Manuel Alegre também não gostou de ouvir Costa sobre recandidatura de Marcelo

SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

Manuel Alegre com António Costa

Sobre as presidenciais, Manuel Alegre nada diz. No entanto, admite não ter gostado de ouvir António Costa apoiar uma eventual recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa.

“Como Ana Gomes, não gostei do que se passou na Autoeuropa. As regras têm de ser respeitadas fora e dentro do partido. Irei conversar com ela”, declarou Manuel Alegre em declarações ao jornal Público, depois de António Costa ter apoiado, ainda que indiretamente, uma eventual recandidatura de Marcelo à Presidência da República.

O histórico do PS disse ao diário que não gostou de ouvir Costa porque é preciso respeitar as regras dentro do partido.

Lembrando que “também não há nenhuma declaração formal do PS, nem podia haver”, Alegre disse que, “segundo a Constituição, os candidatos apresentam-se e são propostos por um mínimo de 7500 cidadãos eleitores. O partido pode ou não apoiar através de decisão democrática dos órgãos próprios. No PS sempre foi assim”.

Sobre a eventual candidatura de Ana Gomes à Presidência, Manuel Alegre nada tem a dizer: “Ainda não há candidatos. Não sei quem vou apoiar”, afirmou.

No passado dia 13, António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa visitaram a Autoeuropa e, na hora dos discursos, o primeiro-ministro lembrou que, em 2016, no primeiro mandato do Presidente, tinham visitado a fábrica juntos, e que, agora, voltava a visitar a fábrica na companhia do chefe de Estado, no último ano do mandato de Marcelo.

“Proponho que a data para a terceira visita seja para o ano, no primeiro ano do segundo mandato do Presidente da República”, disse António Costa.

A declaração causou desconforto e indignou Ana Gomes, que, depois destas declarações, afirmou que está a ponderar uma eventual candidatura a Belém.

Para a ex-eurodeputada, o episódio foi “lamentável, deprimente mesmo”. “Nunca se viu. O lançamento do Presidente da República ser anunciado numa fábrica de automóveis por alguém que nem sequer estava na qualidade de dirigente partidário, mas na qualidade de primeiro-ministro”, afirmou.

Ana Gomes também criticou o presidente do PS, Carlos César, pelas suas declarações ao Público, em que remeteu o congresso previsto para este ano para depois das eleições presidenciais, acusando-o de falar com “uma leviandade paternalista insuportável”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Costa é um líder partidário bom, um homem do aparelho, conhecedor da máquina partidária e pragmático no diálogo e no estabelecimento de consensos com outras forças políticas. Mas nunca foi um primeiro-ministro de grande rasgo. E nunca será um estadista.

  2. Não fazendo futurologia só tenho a dizer que depois de esgotados os mandatos do Marcelo, o próximo Presidente da República será, sem a menor dúvida, o atual PM António Costa.

RESPONDER

Novo primeiro-ministro belga nomeado após 16 meses de crise política

O atual ministro das Finanças da Bélgica, Alexander de Croo, toma posse esta quinta-feira como primeiro-ministro, depois de ter sido na quarta-feira formalmente nomeado para o cargo, pondo fim a uma longa maratona de 16 …

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …