Marcelo apoia intervenção de Costa na banca

Marcelo Rebelo de Sousa considera que António Costa agiu para defender o interesse público e manter o sistema financeiro estável, mas avisa o Governo que não passa “cheques em branco”.

Na cerimónia de apresentação de cumprimentos do Governo ao Presidente da República, realizada esta quarta-feira na Sala das Bicas do Palácio de Belém, o primeiro-ministro, António Costa, renovou o “compromisso de máxima lealdade e cooperação” com o chefe de Estado, assegurando “toda a permanente disponibilidade” dos membros do Governo para cooperar com o Presidente da República.

Marcelo Rebelo de Sousa, por sua vez, desejou “o êxito da atividade governativa, porque significará o êxito de Portugal”.

O Presidente sublinhou que “nenhum Presidente da República passa cheques em branco a nenhum Governo, mas nenhum Presidente da República deve ter preconceito em relação a nenhum Governo”.

“É fundamental que haja sucesso na atuação dos órgãos de soberania, sucesso na atuação do Governo, num momento em que se impõe na sociedade portuguesa uma pacificação, uma desdramatização, uma descrispação, uma estabilidade política, económica e social. É aquilo que eu sinto que as portuguesas e os portugueses querem. É isso que deve ser o desígnio da atuação dos órgãos de soberania”, considerou o Presidente.

Costa fez bem

Na cerimónia de hoje, perante o governo em peso, Marcelo considerou que António Costa atuou bem ao intervir no caso do BPI, depois de no sábado o Expresso ter noticiado que o chefe do governo se reuniu com Isabel dos Santos.

O Presidente da República considerou importante a ação do Primeiro-Ministro em defesa da estabilidade do sistema financeiro, justificada por um “sistema que tem uma forte componente pública” e “pela propriedade de uma instituição e também pelo envolvimento de dinheiros públicos fora dessa instituição”.

Marcelo começou por dizer que, em matéria de sistema financeiro, deixou claro, no seu discurso de posse, “o essencial do que pensa o Presidente da República e pensará até ao fim do seu mandato”.

“Primeiro, que mais vale prevenir do que remediar, a pensar na estabilidade do sistema financeiro. Segundo, que não pode haver ostracismos, a pensar no princípio da igualdade consagrado na Constituição. Finalmente, não deve haver dependências contrárias ao interesse nacional, a pensar no princípio da independência nacional, também consagrado na Constituição”, enunciou.

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que a Constituição “subordina o poder económico ao poder político“, daí que considere “natural que o Governo, como aliás todos os governos da União Europeia nomeadamente da zona euro, estejam permanentemente atentos àquilo que é a garantia da estabilidade do sistema financeiro, nomeadamente quando essa liberdade envolve processos legislativos ou pode envolver”.

No entanto, o chefe de Estado faz questão de diferenciar a partidarização da economia – “a sobreposição do poder económico ao poder político, a partidarização da vida empresarial, intervenções em função de interesses privados ou particularistas” -, e a defesa do interesse nacional, “duas realidades diversas, que é bom que não sejam confundidas na vida nacional”.

Segundo o Presidente da República, “justifica-se essa intervenção a pensar na estabilidade do sistema financeiro, a pensar na afirmação do interesse público” e tendo em conta a “forte componente pública” do sistema bancário português,

“São duas realidades diversas que é bom que não sejam confundidas na vida nacional”, vincou.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. OS PORTUGUESES NAO PODEM FINANCIAR A BANCA ISSO E ILLEGAL! ESTE PRESIDENTE ESTA A LESTE DAS COISAS. ESTE ANO PORTUGAL VAI TORNAR_SE O PAIS MAIS POBRE DA EUROPA. E ESTES POLITICOS VEM DAR INFORMACOES QUE VIVEMOS NO PAIS DAS MARAVILHAS? ELES UNEM_NE NA MANIPULACAO DO POVO PORTUGUES

RESPONDER

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …