Inspectores da Saúde impedidos de entrar na Ordem dos Enfermeiros

Tiago Petinga / Lusa

Ana Rita Cavaco, Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, na Comissão Parlamentar de Saúde

Elementos da Inspeção-geral das Atividades em Saúde que se deslocaram, nesta segunda-feira de manhã, à Ordem dos Enfermeiros para cumprir a investigação ordenada pela ministra da Saúde foram impedidos de entrar nas instalações.

“Uma sindicância é um processo que, para avançar, tem de ter sérios e graves indícios de ilegalidades e, portanto, a sindicância não prossegue enquanto não formos notificados desse despacho”, alerta a Bastonária dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, em declarações divulgadas pela Lusa.

Assim, os inspectores que se deslocaram às instalações da Ordem dos Enfermeiros (OE) para “verificar a legalidade dos atos de gestão não cumprem eles próprios a legalidade”, afiança Ana Rita Cavaco.

“Os senhores inspetores já deviam vir com uma cópia certificada dos elementos, porque não entram na casa dos enfermeiros sem estarem cumpridos os requisitos legais”, reforça a Bastonária.

A OE exige uma notificação formal do despacho da ministra, dos seus fundamentos e dos elementos de prova. Enquanto estes documentos não forem entregues, a sindicância à estrutura profissional não terá início, informa o advogado da Ordem, Paulo Graça.

“O ato de sindicância a uma ordem profissional só pode ser feito nos termos da lei, de acordo com circunstâncias muito graves“, acrescenta o advogado, realçando que “é preciso que haja indícios muito sérios que coloquem em causa o exercício da legalidade”.

Desta forma, a OE exige “conhecer esses fundamentos para poder, se for caso disso, em tribunal, defender a sua [da Ordem] gestão”, declara ainda Paulo Graça frisando que este é o “primeiro e único” caso de uma sindicância a uma ordem profissional em Portugal.

A sindicância à OE, que no fundo é uma averiguação geral, foi solicitada através de um despacho da ministra da Saúde que a justificou com “intervenções públicas e declarações dos dirigentes”. Estão em causa posições de Ana Rita Cavaco aquando da greve dos enfermeiros.

Luís Marques Mendes já classificou a decisão da ministra como “um acto de perseguição política”, considerando que Marta Temido quer vingar-se da Bastonária pelo apoio que deu à greve dos enfermeiros.

“A senhora ministra tem uma mão cheia de nada e está baseada nas minhas declarações públicas e não quer que o país saiba disso”, diz Ana Rita Cavaco, concluindo que “é efectivamente uma vingança e uma perseguição”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

61 COMENTÁRIOS

  1. A demonstração do conceito de democracia segundo os socialistas. Desafiaram-nos? Ora então vamos lá apertar convosco. “Quem se mete com o PS leva”.

    Note-se que não estou a defender a actuação dos enfermeiros. Mesmo que legais as greves na saúde são imorais. A começar pelas dos médicos. Mesmo que não tenham colocado em risco a vida dos cidadãos, há seguramente muitos que tiveram sérios transtornos por causa destas greves.

    A saúde e o bem estar físico dos cidadãos não podem servir para chantagear o governo. Compreendo que estejam fartos de greves fofinhas que nã levam a nada. Mas não podem prejudicar os cidadãos que vos pagam os salários numa matéria tão sensível quanto a saúde.

    De qualquer modo, a questão aqui é: esta chafarica ainda diz que é um Estado de Direito. Se o é, pois que se cumpram as regras de direito. Notificação formal, prazo para contestação e impugnação administrativa, etc.. Mesmo que, como eu, considerem abusivas as sucessivas greves de médicos e enfermeiros.

    • Mas acredita mesmo no que diz esta Srª Bastonária? É infame o que fez e o que anda a fazer.
      Deixar morrer pessoas, só é pena não serem familiares dela.

      • Caro MV, leu todo o meu comentário?
        Sugiro que o faça.

        Não alinhe na propaganda oficial: Ninguém morreu por causa desta greve! Foram decretados serviços mínimos e não há notícia que não tenham sido cumpridos. Só os médicos é que vieram com essa conversa do risco de vidapara as pessoas. E quando são eles?Já não há risco de vida?

        Mas que os enfermeiros causaram sérios transtornos a pessoas doentes isso é um facto! Mas lá por terem feito uma greve que, embora legítima (não esquecer as promessas que o Dr. Costa fez a enfermeiros, médicos, professores, forças de seguranças, militares, etc., para ir para o “poleiro”), me parece imoral, como de resto todas as outras na saúde, não quer dizer que o governo venha agora, num espírito meramente revanchista, E AO ARREPIO DA LEI, sindicar a OE.

        Se há irregularidades, pois então que sejam punidos. Mas não é fazendo uma investigação ilegítima, e nula que vão conseguir punir eventuais desvios. Assim será mais um imbróglio jurídico. A Lei é para cumprir. Por todos! Doa a quem doer! Se a lei está mal, mudem-na, mas se a lei exige comunicação formal, possibilida contencioso administrativo, o Governo, enquanto órgão superior da AP só tem mais é que respeitar e submeter-se à Lei!

        • Caro Sykander,

          Oficialmente ninguém morreu por causa da greve, mas no meu caso a minha avó ficou doente e os bombeiros disseram para ir no dia seguinte para o hospital que por causa da greve estava uma confusão. Foi no dia seguinte e passado 2 dias foi a enterrar porque já não havia nada a fazer. Agora a dúvida é será que o tratamento fosse aplicado um dia mais cedo ainda cá estaria? Como o meu caso quantos não devem ter havido pelo país fora.

          • Caro Hermes,
            Com todo o pesar pela sua Avó, foram os Bombeiros que lhe deram o conselho che você aceitou.
            Se tivesse insistido para ir para o hospital, os serviços mínimos estavam – sempre estiveram – garantidos e, possivelmente o devido tratamento ter-lhe-ia sido aplicado.

            • Acredita? Nâo sabe do que fala. O que servia os bombeiros levarem a senhora para o hospital se a SRª Bastonária o que queria era a confusão e que arranjou muita e muita morte é um facto

          • Portanto: a culpa é dos enfermeiros que estavam em greve, não dos bombeiros que sem qualquer tipo de formação acharam que a sua avó podia/devia ir no dia seguinte. Vai desculpar-me mas sou demasiado lerdo para compreender a lógica que subjaz ao seu raciocínio…

            Portanto: se um avião cair por falta de manutenção durante uma greve dos pilotos, a culpa é destes últimos….

            E reitero que as greves na saúde são moralmente inaceitáveis…

            • Skyander o MM não fui eu. Concordo consigo que greves na saúde tal como por exemplo forças de segurança são moralmente inaceitáveis. Se fizessem a luta por exemplo a cumprir horários e a fazer apenas o seu serviço (ou seja não darem feedback a familiares entre outras coisas) concordo plenamente. A greve é um direito mas depois pode advir consequências mas no público nunca ha consequências.

    • Minha cara, amanhã, a PJ bate-lhe à porta: querem ver o que a Sra. tem nos armários da cozinha, nas gavetas das cuecas, etc.., porque a Sra. ontem não parou num semáforo e porque a sua vizinha do 2.º andar não gosta de si. Não trazem qualquer ordem judicial. Pela sua lógica, não deixar entrar a autoridade, que se dirige a sua casa ao arrepio da lei, só levanta desconfianças, certo?
      Portanto, se a estiverem a acusar da coisa mais estapafúrdia que possa imaginar, não os deixar entrar, nessa lógica, só faz de si parecer culpada, sabe-se lá do quê… Percebi bem a sua ideia, certo?

      • Que comparação ridícula!…
        A Ordem dos Enfermeiros é uma residência de família ou uma instituição/associação PÚBLICA (que, só por acaso já está envolvida em vários processos/escândalos/suspeitas de burla, falsificação, etc)?!
        Mas qual arrepio da lei?
        Sim, se a PJ me bater à porta (sem qualquer ordem judicial), provavelmente deixo entrar e ver à vontade – e, se eu consentir, não há qualquer “arrepio da lei”!
        .
        PS: Quem não pára no semáforo merece bem pior do que lhe ver o que tem nas gavetas das cuecas…

          • Deixava, não – já deixei (não a PJ, mas a GNR)!!
            E porque não? Eu não sou nenhum bandido!…
            Mas volto a repetir: não é uma “casa”; é a sede de uma associação PÚBLICA (e que, só por acaso, ainda há 2 anos foi alvo de buscas por parte da PJ por suspeita de vários crimes)!…

        • Meu caro, é lá consigo. Tenha ou não algo a esconder, tenho o direito de não permitir a entra na minha casa de quem quer que seja sem a devida ordem judicial.
          Vai desculpar-me mas ridículo é o seu argumento: quer dizer, no tempo da outra senhora, há que era uma ditadura e tal porque iam buscar as pessoas a casa. Mas o Sr. acha isso bem.
          Já lhe disse uma vez:vai desculpar-me, mas em matéria de direito o Sr. é absolutamente ignorante.

          • Ah?!
            “Buscar pessoas a casa”?!
            De onde veio essa argumentação?
            Eu não falei “no tempo da outra senhora”, nem da ditadura, nem sequer se achava bem ou mal!…
            Acho bem que a Ordem dos Enfermeiros e, principalmente, a sua bastonária sejam bem investigadas, porque ela, de enfermeira tem muito pouco e não faltam casos/suspeitas em que está envolvida…
            .
            Não preciso de perceber muito de direito para saber que, se eu deixar entrar a PJ em minha casa SEM ordem judicial, não há qualquer “arrepio da lei”, como tu erradamente alegaste!
            Claro que se eu não permitir, eles não entram, mas, mais uma vez, não se trata de uma casa – é uma instituição onde ainda há pouco a PJ lá andou a fazer buscas, porque a bastonária, além de aumentar o seu ordenado com efeitos retroactivos, tem o hábito de desviar e falsificar documentos!…

            • «Eu não falei “no tempo da outra senhora”, nem da ditadura, nem sequer se achava bem ou mal!…»
              Não disse que falou. Escrevi que muitos se queixam que no tempo da outra senhora a PIDE ia a casa das pessoas e tal…

              «Acho bem que a Ordem dos Enfermeiros e, principalmente, a sua bastonária sejam bem investigadas, porque ela, de enfermeira tem muito pouco e não faltam casos/suspeitas em que está envolvida…»
              Ninguém deve estar acima do escrutínio. Plenamente de acordo. Mas que se cumpram as regras. Ou, a presunção de inocência e os direitos são só para alguns e só para quem convém?

              «Não preciso de perceber muito de direito para saber que, se eu deixar entrar a PJ em minha casa SEM ordem judicial, não há qualquer “arrepio da lei”, como tu erradamente alegaste!»
              Plenamente de acordo. Mas a polícia ou alguém do Estado bater à porta e exigir entrar sem a devida autorização não é prática de Estado de Direito. O que referi é que não têm o direito de entrar se a OE não quiser deixar entrar. Se batessem à minha porta, seguramente não entravam enquanto não me fosse apresentado um mandado judicial. E, acredite. Mais transparente que a minha vida devem existir poucas.

              «é uma instituição onde ainda há pouco a PJ lá andou a fazer buscas, porque a bastonária, além de aumentar o seu ordenado com efeitos retroactivos, tem o hábito de desviar e falsificar documentos!…»
              Concordamos que suspeitas e que buscas são diferentes de acusações, condenações e trânsito em julgado, certo? Até lá o facto é apenas um: o Sr. cometeu um crime de difamação agravado ao afirmar: “porque a bastonária, além de aumentar o seu ordenado com efeitos retroactivos, tem o hábito de desviar e falsificar documentos!”

              E, volto a reafirmar: não conheço a senhora, não gosto dela, porque não aceito a chatagem de se brincar com a saúde das pessoas para exigir melhores salários e condições de trabalho, mas a Lei e os direitos ainda não foram abolidos….

          • Genericamente estamos de acordo, mas uma pessoa que passa vida em processos judiciais (até já andou em tribunal contra colegas por problemas dentro do PSD!), não deve ser uma pessoa NADA recomendável – a sua postura e as acusações que surgiram logo que chegou a bastonária, só confirmam isso!!
            Eu nunca tinha ouvido falar em aumentos de ordenado com efeitos retroactivos, muito menos aprovados numa Assembleia com 100 enfermeiros na Madeira (apenas 3% dos mais de 70 mil enfermeiros)!…

            • Não me leve a mal: ter processos em tribunal não é sinal da pessoa ser pouco ou muito recomendável. Por essa ordem de ideias eu devo ser um escroque da pior espécie, já que também tenho uma série deles…

          • Mas faz muito mal!!
            Não tem que seguir exemplo nenhum; tem é que representar os enfermeiros, coisa que esta bastonária, além de não fazer, ainda os envergonha com atitudes incendiárias, buscas à Ordem, etc, etc!…
            Não sei como ganhou as eleições da ordem; todos os enfermeiros que conheço detestam a personagem…

            • «tem é que representar os enfermeiros, coisa que esta bastonária, além de não fazer, ainda os envergonha com atitudes incendiárias, buscas à Ordem, etc, etc!…»

              Isso acho que devem ser os enfermeiros a avaliar.

