/

Duarte Cordeiro admite que Lisboa corre o risco de recuar no desconfinamento

André Kosters / Lusa

Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares

O coordenador para a covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo revelou, esta segunda-feira, que o concelho de Lisboa “já está acima do limite” de 240 casos por 100 mil habitantes.

“Estamos a sentir um nível de incidência elevado, especialmente dentro da população que não está vacinada. Notamos isso entre os mais novos, em que há um aumento de casos, e também população entre os 30 e os 50 anos de idade. E estamos a sentir não só no concelho de Lisboa, como em vários concelhos da Área Metropolitana de Lisboa”, disse Duarte Cordeiro à RTP3.

Perante esta situação, o coordenador para a covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo admitiu que o desconfinamento pode estar em causa. “Com níveis muito elevados de incidência, obviamente não podemos prosseguir no desconfinamento. Tem de parar e temos de ir ajustando aquilo que são as regras”.

Lisboa e Vale do Tejo tem, atualmente, 172 surtos ativos, sendo que 68% ocorreram em meio familiar, 11% em festas ou eventos e 9% em contexto escolar ou universitário, sendo que há mais de seis mil alunos em isolamento profilático.

Duarte Cordeiro revelou ainda que o concelho de Lisboa “já está acima do limite” de 240 casos por 100 mil habitantes, mas terá sido “a primeira semana” em que ultrapassou esta barreira.

Em declarações à rádio Renascença, o matemático Carlos Antunes também confirmou estes dados. “Dia 12, sábado, verificava-se 254 e a tendência é crescente, a própria transmissibilidade está acima de 1, portanto prevê-se que nos próximos dias possa chegar aos 280 casos por 100 mil habitantes. Ainda não há sinal de abrandamento ou de chegarmos a um teto proximamente, tal como tínhamos previsto na semana passada.”

Se Lisboa recuar no desconfinamento, os restaurantes e cafés terão de fechar às 13h00 ao fim-de-semana e a lotação reduz para quatro pessoas dentro dos estabelecimentos e seis nas esplanadas.

Além disso, os ginásios deixarão de poder ter aulas de grupo e as atividades ao ar livre só poderão ter até seis pessoas. Os casamentos e batizados ficarão também reduzidos a 25% de lotação, descreve a rádio.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE