Marcelo não falou por uma questão de liberdade. “Os portugueses percebem”

Mário Cruz / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os portugueses compreenderam as razões pelas quais se manteve em silêncio nos últimos dias, enquanto as forças partidárias discutiam o decreto sobre a aprovação integral do tempo de serviço dos professores.

“Os portugueses percebem o meu silêncio, percebem que tudo o que dissesse limitava a liberdade”, considerou o Chefe de Estado em declarações aos jornalistas, transmitidas pela SIC Notícias, na Fundação Champalimaud, em Lisboa. “Tudo o que eu dissesse naquele período limitava decisão entre promulgar ou vetar a lei“, disse.

Marcelo entende que não se podia pronunciar “sobre uma lei que estava na ponta final para a aprovação”, da qual poderia surgir um “eventual cenário de crise institucional”. Pouco depois, afirmou, “o Presidente poderia ter de intervir”.

“O que dissesse nesse período de tempo acabava por condicionar o Presidente, não o deixar com as mãos livres para as decisões que tivesse de tomar. Não intervir significa não se pronunciar, não receber partidos políticos ou convocar partidos”, justificou.

O Presidente da Repúblico recusou depois comentar a “realidade partidária”, sobretudo no momento em que arranca a campanha eleitoral para as europeias, que se realizam a 26 deste mês. “Não me pronunciei sobre o que aconteceu na altura, não vou fazê-lo agora”.

O Chefe de Estado disse ainda que não falou com os líderes partidários durante o período de crise, ao contrário do que avançaram alguns média. O Presidente da República “intervém muitas vezes para prevenir crises mas, desta vez, entendeu que não devia limitar o seu espaço de manobra”, completou.

Quase duas semanas depois de o primeiro-ministro, António Costa, ter anunciado que se demitia caso o diploma dos professores fosse aprovado na votação final global, Marcelo quebrou o silêncio – nem quando foi operado esteve tanto tempo sem intervir.

Fontes da Presidência tinham já revelado que a agenda do Presidente seria minimizada com o aproximar das eleições. “Devagarinho“, revelaram as mesmas fontes, Marcelo Rebelo de Sousa voltará à sua “normalidade”.

De acordo com uma nota colocada esta segunda-feira publicada no site da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa, vai receber os partidos com assento parlamentar no dia 7 de junho no quadro dos seus “contactos regulares” com as forças políticas.

A Presidência da República enquadra as audiências nos “contactos regulares com os partidos políticos com representação parlamentar e decorridas as eleições para o Parlamento Europeu”, que se realizam no dia 26 de maio em Portugal.

SA, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Marcelo aos poucos percebe como tudo isto funciona. Aparecer nos bons momentos para comemorar e tirar selfies e nos maus para tirar selfies e dar abraços. Nos momentos complexos deixar acalmar e depois reaparecer como se nada tivesse acontecido.

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …