Lesados do BES processados pelo Novo Banco

António Cotrim / Lusa

Manifestação dos lesados do papel comercial do BES, promovida pela Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial, em frente a sede do Novo Banco, em Lisboa

Manifestação dos lesados do papel comercial do BES, promovida pela Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial, em frente a sede do Novo Banco, em Lisboa

O Novo Banco já tinha ameaçado os lesados do BES com uma possível ação judicial caso continuassem os protestos nas suas instalações. A promessa foi cumprida no início deste mês.

No início deste verão, nomeadamente em maio e depois em junho, a instituição já tinha prometido que ia tomar medidas legais contra o comportamento dos lesados nas suas instalações.

Ana Bela Rodrigues é a primeira cliente constituída arguida no processo em tribunal levado a cabo pelo Novo Banco, revela esta segunda-feira o jornal Sol.

Desempregada e com 46 anos de idade, Ana Bela foi notificada no dia 9 de outubro da respetiva ação judicial e, na quarta-feira passada, foi chamada para depor no posto da GNR da sua área de residência.

A lesada do BES contou ao Sol que foi constituída arguida por “ofensas verbais a três colaboradores do Novo Banco”, estando agora sujeita ao termo de identidade e residência.

De acordo com esta medida de coação, a antiga cliente não pode mudar de residência nem ausentar-se por mais de cinco dias sem comunicar às autoridades.

O Sol teve acesso ao auto de constituição de arguido, o qual mostra que Ana Bela optou pelo silêncio durante o interrogatório feito pela GNR.

“Não respondi porque a ação judicial diz respeito a protestos com centenas de lesados, incluindo emigrantes, à porta do banco e não à minha vigília diária. Não provoquei qualquer incidente, mas como os gestores e funcionários do banco já me conhecem e sabem o meu nome, eu sou o alvo do processo”, explicou.

Ana Bela está há quase cem dias em vigília na sede do Novo Banco, em Lisboa, e contabiliza quase 700 horas em “protesto silencioso”. Porém, garante que a tentativa do Novo Banco para “assustar” os clientes não a demove do seu principal objetivo.

“Voltei para a porta da sede do Novo Banco. Não vou desistir do meu protesto enquanto não me devolverem o meu dinheiro”, afirma.

De acordo com a informação apurada pelo mesmo jornal, um outro lesado do BES, Paulo Campos, é alvo da mesma ação judicial mas ainda não foi notificado.

Os dois terão certamente o apoio da Associação de Lesados e Indignados do Papel Comercial, a qual considera que estas ameaças por parte do Novo Banco não vão ter sucesso.

“Não vamos amedrontar-nos ou abandonar a reivindicação até a situação estar resolvida”, afirma Ricardo Ângelo, presidente da AIEPC.

Aliás, a associação está já a preparar mais uma mobilização, ainda sem data definida. Mas uma coisa parece estar certa: os lesados vão manifestar-se no local da tomada de posse do novo Governo.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Esta é uma notícia fantástica, porque mostra a que ponto, as pretensas “pessoas de bem” não olham a meios para defenderem a sua posição, por mais ilegítima que ela seja. Assim, a pessoa Novo Banco lança mão de um expediente ilegítimo para amedrontar e achincalhar, quiçá quebrar, aqueles que foram criminosamente espoliados daquilo que lhes pertencia (cf. nas palavras da arguida: “Não provoquei qualquer incidente, mas como os gestores e funcionários do banco já me conhecem e sabem o meu nome, eu sou o alvo do processo”. Grande expediente, hein?! A situação fez-me recordar um caso que se passou há uns anos: um desastrado assaltante ficou preso quando tentava entrar para assaltar uma residência ou um comercio. Aproveitando a imobilização do assaltante, ou drogadito, o dono aplicou-lhe umas valentes bordoadas no lombo! Quando se viu livre, o assaltante frustrado apresentou queixa contra o que lhe tinha dado uma achega! Neste caso, ao não reembolsarem aqueles que foram burlados pelo BES, também o Novo banco estava a pedi-las. E parece-me que a procissão apenas vem no adro…
    Força a todas as vítimas do BES! Não se calem, pois quem cala consente!

  2. Um espetaculo estas leis……o povo é roubado à força e nada fazem……SOCRETES rouba à grande e ainda tem beneficios…… Portugal está podre…..Portugal precisa de outro 25 Abril mas com fogo……

  3. Sao 400.000.euros.trabalho da Franca de 40 anos.Nao a palavras?!Este Pais nao pode ter perdao,pelo mal que me fez.Trabalho da Franca,para gatunos em Portugal.

    • A ignorância é mesmo triste!…
      Então põe-se a fazer investimentos de risco e a comprar papel comercial e o país é que tem culpa?!
      Para a próxima não seja tão ganancioso e informe-se antes de investir (e de assinar os papeis)!!

  4. E muito bem!!
    Se são gananciosos e ignorantes e não sabem ler o que assinam, que culpa tem o Novo Banco?!
    Compraram papel comercial sem sem se preocuparem em sequer saber o que era (a pensar que iram ficar ricos!) e, como deu para o torto, agora são todos coitadinhos e foram todos enganados!…
    Tá bonito…
    Pelo menos, iam atrás do Salgado e companhia, não dos funcionários do NB que nada tem a ver com o assunto!!

Na Etiópia, os apagões da Internet afetam a vida de milhares de pessoas

A Internet desempenha um papel decisivo na transformação da vida de milhares de etíopes e é por isso que as paralisações têm um enorme impacto económico.  Entre janeiro e o final de março, os habitantes da …

É urgente moldar as áreas urbanas de África para suportar futuras pandemias

Quando o tema é a Covid-19, o poder das cidades provém do número de interações entre pessoas, empresas e mercados que estes centros populacionais permitem. Apesar de todas as suas virtudes, a verdade é que …

Incêndio em Chernobyl pode ter provocado valores de radiação acima do normal

Um fogo florestal atingiu este domingo a zona interditada da central nuclear de Chernobyl, mas as informações sobre o aumento dos níveis de radiação são contraditórias. O fogo já consumiu 100 hectares de floresta, disse Yehor …

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …