Itália levou OMS a acreditar que o país tinha capacidade para responder à pandemia de covid-19

Alejandro Garcia / EPA

Menos de três semanas antes de ter sido confirmado o primeiro caso de covid-19 transmitido localmente em Itália, o país terá levado a Organização Mundial da Saúde (OMS) a acreditar que estaria pronto para enfrentar uma pandemia.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, os países vinculados ao Regulamento Sanitário Internacional – um tratado para combater a propagação de doenças – têm de apresentar uma auto-avaliação à OMS sobre o seu nível de preparação para uma emergência de saúde pública.

O último relatório italiano foi entregue a 4 de fevereiro do ano passado e garantia que o país estava muito bem preparado para uma emergência, atribuindo nota máxima (5 em 5) à categoria que afirma que o “mecanismo de coordenação de resposta de emergência do setor da saúde e o sistema de gestão de incidentes ligados a um centro nacional de operação de emergência foram testados e atualizados regularmente”.

No entanto, isso não era verdade. Ainda no ano passado, soube-se que Itália não atualizava o plano nacional para fazer face a pandemias desde 2006, o que pode ter contribuído para muito mais mortes na primeira vaga do que seria normal se esses protocolos estivessem em vigor – pelo menos mais 10 mil.

O relatório é, segundo o jornal britânico, essencial para a investigação em curso de procuradores italianos, que procuram perceber os erros que foram cometidos pelas autoridades do país durante a primeira vaga, na sequência de uma ação civil movida pelas famílias das vítimas da covid-19.

A primeira transmissão local de coronavírus em Itália foi confirmada no dia 21 de fevereiro de 2020 na cidade de Codogno, na Lombardia, e dois dias depois ocorreu um surto no hospital da cidade de Alzano Lombardo, em Bergamo.

Conte, que foi interrogado pelos procuradores em junho passado, disse ao The Guardian que, se convocado, estaria disposto a ser interrogado novamente, mas que fez tudo o que podia para gerir uma situação realmente difícil.

Giuseppe Ruocco, atual secretário-geral do Ministério da Saúde e antigo diretor-geral de saúde preventiva (2012-2014), terá confirmado que o plano para a pandemia não era atualizado há 14 anos, o que contraria as diretrizes da OMS.

Numa análise do documento, Pier Paolo Lunelli, um general reformado do exército que investigou o assunto, considerou 60 das 70 respostas fornecidas pelo país “infundadas”.

Segundo Lunelli, que entregou a sua análise ao Ministério Público, o documento é “um castelo de evidências que certifica o [nível de] despreparo com que” o país abordou a covid-19.

“Mentimos aos cidadãos italianos, alegando que estávamos prontos”, acrescentou Lunelli. “Pior ainda, tentamos enganar a OMS, a UE e os países europeus ‘providentes’, declarando possuir capacidades que, à luz dos factos, não tínhamos”, concluiu.

Até ao momento, Itália acumula perto de 96 mil mortes por complicações associadas à covid-19. De acordo com a plataforma Our World in Data, que se baseia em dados oficiais, estão em causa 1.587 mortes por cada milhão de pessoas, o que coloca o país no quinto lugar deste ranking.

  Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar não vacinados contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …

Portugal com mais quatro óbitos e 604 casos de covid-19

Portugal regista hoje mais 604 novos casos de covid-19 confirmados e quatro óbitos pela doença, assim como mais 243 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, segundo o boletim oficial. De …

Retrato de Monsieur Lavoisier e a sua esposa Marie-Anne-Pierrette Paulze.

Análise revela composição secreta debaixo de retrato de Lavoisier

Um icónico retrato do químico francês Antoine-Laurent de Lavoisier e da sua esposa, Marie-Anne, mostrou ter uma composição escondida debaixo dele. Antoine-Laurent de Lavoisier foi um químico francês fundamental para a revolução deste campo científico no …

Combustíveis: governantes "não fizeram o trabalho de casa"

A presidente executiva da OZ Energia, Micaela Silva, defendeu que o “Governo devia intervir menos” no mercado dos combustíveis, porque é liberalizado e não tem margens excessivas de comercialização, mas é “muito penalizado” pela quantidade …

Implante cerebral permite que paciente totalmente cega consiga ver formas e letras

Os cientistas da Universidade Miguel Hernández de Elche (UMH), em Espanha, fizeram com que uma mulher completamente cega conseguisse ver formas simples e letras, através da colocação de um implante no seu córtex visual. Os investigadores …

Teoria dos primatas pedrados. Podem os cogumelos mágicos ter sido a chave para a nossa evolução?

A teoria já era conhecida desde os anos 90, mas um novo estudo veio trazê-la à baila novamente. O argumento é de que os cogumelos com efeitos psicadélicos podem ter ajudado a tornar os nossos …