Japão, EUA e França vão desmantelar central nuclear de Fukushima

cephir / Flickr

-

O Governo do Japão vai trabalhar com os Estados Unidos e a França para desenvolver as tecnologias necessárias para retirar o combustível fundido da central nuclear de Fukushima.

De acordo com o diário económico Nikkei, o executivo nipónico espera concluir o desmantelamento da central Fukushima Daiichi, propriedade da companhia de eletricidade Tokyo Electric Power (TEPCO), com a ajuda de especialistas e de tecnologia dos estados Unidos e da França, consideradas potências nucleares de primeira ordem.

Esta sexta-feira, 11 de março, cumpriram-se cinco anos desde o terramoto de nove graus de magnitude na escala aberta de Richter, seguido de tsunami, que provocaram a pior crise nuclear desde a ocorrida em Chernobil, em 1986.

Desde o desastre, foi concluído 10% do trabalho de desmantelamento da central.

A Greenpeace sublinhou esta sexta-feira que a crise da central de Fukushima Daiichi foi “um dos piores acidentes industriais na História” e os governos devem apostar urgentemente na “energia limpa, renovável e segura”.

“Não sabemos exatamente o que causou o acidente e o Governo japonês continua a minimizar o nível de radioatividade nas zonas que tiveram de ser evacuadas. É trágico e inaceitável”, lamentou, em comunicado, o diretor da organização ecologista no Japão, Junichi Sato.

A Greenpeace também pediu ao Governo japonês e à TEPCO para dar prioridade à “segurança e ao meio ambiente” e apontou que o encerramento da central de Takahama, ordenado esta semana por um tribunal do Japão, por razões de segurança, é “um sinal de que a energia nuclear não tem futuro” no país.

A associação publicou, na semana passada, um relatório em que alerta para as mutações detetadas na flora e na fauna da área afetada pelo acidente de 11 de março de 2011, advertindo, em particular, para as “elevadas concentrações de radiação” em folhas novas de cedro e no pólen, alterações de crescimento em árvores como o abeto ou em espécies como as borboletas azuis, bem como para danos no ADN de gusanos (um tipo de verme) e para uma redução da fertilidade da andorinha comum.

Para os ambientalistas, “não há solução à vista para os quase 100 mil deslocados” pela crise na central japonesa.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

PJ investiga ameaças a 3 deputadas, à SOS Racismo e aos familiares. “Têm 48 horas para sair de Portugal”

A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez pessoas em que é dado um prazo de 24 horas para que as mesmas abandonem "território nacional" em 48 horas e …

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …