Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ).

De acordo com o semanário Expresso, a carta, que chegou à sede da PJ alguns dias depois de Ihor Homeniuk ter morrido, era escrita a computador e descrevia detalhadamente a forma como o imigrante tinha sido espancado no dia anterior a ser encontrado morto numa sala do Centro de Instalação Temporária do SEF.

A carta identificava o nome de dois dos três alegados autores do espancamento: dois inspetores do SEF com mais de 12 anos de serviço e conhecidos do pessoal que trabalha no aeroporto de Lisboa. O terceiro suspeito, que não estava identificado na carta, é um agente da Polícia Marítima que entrou para os quadros do SEF há pouco tempo.

Na altura em que recebeu a carta, a PJ já sabia que Ihor não tinha sido vítima de um ataque de epilepsia ou de uma paragem cardiorrespiratória, mas sim de homicídio.

Os três inspetores do SEF, que podem arriscar uma pena de prisão de até 25 anos por homicídio qualificado, estão em prisão domiciliária. Uma enfermeira, dois socorristas da Cruz Vermelha e o médico do INEM que declarou o óbito estão igualmente a ser investigados, depois de terem assistido o cidadão ucraniano.

O caso foi revelado pela TVI, que adiantou que o cidadão ucraniano, proveniente da Turquia, queria entrar em Lisboa, mas foi barrado na alfândega do aeroporto pelo SEF, que o impediu de entrar enquanto turista.

O SEF decidiu que o imigrante embarcaria no voo seguinte de regresso à Turquia, mas, entretanto, o homem terá reagido mal ao impedimento de entrar em Portugal. Foi levado para uma sala de assistência médica, no Centro de Instalação Temporária do aeroporto, onde terá sido torturado e morto.

O relatório da autópsia aponta que agressões na zona da caixa torácica que levaram a asfixia provocaram a morte do imigrante de leste.

Na sequência deste caso, o diretor e o subdiretor da Direção de Fronteiras de Lisboa do SEF foram demitidos na passada segunda-feira.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Que tristeza para Portugal e a nossa maneira de receber. Quando li custava a acreditar li duas vezes esperando algum engano. Quando me apercebi que era verdade, senti verdadeira repulsa nao havendo nada que justifique tal açao, mesmo, se a referida pessoa se tivesse portado muito mal. Enfim tempos de hoje que nao compreendo, ou pessoas muito mal formadas,

  2. Às vezes fico a pensar se, quando estou a falar com um qualquer agente de autoridade, se não estarei à frente dum sujeito da pior espécie. Indivíduos como estes não podem apanhar nem um minuto a menos do que a pena máxima ou as instituições policiais não podem mais ter qualquer crédito. Bem, pelo menos não foi com um negro senão já estávamos fartos de ouvir os do costume. É irónico não haver qualquer justificação para esta barbárie pois nem sequer existe racismo para nos ajudar a compreender (mas não a aceitar). A única coisa que nos sobra, a nós como sociedade em que esses indivíduos se inserem, é um sentimento de vergonha e uma sensação de horror.

  3. Era bom que as pessoas em geral e quem escreve comentários em particular tivesse sempre presente um princípio basilar do estado de direito: a presunção da inocência. Esse conceito seria talvez mais fácil de interiorizar se fosse o Mauricio Lopes ou o P. Ribeiro a serem acusados de um crime. A acusação não é um veredicto, mas um ponto de partida para a descoberta da verdade. Sem a presunção de inocência, qualquer um de nós seria, à partida, condenado e não faria qualquer sentido o julgamento. Pensem nisso.

RESPONDER

PCP desafia Governo a renacionalizar os CTT

O secretário-geral do PCP desafiou hoje o Governo a responder "à chantagem" do "grupo Champalimaud", retirar-lhe a concessão do serviço postal e renacionalizar os CTT. A proposta foi feita por Jerónimo de Sousa depois de estar …

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …