/

Mais de 50% da população dos EUA já recebeu pelo menos uma dose da vacina

Cerca de 166,3 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19 nos Estados Unidos. Na Índia, o número de casos ativos voltou a descer.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Os Estados Unidos administraram pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19 a mais de 50% da população, estando 40% dos habitantes já imunizados, informaram na sexta-feira os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC).

Segundo os CDC dos EUA, cerca de 166,3 milhões de pessoas (50,1% da população) receberam pelo menos uma dose da vacina, tendo 133,5 milhões (40,2%) concluído o processo de vacinação. Nos Estados Unidos, há três vacinas autorizadas pela entidade reguladora: Pfizer/BioNtech, Moderna e Johnson & Johnson.

Nas últimas 24 horas, o país registou 725 mortes provocadas por covid-19 e 24.223 novos casos, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Com 593.881 óbitos desde o início da pandemia, os Estados Unidos continuam a ser o país com mais mortes e também com mais casos no mundo, com um total acumulado de mais de 33,2 milhões (33.237.543) de infeções.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, em cujos modelos de projeção da evolução da pandemia a Casa Branca se baseia com frequência, previu cerca de 610 mil mortes até 1 de agosto.

Já a Índia registou menos de 200 mil casos de covid-19 pelo segundo dia consecutivo, com 173.920 infeções nas últimas 24 horas, o valor mais baixo desde 12 de abril, segundo dados do Ministério da Saúde indiano.

É a terceira vez esta semana que o país, a braços com uma segunda vaga com um impacto sem precedentes no sistema de saúde, contabiliza menos de 200 mil casos, após os mais de 400 mil contágios diários, no início deste mês. Nas últimas 24 horas, o país registou ainda 3.617 mortos, menos 43 que na véspera.

O total de óbitos eleva-se agora a 322.512, o que faz da Índia o terceiro país do mundo com mais mortes provocadas por covid-19, depois dos Estados Unidos e Brasil, de acordo com dados da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

Com mais de 27,7 milhões de infeções acumuladas, a Índia é o segundo país com mais casos a nível mundial, depois dos Estados Unidos.

O total de casos ativos voltou a descer, rondando atualmente os 2,2 milhões, segundo o Ministério da Saúde indiano.

A taxa de positividade dos testes de diagnóstico do novo coronavírus baixou para 8.36%, quando há um mês era de 20,6%, uma redução que não chega, no entanto, para dar por terminada a segunda vaga da pandemia no país. A OMS considera que a pandemia está sob controlo quando a taxa de positividade de um país é inferior a 5%.

A grave crise sanitária atrasou a campanha de vacinação, com vários estados a criticarem as limitações no fornecimento das vacinas. O total de doses administradas ronda os 208,9 milhões, de acordo com os dados atualizados diariamente pelo Ministério da Saúde indiano, aquém do objetivo anunciado de vacinar 300 milhões de pessoas até julho.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.