Mais sete óbitos e 673 casos de covid-19 em Portugal. 47% são de Lisboa e Vale do Tejo

Manuel De Almeida / Lusa

Portugal regista mais sete mortos e 673 casos de infeção por covid-19 este domingo, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os números revelados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste sábado indicam que há mais 673 novos casos de covid-19, o que eleva para 63.983 o número total de casos identificados desde o início da pandemia.

A região com o maior número de infetados nas últimas 24 horas é Lisboa e Vale do Tejo (mais 319 novas infeções – 47,4% do total diário). Seguem-se o Norte (mais 236 casos), o Alentejo (mais 60), o Centro (mais 35), o Algarve (mais 20), os Açores (mais dois) e a Madeira (mais um).

Nas últimas 24 horas, mais 14 pessoas com covid-19 foram internadas em hospitais. Além disso, há menos dois infetados em unidades de cuidados intensivos.

Portugal registou também mais sete óbitos. Dos sete mortos, seis eram da região de Lisboa e Vale do Tejo e um da região Norte. O total de óbitos é agora de 1.867.

Já se encontra disponível o relatório de situação de hoje, 13 de setembro, que pode ser consultado integralmente em…

Publicado por Direção-Geral da Saúde em Domingo, 13 de setembro de 2020

A taxa de letalidade global do país é de 2,9%

Neste momento, há 18.047 doentes portugueses ativos a ser acompanhados pelas autoridades de saúde, mais 491 do que no sábado. As autoridades estão a vigiar 36.398 contactos de pessoas infetadas (mais 343).

Nas últimas 24 horas, foram dados como recuperados mais 175 doentes, sendo agora o total de recuperados de 44.069.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E o que dizem os governantes, Assembleia, políticos e “técnicos” de saúde? “É muito cedo”. Estou convencido que vai ser preciso chegarmos aos milhares (porque só mil ainda vai ser muito cedo) para começarmos a pensar num novo confinamento que até podia ter sido evitado se não tivessemos (para além do governo de Portugal, refiro-me ao dos governos de todo o mundo!) desconfinado cedo de mais. Isto talvez nunca aconteceria se não andássemos na guerra de quem faz ou não quarentena (que passou a ser um obstáculo á “economia” em vez de algo essencial á saúde dos cidadãos). Todo o mundo falhou e continua a falhar. Penso que estão todos convencidos que o virus vai ser um gajo porreiro e vai abrandar os seus únicos instintos: sobreviver e progagar-se.
    O novo confinamento é absolutamente inevitável. Resta saber quantos de nós (no mundo inteiro) teremos de ficar infetado e/ou morrer para que finalmente levemos esta pandemia a sério.
    Ouço várias vezes: “Aprendemos muito nestes seis sete meses de pandemia”. “Aprendemos com os nossos erros para não voltarmos a cometê-los”. Pois… É bastante óbvio que nada aprendemos! E continuamos a cometer mais e mais erros! Estarei a ser exagerado e fatalista? Não! Estou a ser realista! É só pensar que, depois de tantas “medidas” para evitar a propagação, estamos a aproximarmo-nos de números atingidos quando nada sabíamos. Há um país (não me recordo qual) que triplicou o número de infetados relativamente ao início da pandemia! E com (algumas) medidas de proteção! Mas desenganem-se se pensam que os culpados são só os governantes e gente de poder… Somos quase a maioria da população mundial que; ou por ignorância, ou por não querer saber, (menosprezar o virus e as suas consequências presentes e futuras) que ajudamos á propagação do virus! Porque não usamos a máscara por necessidade de proteção, mas porque é obrigatório. Porque escolhemos ignorar o distanciamento social sempre que possível… Porque só damos valor quando alguém próximo de nós (nosso querido ou querida) MORRE!… por causa do coronoa virus! Por causa da falta de cuidado, por seguir o triste exemplo do “nosso” presidente e primeiro ministro (assim como outros “exemplos” nacionais) que fartam-se de “apregoar” o distanciamento social e, são eles próprioas a quebrá-lo vezes sem conta!… Basta ver as entrevistas na televisão! Isto sem falar na displicência como se manuseia a máscara! A máscara deve ser tocada o menos possível e sempre com as mão higienizadas antes e depois de o fazer. Não é usar a mácara enrolada no braço como o Costa já usou e nem atirar a mácara para uma toalha antes do Marcelo ir dar um mergulho! Se a maioria está-se nas tintas para as regras, imaginem então como estarão com os exemplos de quem nos pede para segui-las? Vamos ter um aumento astronómico de infetados (e, óbviamente, mortos também) para bem breve e a culpa é de 99% da população mundial que se interessa apenas consigo e no seu dinheiro e pouco quer saber da saúde dos outros. Egoístas! Só o deixarão de ser quando sofrerem na pela! Infelizmente será tarde demais. Vamos confinar… Não é “se”… É quando! E é para breve. E vai ter concequências (que podiam ser evitadas) muito piores que o início da pandemia. Isto não é prognóstico! É o nosso futuro próximo! Obrigado, humanidade egoísta!

  2. Metam as pessoas a usar máscara na rua também.
    Obriguem as pessoas a usar a máscara correctamente. Multas para quem usar mal a máscara e para quem não usa, mais pesadas.
    Mostrem na tv as imagens das pessoas que morrem com covid-19. Para não ser apenas um número.
    Só quando as pessoas perceberem que isto é pela sua saúde e não uma chatice imposta pelo Governo é que isto dá a volta.

    • É isso! O portuguesinho só “respeita” as regras quando se borra de medo, ou seja, quando o ameaçam com multa! Basta ver a situação das limpezas do mato para prevenção dos fogos! Até abateram árvores que não podiam! “Verdade que doi”… Obrigado por provar que não estou sózinho. Infelizmente somos a minoria que sofrerá as consequências da imprudência e negligência grosseira da maioria…

RESPONDER

Cientistas medem temperatura a 4 mil borboletas (e revelam a influência do clima no seu habitat)

Um grupo de cientistas do Reino Unido recolheu 4 mil borboletas selvagens para medir a sua temperaturas, alertando que algumas das espécies mais reconhecidas do país estão em ameaça de colapso, e em risco de …

Teia da morte. Cientistas desenvolvem nova forma de matar células cancerígenas

Um novo estudo sugere que, através de uma interrupção direcionada e localizada da estrutura das células cancerígenas, o seu mecanismo de autodestruição pode ser ativado. As células cancerígenas multiplicam-se de forma incontrolável, levando a um crescimento …

Boavista 2-0 Porto | “Manita” em 45 minutos demolidores

Goleada do “dragão” no Bessa. No dérbi portuense entre Boavista e FC Porto, os campeões nacionais sentiram dificuldades na primeira parte, não conseguiram sequer enquadrar qualquer um dos seus remates, mas na segunda parte tudo …

Magawa, o rato que deteta minas, ganhou uma medalha de ouro

Magawa, um rato gigante africano, foi treinado para descobrir minas terrestres e tem estado ao serviço no Camboja. O animal foi agora proclamado herói e premiado por salvar vidas naquele país. A instituição de caridade britânica …

Cientistas descobrem nova espécie de crustáceo no lugar mais quente da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de crustáceo de água doce durante uma expedição ao deserto de Lute, no Irão, também conhecido como o lugar mais quente do planeta. Hossein Rajaei, do Museu Estadual …

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …