Marcelo pondera Emergência até ao verão (e abraça segundo mandato em “união total” com o Governo)

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa teve pouco tempo para se preparar para abraçar o segundo mandato. A máxima está definida: o Presidente da República é o mesmo e não muda, mas quer mudanças.

No passado domingo, Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito Presidente da República com 60,76% dos votos. No seu primeiro ato público do segundo mandato, pouco mais de 24 horas depois da reeleição, o chefe de Estado surgiu ao lado do primeiro-ministro em “união total” – palavras do próprio – pelo combate à pandemia de covid-19.

De acordo com o Expresso, o plano é esse: até ao verão, o Presidente vai manter-se ao lado do Governo para gerir a situação frágil em que o país se encontra na sequência da crise pandémica.

A Marcelo cabe ir decretando o estado de emergência e, segundo avançou ao semanário, o Presidente não exclui ter que o prolongar até ao verão. Cabe-lhe ainda dar cobertura ao atual confinamento, sendo que as previsões apontam para mais dois meses.

Depois da reeleição, Marcelo Rebelo de Sousa abraça agora um segundo mandato com a missão de segurar o país e manter a união com o Executivo. Neste primeiro ciclo, o Presidente quer manter-se atento aos apoios para a crise económica e social, ao cumprimento do processo de vacinação e ao plano para aplicar os fundos de Bruxelas.

Depois do verão, as autárquicas. Em 2018, Marcelo Rebelo de Sousa disse que estas eleições são potenciais pontos de viragem nos ciclos políticos. Se nos próximos seis meses a prioridade é a crise sanitária, depois do verão a política pode assumir o protagonismo.

Os resultados do PSD e do CDS-PP, em outubro, vão condicionar a agenda do congresso social-democrata, previsto para o início de 2022. A continuação de Rui Rio ao leme não é certa, o regresso de Pedro Passos Coelho é tema e o futuro mantém-se incerto.

O Expresso escreve ainda que, com Passos ou com Rio, essa será a fase dos “jogos partidários” e Marcelo Rebelo de Sousa tenderá a não se imiscuir. O único objetivo é criar uma alternativa forte, que passará sempre pelo PSD.

Sem dar sinais de campanha pela direita, Marcelo vai concentrar-se na aprovação de Orçamentos do Estado e em afastar potenciais crises políticas. O próprio, em declarações ao Expresso, admitiu: “o Presidente é o mesmo, mas as situações vão mudando“.

Se por um lado rejeita ter andado com o Governo ao colo, vaticinando que fez o que entendeu ser melhor em cada momento, Marcelo afirma, por outro, que em momentos diferentes atua de forma diferente. E isso é o que tenciona fazer no futuro.

ZAP //

PARTILHAR

66 COMENTÁRIOS

  1. Perante tudo aquilo que temos assistido (procurador europeu, sef, desempenho do governo na pandemia, escolas públicas totalmente impreparadas para o ensino à distância, a juntar ao desempenho do governo nos incêndios e muitas outras situações já do passado) estaria este governo em funções num qualquer país desenvolvido?

  2. Situação muito complicado, todos temos de contribuir e cumprir com a nossa responsabilidade, neste momento tão difícil é preciso que todos estão unidos para ultrapassarmos este grande problema, embora nem sempre esteja de acordo com o governo e com o presidente da república, apoio totalmente as medidas tomadas, para que possamos em definitivo superar esta pandemia.

    • Ah, Ah, Ah…
      Então não vês que as regras de contratação pública foram alteradas e nomearam um procurador europeu amigalhaço?! Já antes tinham substituído o presidente do tribunal de contas e a procuradora geral da república.
      Já percebeste agora para onde é que vai o dinheiro?
      Olha… o PM acabou de ser apanhado em escutas no caso do lítio/hidrogénio… E queriam que as escutas fossem destruídas. Felizmente ainda há alguns magistrados sérios e penso que uma ou duas sobreviveram.
      E já agora, a Europa não deu dinheiro para pagar às pessoas para ficarem em casa. Deu dinheiro para a retoma das economias com uma forte aposta na economia verde e por aí fora.

  3. Por mim não me importo que o Passo volte ao PSD e substitua o Rio. Assim o PSD acaba por desaparecer. Por outro lado, se isso acontecer, a extrema direita (Chega + Venturinha que se demite mas afinal nem por isso) ganhará mais presença e isso é mau para a democracia. Por isso… NÃO VOLTES PASSOS!!! Deixa-te estar debaixo da pedra onde te escondeste! Não melgues o pessoal! Já devias estar mais que satisfeito pela b osta que fizeste ao país nos quatro anos e meio. DESAPARECE!!!

    • Vives em que Portugal?
      Não tivesse sido o passos a pagar a dívida e a reduzir o encargo público e agora não tinham nem para pagar o combustível das ambulâncias!!

      • O quê!? De certeza que é você que não vive em Portugal!!! Vive concerteza no mundo de fantasia do passos. “pagou a dívida”? Mas que rico pagamento! Privatizou uma data de empresas (a preço de saldo) cruciais para a sociedade portuguesa e até vendeu uma empresa quando já não o podia fazer (TAP) porque estava em gestão. Você é que não vive em Portugal. Vai demorar muitos anos para tentar concertar as c agadas que o passos fez com as vendas ruinosas (privatizações) que fez e que vão continuar a lesar o Estado (que somos todos nós!) durante anos a fio. E… quem acabou por pagar a dívida até acabou por ser o governo do Costa (o primeiro)… Mas você não vive em Portugal por isso desculpo-o.

        • Se não tivéssemos nacionalizado a TAP agora não tínhamos os custos com ela.
          O governo tem de governar o pais não perder tempo a governar empresas.

          Quanto a pagar a divida deixada pelo socrates que necessitou a intervenção do FMI, se ele não a pagou, então ele era melhor do que eu pensava, porque conseguiu a Europa pensar que ele pagou e a retirar as auditorias (FMI) do pais e que permitiu que o costa revertesse muitas das medidas, como por exemplo as 40 horas da FP.

          Eu vivo em Portugal, apenas faço parte daquela fracção que trabalha e paga impostos e não recebe apoios do estado … sabe, aqueles que pagam impostos que permitem ao estado pagar subsídios aos que não pagam impostos.
          Fui educado a gastar menos do que ganho (ou no máximo, o que ganho) e se recorro a empréstimos (como ja varias vezes fiz), então pagar de acordo com o contratado.

          Sim, vivo em Portugal mas sou parte dos portugueses estúpidos e arrogantes que gostam de viver do seu próprio trabalho e andar de cabeça erguida enquanto dizem com tranquilidade e honestidade, não devo nada a ninguém.

          • Sabe. Não percebo essa hostilidade. Nunca disse que não era trabalhador e honesto. Critiquei (e criticarei sempre!) aquilo que o Passos fez ao país, mas… Vou criticar sempre aquilo que TODOS os governantes fizeram ao longos dos anos ao país. A única diferença entre todos é que o Sócrates foi “apanhado” (entre aspas porque ainda não há nada provado contra ele e nem haverá) porque mexeu com os interesses dos juízes e não fez a vontade aos jornalistas. Com isto não quero dizer que ele é honesto ou inocente! É apenas um bode espiatório de péssimas gestões do país, com o Passos bem na frente!
            Quanto á TAP, concordo em parte que se já devia ter acabado com ela (e não vendida). Há décadas que só dá prejuízo e o Estado (nós – os pagantes e não pagantes de impostos) continua a enterrar dinheiro nela! Referi foi o negócio ruinoso que o passos fez que lesou todos nós e que o Costa tentou amenizar ao máximo a borrada que o governante em gestão fez.
            Quando digo que ele não pagou a dívida ao FMI foi porque só se começou a pagá-la depois do governo mal fadado do passinhos. “então ele era melhor do que eu pensava, porque conseguiu a Europa pensar que ele pagou e a retirar as auditorias (FMI) do pais e que permitiu que o costa revertesse muitas das medidas”. Não! EAcha que el foi assim tão bom? Fazer o povo passar pelo que passou? O tal enorme aumento dos impostos? Fala-se muito que o PSD e o CDS só seguiram o acordo de entendimento assinado pelo governo com o FMI. Pois… É mentira! Para além do PSD e o CDS também terem assinado, (e tiveram intervenção concerteza) esse desgoverno foi para além d acordo apertando com os portugueses trabalhadores e contrinbuintes e… honestos. Repare que ele não atacou os grandes capitais. Foi ao pequenino… E ainda acha que ele “ele era melhor do que eu pensava”. Pois… E eu sou o Pai Natal e o coelhinho da Páscoa… ao mesmo tempo!
            Mas… irrita-me quando continua a afirmar (e não é só você) que foi o Sócrates que deixou uma grande dívida no país. Qualquer pessoa com dois dedos de testa consegue ver que as dívidas forma acumuladas de governos anteriores (laranjas ou rosas) e que só se conseguiu ver a careca porque rebentou a crise económica e já não dava para disfarçar. Talvez o barrosinho soubesse que algo iria acontecer e pirou-se para onde iria trabalhar menos e receber muito mais.
            Eu, vivo em Portugal (com muito orgulho do país mas nem por isso relativamente a muitos portugueses) não trabalho mas também não recebo qualquer subsídio, mas infelizmente tenho de recorrer a quem me ajude a subsistir. Mas isso não me faz menos atento ao que se passa á minha volta nem menos honesto e; de uma forma ou doutra, acabo por pagar impostos também!
            Para finalizar, tenho pena que pense assim, mas estamos numa democracia e isso nos é permitido… ainda!

            • O pior cego é aquele que não quer ver 😉

              compara os impostos que pagavas com o passos e os que pagas agora e diz-me lá depois onde ele foi assim tão mau!!!

            • Pois… O pior cego é aquele que não quer ver. Ora compare lá os impostos! Agora se se referir ao grande capital… é capaz de ter razão, mas esses merecem pagar mais!

          • Nao tinha visto este delirio sobre a TAP…
            Toda a gente minimamente informada tem obrigação de saber que risco e a dívida da TAP sempre estiveram do lado do Estado!!
            Dizer que, sem a nacionalização, agora não haveria custos para os contribuintes, ou é ignorância atroz ou pior…

  4. Se o Senhor Presidente deixasse as selfies e os afectos e tratasse de cumprir as funções para que é pago, não estaríamos como estamos. Se é pará dar o amen ao dr. Costa em tudo, qualquer um serve. Acho que seria mais incómodo para o Senhor Primeiro Ministro o Sr. Vitorino de Rans, do que o Professor Marcelo Rebelo de Sousa. Nunca pensei vir a ter saudades do Professor Aníbal Cavaco Silva. Mas a verdade é que o actual e reeleito Presidente me faz ter saudades

      • Melhor? Porquê? Por causa das selfies e da idade? Vá tratar desse cérebro, se fizer favor. E depois, pergunte ao António Costa se ele já foi pelo mesmo caminho.

      • Com excepção de António Ramalho Eanes foram todos maus. Ainda assim, os piores, Soares e Sampaio vieram da área socialista. Deve dar que pensar. Cavaco e Marcelo não são melhores. Mas entre o anterior e o actual, pelo menos o anterior tinha sentido de Estado, algo de que carece o actual Presidente. Mas são opiniões esta é a minha, que sou Monárquico.

        • O quê? Ramalho Eanes foi bom? Ui! A sério? Quando? Mas… Já deu para ver… “Soares e Sampaio vieram da área socialista”. Ok… se vem da área socialista é mau de certeza. Se ajuda para os lados da esquerda, é mau de certeza. Já entendi

          Bem… Mas essa de dizer que “Com excepção de António Ramalho Eanes foram todos maus.”, se não foi um caso sério, seria a piada do século (do XIX, do XX e do XXI!!!)

          • É a minha opinião. Aceito que discorde. Mas ainda assim é a minha opinião. Como alguém escreveu é preciso não esquecer que Sampaio possibilitou a ascensão de Sócrates. Além de ter protegido um bando de pedófilos (as escutas são públicas). Pela bitola de Sampaio, quantas vezes deveria Marcelo ter dissolvido a AR? E, por favor, o Senhor e os demais, parem de me atribuir simpatias que não tenho. Uma última questão: acaso é daqueles democratas que louvam a democracia quando todos pensam como o Senhor?

          • Umas notas adicionais:
            1′- não gosto de militares;
            2 – também nunca fui apreciador da pose algo altiva de Ramalho Eanes;
            3 – mas em caso algum isso devero influenciar o juízo do seu desempenho. Não se lhe conhecem problemas com a aquisição de casa e com negócios de acções, não se lhe conhecem problemas com tráfico de diamantes e marfim, não protegeu pedófilos nem mendigou tachinhos para os filhos nas empresa do regime e/ou avenças de excepção no Estado;
            4 – na verdade até foi prejudicado em relação a todos os sucessores e jamais se lamentou de tal;
            5 – por último, raramente falou acerca da vida pública depois de sair da Presidência. Nesse particular, só Sampaio se compara.
            É-me muito confortável este papel: posso criticar ou elogiar todos e qualquer um. Não dependo de partidos, e nem sou republicano. Posso pensar livremente, sem os constrangimentos que toldam o juízo e o discernimento de alguns dos senhores. É muito cómodo.
            Quanto ao medievalismo a que outro detractor aludiu, não é por sermos modernos que somos melhor governados, e por famílias diferentes daquelas que pintificavam na época “medieval”.

        • O sentido de Estado foi tanto ao ponto de inventar um caso como a das escutas a Belém…
          Eu também sou a favor do sistema medieval da monarquia – desde eu seja eu o Rei!

          • Tem provas? É que de Sócrates a tentar interferir com os negócios (bancos, telecomunicações, etc.), imprensa e com o Estado de direito, há-as aos montes. Note-se: não gosto de Cavaco. Foi apenas um pouco menos mau que os demais.
            Relativamente à segunda afirmação ela é desnecessária e redundante. Basta lermos os seus comentários para sabermos que o Senhor é apologista de toda e qualquer forma de governo desde que quem manda, pense da mesma forma. Um daqueles democratas que louvam a democracia quando todos pensam como alguém manda. Quiçá uma democracia como a do 1984, a da Coreia do Norte, China, Rússia, Venezuela e a do Camarada Cunhal.

            • Ehehehe… até para desculpar a múmia, lá tinha que vir o Sócrates, a Coreia do Norte, a China, etc… nunca falha!…
              A Coreia do Norte é uma monarquia (e os outros países referidos não andam longe)… não foste tu que disseste que eras monárquico??

            • Há provas contra o Sócrates (e aos montes)? Há? Então comunique-as ao Mnistério Público porque ainda ninguém conseguiu condená-lo!!! Faça o seu dever cívico!

            • Para o Senhor Eu!: Quantas vezes terei de repetir que não nos conhecendo, não me trata por tu? Lei a resposta que dei ao Sr. A Sério? Leia o ponto 2. Não sou adepto de Cavaco Silva. Em momento algum votei nele. Não simpatizo com a pessoa. Há episódios inenarráveis. O da reforma é um deles. Mas o não gostar da pessoa não quer dizer que não tenha espírito crítico. Entre o actual e o anterior Presidente, já o escrevi: mesmo não gostando dele, prefiro o anterior.

              Quanto ao Senhor Dever Cívico: não preciso. O MP tem-nas. E teria mais, não fosse a destruição de umas certas escutas. Há até um certo DVD muito conhecido. Mas, seguramente não foi por isso que teve escolta do aeroporto Humberto Delgado até ao EP de Évora. Talvez tenha sido pelo cofre que fabricava escudos e os trocava por euros…

              Calado o Senhor avençado era um poeta

            • Não gosta de se tratado por “tu”, mas não hesita em insulatar, chamando “avençados” a quem tem opiniões diferentes!…
              Eu, mesmo não sendo apoiante do Marcelo, acho que ele dá “mil-a -zero” ao Cavaco – em tudo!!

          • O sentido de Estado foi tão pequeno ao ponto de não se ter inventado um caso como o das escutas de Belém, em Paredes de Coura…
            Eu também não sou a favor do sistema pós-medieval da república – desde que eu seja o Presidente!

            • Se a carapuça lhe serviu… É que até nem lhe era dirigido. Mas, enfim, que dizer?
              De todo o modo, respeito a sua opinião, que é legítima, mas da qual discordo.
              Em todo o caso já se percebeu que não vale a pena perdermos tempo um com o outro. Temos posicionamentos muito diferentes.
              Cumprimentos

          • Ninguém decidiu inventar coisas. As escutas permitem-nos perceber que a vigarice é real, e que está em todo o lado. “Eu!”, não vivas num mundo de fantasias políticas. Cresce e aprende!

    • O pior Presidente da República? Antes de 1976 não tenho opinião, mas depois de 1976, foi sem dúvida nenhuma o Sr. Sampaio!!
      É que o homem nem sabe ler! Então não é que diz na Constituição que quando o Primeiro Ministro fique fisicamente impedido de exercer o cargo, tem que ser dissolvida a AR e convocar novas eleições?! E então porque é que ele meteu lá o Sr. Santana Lopes? Porque nessa altura, se houvessem eleições quem ganharia,e com maioria absoluta, era o PSD. Então meteu lá o Santana, para o “cozinhar em lume brando” até o PS recuperar, e então depois Zás, meteu lá o Sócrates… E o resto já todos sabem…

  5. Boa tarde , apenas sou da opiniâo que nos momentos complicados e dificeis como este todos devemos fazer o nosso melhor para ultrapassarmos esta situação, isso não quer dizer que concorde com tudo o que este governo e o Presidente da Republica determinam, bem pelo contrário , sempre pensei pela minha cabeça e não pela dos outros, não pertenço a seita nenhuma nem quero pertencer, estou me nas tintas se o governo é de esquerda, centro ou direita, azul ou amarelo, o que me importa é que o país progrida e os portugueses todos sem exceção vivam melhor, o resto não interessa para nada…

RESPONDER

PSD/CDS apresenta queixa na CNE contra presidente da Câmara de Paredes

A coligação PSD/CDS apresentou uma queixa na CNE contra o presidente da Câmara de Paredes, no distrito do Porto, por ter usado meios da autarquia na campanha do PS. A coligação PSD/CDS-PP que concorre à Câmara …

Os perfeccionistas têm mais tendência a desistir dos seus objetivos

As pessoas perfeccionistas têm mais tendência a encarar os seus problemas como situações fora do seu controlo, de acordo com um estudo recentemente publicado no Journal of Clinical Psychology, que também explora o porquê de …

Astrónomos mapeiam grãos de poeira interestelar na Via Láctea

Entre as estrelas da Via Láctea, grandes quantidades de pequenos grãos de poeira flutuam sem rumo. Apesar de formarem os blocos de construção de novas estrelas e planetas, ainda não se sabe quais os elementos …

Inteligência Artificial aprendeu a pintar como Rembrandt

Investigadores ensinaram uma rede neural de Inteligência Artificial a recriar a magnum opus de Rembrandt, à qual lhe faltavam partes da obra original. O cientista Robert Erdmann trabalhou lado a lado com o Rijksmuseum, o museu …

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …