Lei do mercado faz preço da Pfizer disparar: custa agora quase 20 euros por dose

Jean-Francois Monier / AFP

Boyko Borissov, primeiro-ministro da Bulgária, revelou no domingo que o preço unitário da vacina da Pfizer/BioNTech está a subir. Segundo o governante, estão a ser negociados contratos a um preço unitário de 19,5 euros.

A notícia é avançada pelo jornal Expresso e surge numa altura em que a Europa tenta alcançar o objetivo de atingir a imunidade de grupo no verão, enquanto enfrenta atrasos nas encomendas.

O primeiro-ministro búlgaro disse, no domingo, que o preço de cada dose da vacina da Pfizer/BioNTech tem subido ao ponto de, neste momento, estarem a ser negociados contratos a um preço unitário de 19,5 euros, mais 63% do que o preço inicial.

“A [vacina da] Pfizer custava 12 euros, depois passou para os 15,50. Estão a ser assinados contratos [pela Comissão Europeia (CE)] para 900 milhões de vacinas a um preço de 19,50 euros”, disse Boyko Borissov ao site de notícias europeu Euractiv.

A Comissão Europeia admitiu as negociações para a compra de cerca de dois mil milhões de vacinas esta segunda-feira de manhã, mas não confirmou os preços de compra nem a sua inflação ou a empresa com quem está a negociar.

“Não falamos sobre os preços de potenciais contratos. O objetivo é o de estarmos preparados para 2022 e depois. Identificámos a necessidade de quase dois mil milhões de doses que serão necessárias para enfrentar os desafios”, disse Stefan De Keersmaecker, porta-voz da Comissão.

De acordo com o primeiro-ministro da Bulgária, os desafios prendem-se com as novas variantes do vírus.

“Agora temos mais medo da variante francesa. Tantas outras variantes irão surgir… Porque 19,50 euros por 900 milhões [de doses] custará quase 18 mil milhões“, adiantou, alertando que os países devem definir orçamentos muito mais altos para incluir o esforço com a vacinação.

Stefan De Keersmaecker indicou que a Comissão Europeia decidiu avançar para a compra de mais dois mil milhões de doses para “estarmos bem preparados em 2022-2023”, “precisamente para darmos resposta aos riscos associados às novas variantes”. No entanto, não confirmou se havia negociações com a Pfizer para a compra das tais 900 milhões de doses a 19,50 euros por unidade.

Em dezembro, a secretária de Estado belga Eva De Bleeker partilhou, no Twitter, uma tabela com os preços negociados pela União Europeia (UE), apesar de a Comissão não divulgar os preços a que tem negociado as vacinas.

A tabela incluía os preços das vacinas negociados pela Comissão, bem como o número de doses adquiridas pelo Governo da Bélgica. O tweet acabou por ser apagado, mas soube-se que a vacina da AstraZeneca custava 1,78 euros por dose contra os 12 euros da Pfizer-BioNTech.

A Reuters conseguiu apurar que a União Europeia acordou pagar 12 e 15,5 euros por unidade à Pfizer-BioNTech. Os Estados-membros apoiam o plano, mas ainda não houve uma aprovação definitiva.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sondas espaciais com "cunho" português vão passar perto de Vénus

As sondas espaciais europeias Solar Orbiter e BepiColombo, ambas com tecnologia e ciência portuguesas, vão passar perto de Vénus a 9 e 10 de agosto, respetivamente, anunciou esta segunda-feira a Agência Espacial Europeia (ESA). A passagem …

Elvis Presley terá morrido de doenças genéticas (e não por overdose de medicamentos)

Segundo um novo livro de Sally Hoedel, a morte de Elvis Presley estará, afinal, relacionada com o tratamento para doenças congénitas das quais sofria. O cantor norte-americano, que morreu há quase 44 anos, estava fortemente medicado …

A cidade mais populosa de África está a viver em contra-relógio

Os habitantes da Nigéria, o país mais populoso de África, já estão habituados a contornar as inundações anuais que invadem o país. No entanto, este ano a situação saiu fora do controlo, com o principal …

"Pensávamos que a Casa Branca mandava". Biden sob fogo devido ao fim da proibição dos despejos

A inacção de Joe Biden perante o fim das moratórias que proíbem os despejos durante a pandemia está a ser criticada até dentro do próprio Partido Democrata. A moratória federal aos despejos acabou este sábado, para …

Na ausência de Biles, Sunisa Lee coroou-se rainha da ginástica. É a primeira hmong a ganhar ouro

Sunisa Lee chegou a Tóquio com a missão de ajudar os Estados Unidos a garantir o ouro e de garantir a presença em finais individuais de aparelhos. Com o abandono de Biles, tornou-se a estrela …

Presidente afegão culpa retirada “abrupta” dos EUA pelo rápido avanço dos talibãs

O chefe de Estado afegão prometeu vencer o conflito com as milícias talibãs e os Estados Unidos dizem-se prontos a receber mais milhares de refugiados. O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, prometeu esta segunda-feira vencer o …

42% das pessoas em enfermaria no Hospital de são João têm vacinação completa

No Centro Hospitalar de São João (CHSJ), 42% das pessoas internadas em enfermaria e 15% das internadas em unidades de cuidados intensivos tinham a vacinação completa. Segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), apenas …

António Oliveira e uma arbitragem "conveniente"

Athletico Paranaense perdeu novamente no Brasileirão e a equipa de arbitragem ajudou os vencedores, queixou-se o treinador português. O Athletico Paranaense, líder do Brasileirão nas primeiras jornadas, está numa fase negativa: apenas uma vitória nas últimas …

André Ventura - Chega

Autárquicas. Chega concorre sozinho a 220 municípios para avaliar o seu "impacto"

André Ventura anunciou esta segunda-feira que o Chega irá concorrer nas eleições autárquicas a “cerca de 220 municípios” do país, sublinhando que o partido vai a votos sozinho para avaliar o seu “impacto”, mas sem …

Ex-guarda nazi julgado aos 100 anos por cumplicidade em assassinatos

Um homem de 100 anos que supostamente serviu como guarda num campo de concentração nazi será julgado em outubro por cumplicidade no assassinato de mais de 3.500 pessoas durante a Segunda Guerra Mundial, informou a …