Sem casos de Covid-19 há mais de um mês. Macau ensinou-nos como combater uma epidemia

O número de novos infetados pelo novo coronavírus continua a aumentar em todo o mundo. Macau é a exceção à regra: aquele território não regista novos casos há 38 dias.

Até à data, Macau registou apenas 10 casos de doentes infetados com o novo coronavírus (Covid-19). Todos os pacientes tiveram alta e a região não regista nenhum novo caso há mais de um mês.

Em janeiro, os alarmes soaram devido à proximidade da região com outras regiões da China, país com o qual faz fronteira, mas as medidas tomadas pelo Governo e a experiência dos habitantes com outros tipos de coronavírus, como o SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave), fizeram com que a região não se somasse aos países que, ainda hoje, veem os casos aumentar a um ritmo galopante.

Durante cerca de um mês e meio, quase ninguém saiu de casa, a não ser que fosse estritamente necessário. “Macau parecia uma cidade fantasma, viam-se pouquíssimas pessoas na rua”, contou Nuno Leal, que mora no país há sete anos, ao Observador.

O território parece estar a voltar à normalidade desde o início desta semana, o que não significa que o plano traçado pelo Governo tenha abrandado. As recomendações mantêm-se, os casos suspeitos continuam a ser testados e as pessoas que chegam da China ou de Itália continuam a ficar de quarentena obrigatória durante 14 dias.

Aliás, esta quinta-feira, o Governo de Macau disse que, se o número de casos confirmados de Covid-19 continuar a aumentar em Portugal, o território poderá também impor uma quarentena de 14 dias à entrada na região, colocando assim o país na lista de alta incidência epidémica.

As medidas impostas em Macau começaram cedo: pela altura da celebração do Ano Novo chinês (25 de janeiro), o Governo obrigou as pessoas que andavam nos transportes públicos a usar máscaras, assim como todas aquelas que tivessem contacto direto com o público e todos aqueles que usassem edifícios públicos.

As empresas privadas seguiram as mesmas recomendações. No caso particular da Educação, o Governo decidiu fechar as escolas no final de janeiro, tendo agora data marcada para a reabertura a 20 de abril.

Todas as medidas, especialmente o uso de máscara, não levaram a uma corrida desmesurada às farmácias. De acordo com o diário, o Governo implementou um programa de 10 máscaras para 10 dias: todas as pessoas tiveram direito a ir comprar 10 artigos destes para usarem nos 10 dias seguintes, a um custo total que não chega a um euro.

A compra fica registada numa plataforma informática. Se alguém quiser comprar mais numa outra farmácia, esta recebe um alerta de que aquele cidadão já comprou as máscaras a que tinha direito e não lhe são cedidas mais.

O controlo nas fronteiras aéreas, terrestres e marítimas foi outra das medidas. No início de fevereiro, o Governo decretou que todas as pessoas que tivessem vindo da China continental tivessem de ficar numa quarentena de 14 dias. Num segundo momento, alargaram a quarentena a todos aqueles que vinham da Coreia do Sul, Irão e Itália.

No dia 4 de fevereiro, Macau mandou fechar os casinos e todos os locais que pudessem ter elevada concentração de pessoas seguiram a mesma recomendação. Ao Observador, Nuno Leal conta que, entre a população, toda a gente colaborou e seguiu as recomendações.

Em relação aos Serviços de Saúde, José Manuel Esteves, presidente da Associação de Médicos de Língua Portuguesa em Macau, explicou à Renascença que, quando o surto apareceu no território, o hospital público concentrou os casos positivos, houve uma outra estrutura alugada pelo Governo que assumiu as quarentenas, e os privados concentraram o tratamento de outras patologias.

A cultura de respeito pelas autoridades que existe em Macau leva a que uma recomendação ou ordem do Governo seja cumprida e levada a sério. Cumprir e respeitar tornaram-se nas armas mais importantes de todo o arsenal deste território. E hoje é um exemplo a seguir.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Cá aprendemos a cada um por si, e aqueles que vão a tempo esgotar o stock para ganhar rios de dinheiro com estas crises, enquanto o estado fica a ver as coisas acontecer.
    Depois de prevenção passamos para alerta geral porque não soubemos agir enquanto havia tempo

    • É o que dá confiar em políticos, em governos, em reis e telejornais, em ministérios da saúde, em proteção civil, em dgs…

  2. No Brasil, não existem medidas, a informação do governo é que trata-se apenas de uma gripe. Ato irresponsável que pode potencializar em muito o número de casos.

  3. De todos os que defendem quarentena e pedem que se faça em Portugal como em Macau, digam-me… estão realmente dispostos a ficar FECHADOS em casa sem nunca sair durante pelo menos DOIS MESES?
    É que por muito que a medida pareça eficaz é completamente utópica em Portugal. Se nem no primeiro dia de isolamento social voluntário conseguem cumprir, quanto mais dois meses!

RESPONDER

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …

Esqueletos revelam que fosso entre ricos e pobres começou a abrir-se há 6.600 anos

A análise a ossos encontrados numa sepultura na Polónia mostram que o fosse entre ricos e pobres na Europa começou a abrir-se muito antes daquilo que se pensava. O desaparecimento da classe média é um problema …

Super-Terras quentes podem ter atmosferas metálicas brilhantes

Os cientistas querem perceber porque é que as super-Terras quentes possuem um brilho tão chamativo - e já há uma hipótese em cima da mesa. Os exoplanetas, chamados de super-Terras quentes, podem ser particularmente brilhantes e …

As larvas de peixe-sol são adoráveis (mas crescem e tornam-se gigantescos "nadadores")

Uma equipa de cientistas australianos e neozelandeses descobriram as fases iniciais da larva gigante de peixe-sol. Pela primeira vez, o sequenciamento de ADN identificou as larvas do peixe-sol (Mola alexandrini). O peixe-sol, conhecido cientificamente como Mola …

Telescópio Webb vai estudar Júpiter, os seus anéis e duas intrigantes luas

Júpiter, que tem o nome do rei dos antigos deuses romanos, comanda a sua própria miniversão do nosso Sistema Solar de satélites circundantes; os seus movimentos convenceram Galileu Galileu de que a Terra não era …

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …