“Ataque à democracia”. Manifestantes contra restrições da covid-19 tentaram invadir Parlamento alemão

Clemens Bilan / EPA

Protestantes contra as restrições impostas pela pandemia de covid-19 tentaram invadir o Parlamento alemão (Reichstag)

Protestantes contra as restrições impostas pela pandemia de covid-19 tentaram, este sábado, invadir o edifício do Parlamento alemão (Reichstag), em Berlim. As autoridades detiveram cerca de 300 pessoas.

As imagens de sábado mostram centenas de manifestantes a tentar forçar a entrada no edifício do Parlamento alemão. Alguns conseguiram mesmo romper a barreira de segurança e subiram as escadas do edifício a correr, antes de serem detidos pela polícia.

De acordo com o site Deutsche Welle, o protesto em Berlim contra as restrições impostas pela pandemia de covid-19 juntou cerca de 38 mil pessoas. Muitos dos envolvidos usavam roupa e envergavam bandeiras associadas ao movimento Reichsbürger, que nega a legitimidade do Estado alemão pós-guerra e quer o regresso das fronteiras de 1937.

Segundo o senador do Interior de Berlim, Andreas Geisel, as autoridades locais detiveram cerca de 300 pessoas, das quais 200 diante da embaixada da Rússia, onde cerca de três mil apoiantes do Reichsbürger e extremistas de direita lançaram pedras e garrafas contra a polícia.

Este domingo, vários políticos alemães mostraram a sua indignação contra a tentativa de invasão do Reichstag, entre os quais o Presidente Frank-Walter Steinmeier. Num comunicado divulgado nas redes sociais, o chefe de Estado definiu as “bandeiras do Reich e obscenidades de extrema direita em frente ao Bundestag” como “um ataque insuportável ao coração da nossa democracia”. “Nunca o aceitaremos”, destacou.

Em entrevista ao jornal Bild am Sonntag, o ministro do Interior, Horst Seehofer, também lembrou que “o edifício do Reichstag é a sede do nosso Parlamento e, portanto, o centro simbólico da nossa democracia liberal”, sendo “inaceitável que incitadores do caos e extremistas estejam a abusar dela para os seus próprios fins”.

“As bandeiras do Reich alemão diante do Parlamento são vergonhosas”, escreveu no Twitter o ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas. O governante reafirmou que “todos têm o direito de discutir os procedimentos devido ao coronavírus e, claro, manifestar a sua opinião”, mas, “para tal, ninguém tem de andar atrás de extremistas de direita, colocar polícias em perigo e expor outras pessoas ao risco de infecção”.

“A nossa Lei Fundamental garante a liberdade de opinião e o direito de manifestação. É a resposta ao fracasso da República de Weimar aos horrores da época nazi. Símbolos nazis e bandeiras do Reichsbürger e da Alemanha imperial não têm lugar diante do Bundestag”, reforçou o vice-chanceler e ministro das Finanças, Olaf Scholz.

O Governo regional de Berlim tinha proibido a manifestação, apontando que em protestos semelhantes realizados nas últimas semanas os manifestantes não respeitaram regras como o uso de máscara ou o distanciamento, mas os organizadores recorreram à justiça e um tribunal autorizou a manifestação.

O protesto aconteceu dois dias depois de o Governo alemão ter anunciado novas restrições para fazer frente ao aumento de casos de covid-19. O país tem registado uma média de 1500 contágios por dia. No total, desde o início da pandemia, a Alemanha contabilizou 241.771 infetados e 9295 mortos.

Protestos similares contra as restrições impostas pela covid-19 estão a acontecer noutros países como Espanha, Suíça, França, Reino Unido e Áustria.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Será que as pessoas não compreendem que este momento é de excepção e as regras são para o bem estar e segurança de todos e também para evitar um clopaso económico maior. Que se passa na cabeça das pessoas?

RESPONDER

Reino Unido adia desconfinamento por um mês

Esta segunda-feira, em conferência de imprensa, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou que o desconfinamento no Reino Unido vai ser adiado de 21 de junho para 21 de julho. No Reino Unido, o desconfinamento vai ser …

Costa responde a Marcelo: "Ninguém pode garantir" que não voltamos atrás

Esta segunda-feira, António Costa disse que "ninguém" pode assegurar que não vai ser preciso voltar atrás no desconfinamento. Nem mesmo o Presidente da República. Questionado pelos jornalistas sobre a convicção de Marcelo Rebelo de Sousa sobre …

Costa falou com Pedro Nuno Santos e Ana Catarina Mendes para evitar escalada de tensão no PS

O congresso dos socialistas está agendado para 10 e 11 de julho e António Costa quer evitar uma discussão sobre a sua sucessão. A estratégia passa por acalmar o clima entre o ministro Pedro Nuno …

Face Oculta. Sobrinho de Manuel Godinho entregou-se às autoridades para cumprir pena de prisão

O sobrinho do sucateiro Manuel Godinho deu entrada no Estabelecimento Prisional do Porto para cumprir a pena de quatro anos e cinco meses de prisão a que foi condenado no âmbito do processo Face Oculta, …

Fundos internacionais lesados do BES ameaçam boicotar recuperação europeia

Um grupo de investidores institucionais internacionais coordenado pelo fundo Attestor Capital, lesados em 2000 milhões de euros no caso BES, quer que a Comissão Europeia resolva o caso, sob pena de não financiarem a recuperação …

Candidato do PS a Viseu internado nos cuidados intensivos

João Azevedo, o candidato que vai encabeçar a lista do PS à Câmara de Viseu, está internado nos cuidados intensivos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu. João Azevedo está internado nos cuidados intensivos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu. O …

Comunidade ucraniana pondera queixa-crime contra Câmara de Lisboa

No final da semana passada, a Associação dos Ucranianos em Portugal enviou um email ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, a exigir que a autarquia lhe dê garantias de que os dados …

Maiores de 40 anos vão poder agendar vacinação ainda esta segunda-feira

Os cidadãos com mais de 40 anos vão poder fazer o auto-agendamento para serem vacinados contra a covid-19 ainda esta segunda-feira. O auto-agendamento da vacina contra a covid-19 vai estar disponível a partir desta segunda-feira para …

Escócia 0-2 República Checa | Chapéu Schick deslumbra Glasgow

Um bis de Patrick Schick, rematado com um golo pouco à frente da linha do meio-campo, valeu hoje à República Checa o triunfo sobre a Escócia por 2-0, na primeira jornada do Grupo D do …

Dadores de sangue querem dispensa do trabalho no dia da dádiva

Os dadores de sangue devem voltar a ter direito à dispensa laboral no dia da dádiva, reivindicou esta segunda-feira a federação portuguesa que os representa, alertando que o país perdeu 40 mil dadores regulares entre …