Lawrence Lessig candidata-se a Presidente dos EUA para mudar uma única coisa e depois demitir-se

Joi Ito / Flickr

Esta foto de Larry Lessig  é usada neste artigo porque foi publicada no Flickr pelo seu autor, Joi Ito, com uma licença Creative Commons – a licença que Lessig inventou

Lawrence Lessig, jurista e criador da Creative Commons, quer candidatar-se às eleições primárias do Partido Democrata norte-americano com uma única promessa: tornar igualitária a representação dos cidadãos no sistema político.

“A nossa Constituição, ao contrário de outros países, não nos dá diretamente um poder de referendo”, refere o candidato num artigo no Huffington Post onde explica as suas razões para concorrer. “O direito de ser representado de forma igualitária está a ser violado na América”, defende.

“Através da forma como as campanhas são financiadas, da forma como os pobres e com excesso de trabalho veem negada a sua liberdade de votar, e da forma como secções inteiras de eleitores são relegadas ao esquecimento, estamos a permitir aos políticos que nos enganem no compromisso fundamental da democracia: cidadãos iguais“, afirma Larry Lessig,

Professor de Direito da Universidade de Harvard e ativista, Lessig é um dos fundadores do Creative Commons, um sistema de partilha de conteúdos debaixo de uma licença de uso livre com base na atribuição de autoria e propagação da licença à obra dela derivada.

Lessig defende que um dos passos a dar é mudar o financiamento das campanhas eleitorais, apoiadas por fundos provenientes “de uma pequena fração de 1% da população” – o que leva a que o país seja governado respondendo às necessidades dessa minoria, alega.

Depois de forçar o Congresso a fazer as reformas para garantir mais igualdade de representação, segundo passo será… demitir-se. Depois de atingir o objetivo de “sanar” a democracia, Lessig pretende resignar em favor do seu vice-presidente – o candidato que ficar em segundo lugar na corrida democrata, seja “Hillary Clinton, Bernie Sanders ou Joe Biden”, refere.

Lessig ressalta que os outros candidatos, por dividirem as atenções entre “8 ou 10 assuntos de base das suas campanhas”, são mais suscetíveis a deixarem este objetivo de lado.

Numa carta ao candidato Bernie Sanders, citada pelo Politico, Lessig defendia que “a igualdade cidadã não pode ser apenas um tema na lista. Tem que ser a primeira preocupação – a mudança que torna todas as outras mudanças credíveis“.

“Os lobistas e políticos vão sempre arranjar uma desculpa que se sobreponha à necessidade de defender esta reforma, numa campanha em que esta reforma está literalmente no fim de qualquer lista”, critica.

Para concorrer às primárias do Partido Democrata, Lessig lançou uma campanha de crowdfunding e só levará o seu projeto para a frente se recolher um milhão de dólares até 7 de setembro, Labor Day nos EUA.

A 27 dias do fim do prazo, Lessig já recolheu 126 mil dólares doados por 1.475 pessoas.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …

EUA aprovam vacina unidose da Johnson & Johnson. Nova Zelândia volta ao confinamento

O regulador do medicamento norte-americano aprovou, este sábado, a vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson, a terceira autorizada nos Estados Unidos. A vacina em causa da Johnson & Johnson é de dose única e junta-se …

Estes traços psicológicos podem ajudar a identificar pessoas vulneráveis ao extremismo

As características dos cérebros das pessoas podem oferecer pistas sobre as suas crenças políticas, sugere um novo estudo científico. Num estudo com cerca de 350 cidadãos norte-americanos, uma equipa de investigadores examinou a relação entre as …

Fóssil de lula vampiro perdido durante a Revolução Húngara foi redescoberto

Em 2019, uma equipa de investigadores encontrou o fóssil que estava perdido nas coleções do Museu de História Natural da Hungria, enquanto procurava fósseis de ancestrais de chocos. Contudo, o fóssil foi descoberto originalmente em 1942 …

Após escalada de suicídios, Japão nomeia Ministro da Solidão

O Japão nomeou um Ministro da Solidão após um recente aumento no número de suicídios, exacerbado pela crise provocada pela pandemia de covid-19. Estudos recentes mostraram que o Japão tem altos níveis de isolamento social, em …

Grande carruagem cerimonial descoberta quase intacta em Pompeia

Uma grande carruagem cerimonial de quatro rodas, com elementos de ferro, decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e vestígios de elementos orgânicos, como cordas, foi encontrada quase intacta na área arqueológica de …

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …