Justiça brasileira pede prisão preventiva de Lula da Silva

Três procuradores do Ministério Público do estado de São Paulo pediram esta quinta-feira a prisão preventiva do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Na denúncia apresentada à 5ª Vara Criminal de São Paulo contra o ex-presidente, os procuradores solicitaram o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula da Silva e de mais seis pessoas no caso de ocultação da posse de um apartamento de três andares na praia de Guarujá, no litoral de São Paulo.

Além de Lula e a mulher, Marisa Letícia, o processo envolve mais 14 pessoas, incluindo o seu filho Fábio Luís Lula da Silva, e o antigo tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, João Vaccari Neto.

Os procuradores alegam que o ex-Presidente escondeu a posse do triplex, que teria passado por reformas feitas pela construtora OAS para Lula. Os procuradores afirmam ter “exaustivos argumentos” da prática dos crimes de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e fraude dos envolvidos.

O pedido de prisão preventiva vai ser analisado por um juiz regional do estado de São Paulo, que segundo a imprensa brasileira não tem prazo definido para se pronunciar.

Na véspera, os mesmos procuradores do Ministério Público paulista – José Carlos Blat, Cássio Conserino e Fernando Henrique Moraes de Araújo – denunciaram Lula por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no mesmo caso. Também foram denunciados a mulher de Lula, Marisa Letícia, e um de seus filhos, Fábio Luís Lula da Silva, além de outras 13 pessoas.

O ex-presidente alega que não é dono do apartamento e que ele e a mulher, visitaram o imóvel apenas uma vez para avaliar a possibilidade de adquiri-lo, mas desistiram.

A aquisição teria sido feita através de quotas negociadas pela cooperativa Bancoop, mas a defesa do ex-presidente alega que este desistiu da compra após o encerramento da cooperativa e porque a obra teria ficado demasiado cara.

“Imprescindível”

Os procuradores defendem que é “imprescindível” a prisão preventiva de Lula, porque pode interferir na investigação criminal. “É conhecido o poder do ex-Presidente da República, pelo que a possibilidade de fuga é muito simples”, referem.

O texto acusa os apoiantes de Lula de promoverem “manobras violentas, que são defendidas e até apoiadas pela Presidente da República” com o objetivo de “blindar o denunciado e apresentá-lo como um cidadão acima da lei, algo inaceitável no Estado democrático de direito brasileiro”.

Os procuradores afirmam ainda que, “do alto de sua condição de ex-autoridade máxima do país, o denunciado Luiz Inácio Lula da Silva jamais poderia inflamar a população a se voltar contra investigações criminais a cargo do Ministério Público, da polícia, tampouco contra decisões do Poder Judiciário”.

A Procuradoria de São Paulo explicou também que a sua investigação é independente da que está a ser feita pelo estado de Paraná, que também envolve Lula e que está centrada nos casos de corrupção da petrolífera estatal Petrobras.

“Nada além de hipóteses”

Em nota, o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, afirma que a fundamentação apresentada pelos procuradores é “uma tentativa de banalização do instituto da prisão preventiva”.

“Lula jamais se colocou contra as investigações ou contra a autoridade das instituições. Mas tem o direito, como qualquer cidadão, de se insurgir contra ilegalidades e arbitrariedades. Não há nisso qualquer ilegalidade ou muito menos justificativa jurídica para um pedido de prisão cautelar”, diz o texto.

O advogado argumenta que o pedido não traz um facto concreto para justificar as acusações contra o ex-presidente e seus familiares, e que não há nada além de “hipóteses”.

Em nota, o Instituto Lula voltou a negar que o ex-presidente seja dono do apartamento triplex, alvo das investigações, e acusa o procurador Cássio Conserino de parcialidade e de usar a investigação para fins políticos.

“Cássio Conserino, que não é o procurador natural deste caso, possui documentos que provam que o ex-presidente Lula não é proprietário nem de triplex no Guarujá nem de sítio em Atibaia, e tampouco cometeu qualquer ilegalidade. Mesmo assim, solicita medida cautelar contra o ex-presidente em mais uma triste tentativa de usar seu cargo para fins políticos”.

O texto alega ainda que Conserino não ouviu o ex-presidente antes de denunciá-lo.

Os três procuradores negaram que a apresentação de denúncia tenha qualquer motivação política, mas os aliados do ex-presidente acusam o Ministério Público de agir politicamente para inviabilizar candidatura de Lula à Presidência brasileira em 2018.

Ações em defesa de Lula e do governo de Dilma Rousseff foram convocados para este domingo, quando já estavam marcadas manifestações contra o governo e a favor do impeachment da atual presidente em várias cidades do país, convocadas pelo Movimento Vem pra Rua.

ZAP / Agência Brasil / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …