Jornalista que revelou LuxLeaks formalmente acusado no Luxemburgo

O jornalista francês Édouard Perrin, que primeiro revelou o escândalo LuxLeaks de concessão de benefícios fiscais a multinacionais pelo Luxemburgo, foi esta quinta-feira formalmente acusado de vários delitos, entre os quais furto doméstico, informou o Ministério Público luxemburguês.

LuxLeaks

“Na data de hoje, o juiz de instrução procedeu à acusação formal de um jornalista francês. É acusado de ser coautor, se não cúmplice, das infrações cometidas por um dos antigos colaboradores da PwC”, informou o Ministério Público sem precisar o nome do jornalista.

Fonte judicial contactada pela agência France Presse afirmou tratar-se de facto de Édouard Perrin.

O jornalista francês é a terceira pessoa a ser formalmente acusada no Luxemburgo, depois de o colaborador do gabinete de auditoria da consultora PricewaterhouseCoopers (PwC), Antoine Deltour, e de um outro funcionário da empresa de onde provinha a maioria dos documentos do LuxLeaks.

As acusações decorrem da instrução do processo suscitado por uma queixa apresentada pela PwC em junho de 2012.

Antoine Deltour demitiu-se da PwC em 2010. Ao abandonar a empresa, copiou do servidor informático centenas de mensagens confidenciais entre a autoridade fiscal luxemburguesa e multinacionais.

Posteriormente, entregou esses ficheiros a Édouard Perrin, que começou a revelar as atividades da consultora em maio de 2012, numa emissão da France 2. Foi depois dessa emissão que a PwC identificou Antoine Deltour.

O escândalo LuxLeaks envolveu muitos outros documentos e acordos fiscais confidenciais, tanto da PwC como de outras consultoras e gabinetes de advogados, e foi divulgado em novembro de 2014 pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

A documentação – relativa a um período em que o atual presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, era primeiro-ministro e ministro das Finanças do Luxemburgo – revelou a existência de centenas de tax rulings.

Trata-se de um mecanismo que permite a uma multinacional pedir antecipadamente o plano fiscal lhe vai ser aplicado num determinado país para, através de sistemas de otimização fiscal, fazer a repartição mais vantajosa de custos e benefícios pelas suas filiais nos diferentes países.

Esta “segunda vaga” de revelações do LuxLeaks levou a justiça francesa a relançar o processo e Deltour foi formalmente acusado em dezembro de 2014 de furto doméstico, violação do segredo profissional, violação do segredo negocial, branqueamento e acesso fraudulento a um sistema de tratamento automatizado de dados.

Por outro lado, a “segunda vaga” mostrou que a PwC foi alvo de uma segunda fuga de informações em 2012. Uma investigação interna permitiu identificar o autor, um funcionário francês de 38 anos, formalmente acusado a 23 de janeiro.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Harvey Weinstein perto de chegar a acordo de 22 milhões de euros com vítimas

O produtor, acusado de vários casos de abusos sexuais a atrizes e funcionárias, terá chegado a um acordo de 22 milhões de euros com 30 atrizes que o processaram. O acordo exige a aprovação do tribunal …

"A minha militância é já longa, nunca tive padrinhos" na política, diz Miguel Pinto Luz

O candidato à liderança do Partido Social Democrata (PSD), Miguel Pinto Luz, disse que o financiamento para a campanha vem de si próprio e de outros militantes. Afirmou que não recusa apoios de quem quer …

Nu num cavalo branco e de saltos altos. Retrato de Emiliano Zapata gera indignação no México

Centenas de manifestantes invadiram o Palácio de Belas Artes do México, na passada terça-feira, por causa de um retrato do general Emiliano Zapata (1879-1919), considerado um herói revolucionário no país. A obra, pintada pelo artista …

Felipe VI designa Sánchez como candidato a formar o próximo Governo

O Rei de Espanha designou, esta quarta-feira, em Madrid, o secretário-geral do PSOE e primeiro-ministro em funções como candidato a chefe do próximo Governo, anunciou a presidente do Parlamento. "Sua majestade o Rei [...] comunicou-me a …

No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o …

Governo recua e deixa cair proposta sobre perda de férias em caso de baixa prolongada

O Governo recuou e deixou cair a proposta apresentada aos sindicatos que previa que os funcionários públicos mais antigos que estivessem de baixa prolongada perdessem dias de férias, disse esta quarta-feira o líder da Fesap, …

Marta Temido recusa ser "refém" de Centeno e anuncia maior concentração de Urgências até ao verão de 2020

"Eu nunca me senti refém [de Mário Centeno]. Tenho alguma dificuldade nessa leitura. Este reforço de meios também permitirá injetar mais confiança no sistema e criar respostas. Mas não considero que tenho estado refém do …

IVA da luz. Proposta do Governo foi afastada há um ano porque "não tinha enquadramento legal"

Em 2018, o Bloco de Esquerda apresentou a proposta da taxa reduzida do IVA da luz para um primeiro escalão de consumo. O Governo não fez o pedido a Bruxelas - como fez agora -, …

Nenhum dos treinadores do FC Porto ou Belenenses relatou agressões à PSP

Nem Sérgio Conceição nem Pedro Ribeiro mencionaram uma eventual agressão nas suas declarações à polícia. O treinador portista deverá ser ilibado de qualquer acusação. No domingo, os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e …

Estado não cumpre os requisitos mínimos que criou para os cuidados paliativos

A maioria das equipas de cuidados paliativos do SNS não tem cumprido os requisitos mínimos definidos pelo próprio Estado. Há uma grave falta de profissionais nesta área. Os cuidados paliativos em Portugal têm vindo a regredir …