“Seis anos de corajoso serviço.” Marcelo condecora Marques Vidal

Miguel Figueiredo Lopes / Presidência Da República / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pela anterior procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal

Marcelo Rebelo de Sousa condecorou, esta segunda-feira, Joana Marques Vidal com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo – uma condecoração que é “mais, muito mais, do que um gesto protocolar na linha da tradição”. 

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, não deixou de lado os elogios ao condecorar a anterior procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, destacando os seus “seis anos de corajoso e dedicado serviço à causa pública”, numa cerimónia que não foi tornada pública esta segunda-feira.

O Presidente da República reiterou, no entanto, a convicção de que “nada nem ninguém travará” o combate à criminalidade e, em particular, à corrupção e defendeu que a democracia se faz “do primado das instituições”.

Marcelo Rebelo de Sousa deixou estas mensagens numa cerimónia de condecoração que não foi tornada pública e que posteriormente foi divulgada através de uma nota no portal da Presidência da República, acompanhada de fotografias e de um vídeo.

Na sua intervenção, o chefe de Estado declarou que, “sendo um reconhecimento nacional por seis anos de corajoso e dedicado serviço à causa pública“, a condecoração de Joana Marques Vidal “é também um louvor a toda uma magistratura”.

“É essa uma das forças da democracia que importa reafirmar nestes tempos. Ela faz-se do primado das instituições, mesmo quando, como é o caso, elas se afirmam e enriqueçam com a inteligência e a vontade dos seus mais devotados líderes”, acrescentou.

O chefe de Estado condecorou Joana Marques Vidal na Sala dos Embaixadores do Palácio de Belém, em Lisboa, na presença do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, do primeiro-ministro, António Costa, dos ministros da Defesa, João Gomes Cravinho, e da Justiça, Francisca Van Dunem, e da atual procuradora-geral da República, Lucília Gago.

A Ordem Militar de Cristo destina-se a distinguir “destacados serviços prestados ao país no exercício das funções de soberania”. A condecoração de Joana Marques Vidal, que foi procuradora-geral da República entre 2012 e 2018, acontece 10 dias depois da posse da sucessora, Lucília Gago, que teve lugar também na Sala dos Embaixadores.

Segundo Marcelo, esta distinção “representa um reconhecimento público, nacional, manifestado pelo Presidente da República, ao abrigo da legitimidade que a Constituição e o voto popular lhe conferem” e “mais um momento para reafirmar a importância da missão da justiça, do Ministério Público, do combate contra a criminalidade e, em particular, contra a corrupção”.

Nada nem ninguém travará o que é uma prioridade decisiva para a moralização da nossa vida coletiva”, defendeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Secretário de Estado da Saúde ameaça "privatizar" ADSE

Francisco Ramos, secretário de Estado Adjunto da Saúde responsável pela ADSE, afirma que o subsistema de saúde pode acabar privatizado se não prosseguir o interesse público. Em tom de desafio diz: "privatize-se". "A ADSE ainda é …

"Não se esqueçam de agradecer a PSD, PS e CDS-PP" pelo corte de sustentabilidade na pensão

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusou este domingo o PS, PSD e CDS-PP de utilizarem a União Europeia (UE) “como desculpa sempre que querem travar” conquistas laborais para todos os que vivem …

Museu de Nova Iorque devolve ao Egito "caixão dourado" roubado em 2011

O Museu Metropolitan (MET) de Nova Iorque vai devolver ao Egito um sarcófago roubado em 2011, durante as manifestações da chamada "Primavera Árabe", anunciou este domingo a instituição nova-iorquina. Construído em ouro para o sacerdote Nedjemankh, …

Quase um terço da população chinesa terá mais de 65 anos em 2050

Trinta por cento da população chinesa terá mais de 65 anos, dentro de três décadas, informou hoje um jornal chinês, ilustrando o rápido envelhecimento do país, apesar de ter abolido a política de filho único. “O …

Trump pede à Europa que julgue os seus "jihadistas" (ou os EUA terão de os libertar)

O presidente dos Estados Unidos apelou aos países europeus, nomeadamente o Reino Unido, a França e a Alemanha, para repatriarem e julgarem os seus combatentes do Estado Islâmico feitos prisioneiros na Síria. Caso contrário, aponta …

Depois de 11 mortes e 1800 condenações, franceses querem o fim dos Coletes Amarelos

A maioria dos franceses defende que devem parar os protestos nas ruas dos “coletes amarelos”, três meses após o início das primeiras manifestações que fizeram 11 vítimas mortais, noticia esta segunda-feira a agência France Presse. Uma …

Uma tese de doutoramento levou Marcelo à capa do El País

A tese de doutoramento sobre Marcelo Rebelo de Sousa é de autoria de uma professora universitária e jornalista da RTP. O tema já chegou ao jornal espanhol El País. O jornal percorre as provas de popularidade …

Seguros de saúde sobem para 2,6 milhões com crise no SNS

No primeiro semestre de 2018 o número de contratos de seguros de saúde aumentou 3%, em termos homólogos, para 2,6 milhões, escreve esta segunda-feira o Jornal de Notícias na sua edição impressa. Os dados, da Autoridade …

PSP usa critérios étnicos para avaliar risco de bairros problemáticos

Apesar de a recolha de dados étnico-raciais não ser permitida em Portugal, a PSP utiliza ainda critérios étnicos na avaliação do grau de risco de zonas urbanas sensíveis (ZUS), avança o jornal Público esta segunda-feira. Segundo …

Pyongyang fala em “momento decisivo” em vésperas de nova cimeira com Washington

O principal diário norte-coreano, Rodong Sinmun, escreve esta segunda-feira que o país enfrenta "um momento decisivo", em termos de desenvolvimento económico, a pouco mais de uma semana da cimeira entre o líder norte-coreano e dos …