Juízes desentendem-se por causa de juíza do caso Bárbara vs Carrilho

barbara.guimaraes.oficial / Facebook

A apresentadora Bárbara Guimarães, ex-mulher do ex-ministro Manuel Maria Carrilho

A apresentadora Bárbara Guimarães, ex-mulher do ex-ministro Manuel Maria Carrilho

Juízes da Relação não conseguem chegar a um consenso sobre o pedido de escusa da juíza que estava à frente do caso que opõe a apresentadora ao ex-ministro.

Segundo o jornal Expresso, os juízes da Relação que vão decidir se o pedido de afastamento da magistrada Joana Ferrer será aceite estão com dificuldade em chegar a um consenso.

A magistrada, que estava à frente do processo de violência doméstica entre Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho, pediu escusa do caso depois de ter sido acusada de não ser imparcial.

De acordo com o mesmo jornal, a decisão era para ter sido tomada esta quinta-feira, no entanto, o juiz Almeida Cabral, que era o relator, votou vencido.

Contra o magistrado estavam dois membros do coletivo, o juiz Rui Rangel, que será agora o novo relator, e Trigo Mesquita, que é o presidente da 9ª secção.

Joana Ferrer foi acusada, logo na primeira sessão de julgamento, de ser parcial em desfavor da apresentadora da televisão da SIC, tratando, por exemplo, os intervenientes como “Bárbara” e “professor Carrilho”.

Na altura, também deixou bem claro que “censurava” a apresentadora por não ter apresentado logo queixa contra o ex-ministro da Cultura.

Antes de a própria magistrada ter pedido o afastamento do caso, já Bárbara Guimarães como também o Ministério Público tinham feito o mesmo pedido, por considerar existir “motivo sério e grave, adequado a gerar desconfiança sobre a imparcialidade da magistrada judicial”.

Na resposta ao incidente de recusa interposto pelo MP e pela defesa da apresentadora, Joana Ferrer refutou as acusações e diz que as suas palavras foram mal interpretadas.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Acusada de ser IMPARCIAL????
    Então os juizes não TÊM de ser imparciais???
    Das duas uma, ou o artigo tem a palavra “não” antes de “imparcial”, ou então em vez de dizer que a juíz não era imparcial, teriam de dizer que tinha um défice de parcialidade, ou seja, que não estava equidistante dos contendores, que era parcial, portanto.

RESPONDER

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …