Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

(cv)

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida do piloto.

Abbott era primeiro-ministro quando desapareceu o voo 370 da Malaysia Airlines, com 239 pessoas a bordo, no dia 8 de março de 2014, quando voava de Kuala Lumpur para Pequim.

A Austrália coordenou aquilo que se transformou na maior busca na história da aviação, mas não conseguiu encontrar o avião antes do final do ano de 2017, quando foram dadas por terminadas as buscas.

Falando num documentário da Sky News, que será transmitido esta quarta e quinta-feira, Abbott disse que as autoridades de “alto nível” da Malásia acreditam que o piloto veterano Zaharie Ahmad Shah tenha deliberadamente derrubado o avião.

“O meu claro entendimento é que, desde os níveis mais altos do governo da Malásia, desde muito cedo, pensaram que era ataque suicida do piloto”, disse Abbott, que foi primeiro-ministro da Austrália entre 2013 e 2015.

“Não vou dizer quem disse o quê a quem, mas deixe-me reiterar: quero ser absolutamente claro, foi entendimento nos níveis mais altos que quase certamente foi ataque suicida do piloto”, acrescentou.

Um relatório de investigação independente liderado pela Malásia, divulgado em 2018, concluiu que a rota do avião foi alterada manualmente, mas não nomeou um suspeito e levantou a possibilidade de “intervenção de terceiros”. Contudo, os investigadores disseram que a causa do desaparecimento do avião não será determinada até que os destroços e as caixas negras sejam encontrados.

O Ministério dos Transportes da Malásia não respondeu às perguntas da Associated Press sobre as observações do ex-líder australiano.

A Malásia sofreu uma mudança de governo desde o desaparecimento do avião, depois de o primeiro-ministro Mahathir Mohamad ter derrubado o executivo liderado por Najib Razak, cujo partido governava a Malásia desde sua independência, em 1957.

A família do piloto negou há muito tempo que fosse suicida. O relatório da investigação concluiu que não havia evidências de comportamento anormal ou stresse nos dois pilotos e que nenhum dos passageiros tinha alguma vez recebido treino para pilotar.

Vários familiares das vítimas, devastados pelo desaparecimento, acusaram no passado a companhia aérea e o governo da Malásia de esconder informações sobre a tragédia.

Abbott disse que não acredita que as teorias da conspiração centradas no governo da Malásia, proprietário da Malaysia Airlines.

“Eu li todas essas histórias [que indicam] que os malaios supostamente não queriam que a teoria do ataque suicida vingasse porque estavam envergonhados por um dos seus pilotos eventualmente fazer isso. Não tenho motivos para aceitar tal teoria”, disse.

As operações de busca lideradas pela Austrália percorreram 120.000 quilómetros quadrados (46.000 milhas quadradas) no sul do Oceano Índico e custaram 200 milhões de dólares australianos (123,4 milhões de euros). Mais tarde, uma busca privada realizada pela empresa Ocean Infinity, com sede no Texas, pesquisou mais de 96.000 quilómetros quadrados (37.000 milhas quadradas) de mar.

Os detritos que deram à costa na zona ocidental no Oceano Índico foram confirmados como sendo do Boeing 777 desaparecido e indicaram uma vasta extensão do oceano onde o avião provavelmente caiu, depois de ficar sem combustível.

Austrália, Malásia e China concordaram, em 2016, que uma busca oficial só seria retomada se os três países tivessem evidências fiáveis que identificassem uma localização específica para os destroços. A maioria dos passageiros era chinesa.

Nas declarações emitidas, Abbott defendeu que se justificava uma nova investigação.

“Vamos supor que foi um ataque suicida do piloto e, se houver alguma parte desse oceano que possa ainda não ter sido explorada, vamos sair e explorá-la”, defendeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …

Portugal só tem 4 fiscais da ferrovia (e cada um tem de inspecionar 811 quilómetros)

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) tem apenas quatro técnicos afetos à fiscalização do setor. O organismo está a pedir o reforço destes profissionais desde 2014. De acordo com a edição desta quarta-feira do …

Dybala eleito melhor jogador do ano em Itália. Ronaldo fora da lista

O avançado argentino da Juventus foi eleito o melhor jogador da temporada 2019/20 do futebol italiano, enquanto o português Cristiano Ronaldo ficou de fora da lista de premiados. Na nota publicada no site oficial da Série …

Novo Banco registou perdas de 260 milhões à revelia do Banco de Portugal

A equipa António Ramalho terá inscrito nas contas 260 milhões de euros em perdas, passíveis de reembolso, sem falar com o Fundo de Resolução. O Público avança que a equipa de António Ramalho sinalizou, nos resultados …

Pingo Doce

Vídeo denuncia desperdício alimentar em supermercado. Jerónimo Martins está a investigar

Hugo Breda e João Relógio, ambos associados à produtora Swag On, publicaram na suas contas de Instagram um vídeo no qual denunciam o desperdício alimentar numa cadeia de supermercados em Lisboa.  O vídeo publicado nas …

O adeus de uma lenda. Ronaldo, Messi e Buffon despedem-se de "San Iker"

O internacional português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi recorreram às redes sociais para se despedirem de Iker Casillas, que esta terça-feira anunciou o fim da sua carreira.  "Foi um orgulho ter partilhado grandes momentos …

Há trabalhadores que estiveram em lay-off sem direito ao apoio salarial

O apoio destinado a trabalhadores que estiveram em regime de lay-off só se aplica a quem tenha estado nesta situação um mês civil completo. A 19 de junho, o Governo aprovou o decreto-lei que criou o …

Ordenado de 3 milhões e outros tantos em prémios. O contrato de Jesus à lupa

Jorge Jesus, que esta segunda-feira foi oficialmente apresentado como treinador do Benfica, vai ganhar três milhões de euros líquidos temporada, valor a que acrescem outros tantos milhões mediante prémios. Apesar de vir auferir um salário …