Sem casos de Covid-19 há mais de um mês. Macau ensinou-nos como combater uma epidemia

O número de novos infetados pelo novo coronavírus continua a aumentar em todo o mundo. Macau é a exceção à regra: aquele território não regista novos casos há 38 dias.

Até à data, Macau registou apenas 10 casos de doentes infetados com o novo coronavírus (Covid-19). Todos os pacientes tiveram alta e a região não regista nenhum novo caso há mais de um mês.

Em janeiro, os alarmes soaram devido à proximidade da região com outras regiões da China, país com o qual faz fronteira, mas as medidas tomadas pelo Governo e a experiência dos habitantes com outros tipos de coronavírus, como o SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave), fizeram com que a região não se somasse aos países que, ainda hoje, veem os casos aumentar a um ritmo galopante.

Durante cerca de um mês e meio, quase ninguém saiu de casa, a não ser que fosse estritamente necessário. “Macau parecia uma cidade fantasma, viam-se pouquíssimas pessoas na rua”, contou Nuno Leal, que mora no país há sete anos, ao Observador.

O território parece estar a voltar à normalidade desde o início desta semana, o que não significa que o plano traçado pelo Governo tenha abrandado. As recomendações mantêm-se, os casos suspeitos continuam a ser testados e as pessoas que chegam da China ou de Itália continuam a ficar de quarentena obrigatória durante 14 dias.

Aliás, esta quinta-feira, o Governo de Macau disse que, se o número de casos confirmados de Covid-19 continuar a aumentar em Portugal, o território poderá também impor uma quarentena de 14 dias à entrada na região, colocando assim o país na lista de alta incidência epidémica.

As medidas impostas em Macau começaram cedo: pela altura da celebração do Ano Novo chinês (25 de janeiro), o Governo obrigou as pessoas que andavam nos transportes públicos a usar máscaras, assim como todas aquelas que tivessem contacto direto com o público e todos aqueles que usassem edifícios públicos.

As empresas privadas seguiram as mesmas recomendações. No caso particular da Educação, o Governo decidiu fechar as escolas no final de janeiro, tendo agora data marcada para a reabertura a 20 de abril.

Todas as medidas, especialmente o uso de máscara, não levaram a uma corrida desmesurada às farmácias. De acordo com o diário, o Governo implementou um programa de 10 máscaras para 10 dias: todas as pessoas tiveram direito a ir comprar 10 artigos destes para usarem nos 10 dias seguintes, a um custo total que não chega a um euro.

A compra fica registada numa plataforma informática. Se alguém quiser comprar mais numa outra farmácia, esta recebe um alerta de que aquele cidadão já comprou as máscaras a que tinha direito e não lhe são cedidas mais.

O controlo nas fronteiras aéreas, terrestres e marítimas foi outra das medidas. No início de fevereiro, o Governo decretou que todas as pessoas que tivessem vindo da China continental tivessem de ficar numa quarentena de 14 dias. Num segundo momento, alargaram a quarentena a todos aqueles que vinham da Coreia do Sul, Irão e Itália.

No dia 4 de fevereiro, Macau mandou fechar os casinos e todos os locais que pudessem ter elevada concentração de pessoas seguiram a mesma recomendação. Ao Observador, Nuno Leal conta que, entre a população, toda a gente colaborou e seguiu as recomendações.

Em relação aos Serviços de Saúde, José Manuel Esteves, presidente da Associação de Médicos de Língua Portuguesa em Macau, explicou à Renascença que, quando o surto apareceu no território, o hospital público concentrou os casos positivos, houve uma outra estrutura alugada pelo Governo que assumiu as quarentenas, e os privados concentraram o tratamento de outras patologias.

A cultura de respeito pelas autoridades que existe em Macau leva a que uma recomendação ou ordem do Governo seja cumprida e levada a sério. Cumprir e respeitar tornaram-se nas armas mais importantes de todo o arsenal deste território. E hoje é um exemplo a seguir.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Cá aprendemos a cada um por si, e aqueles que vão a tempo esgotar o stock para ganhar rios de dinheiro com estas crises, enquanto o estado fica a ver as coisas acontecer.
    Depois de prevenção passamos para alerta geral porque não soubemos agir enquanto havia tempo

    • É o que dá confiar em políticos, em governos, em reis e telejornais, em ministérios da saúde, em proteção civil, em dgs…

  2. No Brasil, não existem medidas, a informação do governo é que trata-se apenas de uma gripe. Ato irresponsável que pode potencializar em muito o número de casos.

  3. De todos os que defendem quarentena e pedem que se faça em Portugal como em Macau, digam-me… estão realmente dispostos a ficar FECHADOS em casa sem nunca sair durante pelo menos DOIS MESES?
    É que por muito que a medida pareça eficaz é completamente utópica em Portugal. Se nem no primeiro dia de isolamento social voluntário conseguem cumprir, quanto mais dois meses!

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …