Marcelo não entende por que Portugal continua na “lista negra” do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na “lista negra” do Reino Unido.

Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de Alvor, Marcelo Rebelo de Sousa disse não entende porque é que o Reino Unido continua a excluir Portugal da lista de países com corredor aéreo, impondo a quarentena aos viajantes oriundos do país.

“Na situação atual, ainda mais do que há uma, ou há duas, ou três, ninguém percebe porque é que o corredor aéreo britânico não abre”, disse Marcelo. “Se não abre agora, quando é que abre? Estarmos à espera de zero casos… nenhum país vai ter zero casos. O que se assiste na Europa é, até, uma evolução oposta àquela que está neste momento de estabilização em Portugal”.

Esta sexta-feira, o Reino Unido decidiu retirar França, Países Baixos e Malta da lista dos corredores britâncios. Portugal ficou de fora logo a 3 de julho.

Questionado sobre a entrevista à ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, na qual a governante admite não ter lido o relatório da Ordem dos Médicos sobre o ocorrido num lar em Reguengos de Monsaraz, onde morreram 18 pessoas, Marcelo disse que leu todos os relatórios.

“Eu li. Li vários relatórios. É preciso ver que é preciso lê-los todos”, disse Marcelo. “Não há um, há quatro. Um mais pequeno, que é a posição do presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz. Outro um bocadinho mais longo, que é da fundação proprietária do lar. Um bastante mais longo, que é da ARS, portanto, das autoridades de saúde. E um que é talvez o mais longo de todos, 49 páginas, salvo erro, que é o da Ordem dos Médicos, que não tem exatamente a mesma versão sobre os acontecimentos, sobretudo, mas em alguns pontos convergem”, disse.

Questionado sobre a importância de ler os relatórios, o Presidente disse que “é evidente que todos os relatórios são importantes. São muito técnicos, mas são importantes, porque têm matérias a que chegam e são diferentes.”

Este sábado, Ana Mendes Godinho assumiu, em entrevista ao Expresso, que não leu o relatório sobre Reguengos de Monsaraz, mas considerou que a dimensão dos surtos de covid-19 em lares “não é demasiado grande em termos de proporção”.

Marcelo referiu que um novo confinamento iria traduzir-se num “ciclo vicioso terrível para as economias”. “Se economias, por exemplo, a Alemanha estão a tentar conviver com esses fenómenos estão a tentar encontrar medidas, o uso da máscara de forma mais intensiva nomeadamente em via publica, mais medidas preventivas, mas não pararam a atividade económica”, explicou Marcelo. “A sensação que têm essas economias é não sabendo quanto tempo vai durar não é possível estar a fazer um novo cofinamento integral”.

Marcelo também frisou que “aquilo que se tem chamado segunda é a mesma vaga com altos e baixos e neste momento com um alto. Portanto, em países que estavam num baixo, estão a conhecer o alto”.

O Presidente considerou que “a segunda vaga é um agravamento, porque a vaga nunca deixou de existir. Isto não é um fenómeno sazonal, isto está a ser um fenómeno estrutural, até se arranjar vacina. Portanto, temos de estar habituados à ideia de conviver sabe-se lá por quanto tempo”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …