalino Canas para o Tribunal Constitucional não deverá ser aprovado na próxima sexta-feira. PSD e BE mostram-se contra a sua nomeação. Os deputados do PSD “não estão confortáveis” com a proposta do PS …

Amazon está a remover produtos que promovem a cura contra o coronavírus

A Amazon está a retirar os produtos que alegam "matar" o coronavírus e a avisar os utilizadores da desinformação em torno deste tema. Há empresas e vendedores a aproveitarem-se do mediatismo do coronavírus e a promover …

Autoridades revelam que atropelamento em desfile de Carnaval foi intencional

O atropelamento de pelo menos 15 pessoas num desfile de carnaval hoje em Volkmarsen, no centro da Alemanha, foi intencional, segundo a polícia, que não confirmou a hipótese de atentado. Henning Hinn, da diretoria de polícia …