              «Não sei como ganhou as eleições da ordem; todos os enfermeiros que conheço detestam a personagem…»
              No Sócrates também ninguém votou. Mas o facto é que esteve 6 anos no poleiro e conseguir acabar (e note que digo acabar) de enterrar o país.

            • À primeira todos caem. À primeira eu também caí. Pensava que era um Guterres com mais vigor. Enganei-me. Mas não voltou, nem voltará a acontecer…

  2. “PIDAR” uma ORDEM PROFISSIONAL”!!!
    Deve andar a confundir o próprio apelido ou está a fazer uma homenagem aa Béeria e Estaline?

  3. Se o Sr. Bolsonaro sabe disto ainda convida a Srª Cavaca para ministra da saúde do Brasil! Achei um piadão quando esta Srª referiu que a Srª Ministra da Saúde “tem uma mão cheia de nada”. É que logo me ocorreu que o mesmo não se passará com a Srª Cavaca que, muito provavelmente, terá as duas já bem cheias. Será? E o que é incrível é esta Srª ainda colher credibilidade por parte de quem quer dignificar o seu digno papel na sociedade!

  4. Esta bastonária vigarista estava bem junta com o incendiário dos bombeiros (Marta Soares)!…
    Tão preocupada com a “casa dos enfermeiros”, quando de enfermeira tem pouco (ou nada!) e, mal pôs os pés na Ordem dos Enfermeiros, meteu-se logo em vigarices (e, pelos vistos, já antes era dada a “esquemas” menos claros)!…
    Os enfermeiros merecem muito melhor e, não há duvidas que a Ordem dos Enfermeiros tem que ser investigada e bem investigada; principalmente a bastonária!!

      • Eu não tenho, mas há quem tenha!!
        Vê lá se chega, ou se, para a tua vara, é tudo paleio:
        .
        Repórter TVI: “As Contas da Ordem”
        tvi24.iol.pt/videos/sociedade/reporter-tvi-as-contas-da-ordem/58a0dec20cf222228e5bb838
        .
        PJ está a fazer buscas na Ordem dos Enfermeiros
        zap.aeiou.pt/pj-esta-buscas-na-ordem-dos-enfermeiros-151653
        .
        Buscas na Ordem dos Enfermeiros por suspeita de peculato e abuso de poder
        Procuradoria-geral de Lisboa refere que dirigentes da Ordem dos Enfermeiros terão causado “prejuízo de milhares de euros ao Estado”
        .

  5. Miserável esta perseguição politica feita pelo PS à bastonária dos enfermeiros.
    Como afrontou politicamente o PS, agora este partido procura todos os eventuais argumentos legais ou administrativos para a atacar.
    Digno da PIDE.

    • Pois, coitadinha da bastonária vigarista, que anda sempre envolvida em processos/suspeitas de burla, falsificação, etc, etc!…
      É a tal que aumentou o seu ordenado na OdE com efeitos retroactivos – só ganha cerca de 5000€/mês para “incendiar” e envergonhar os verdadeiros enfermeiros!!
      Pois, deve ser mesmo perseguição politica porque, por acaso, ela é mesmo política profissional (JSD, PSD) e, até agora só foi enfermeira nos “tempos livres” da politica! – e para confirmar isso, basta ver quantos anos tem de exercício da enfermagem!…

      • Aplaudo o comentário. Resta saber de onde veio e por onde passou o dinheiro do pagamento aos enfermeiros pelos prejuízos (vencimentos e outros não recebidos). Enquanto no activo, noutra área( banca), fiz greve algumas vezes, sabendo perfeitamente que no mês seguinte teria menos valor disponível na minha conta. “Greve paga”, ainda por cima selectiva, cirúrgica, a afectar os mais fragilizados, envergonha a classe. Lembro-me de ouvir ou ler um comentário da jotinha, a dizer que não tinha de dar explicações sobre o que fazia ao seu dinheiro. Escorregou-lhe a língua para a verdade ou interesses obscuros e excusos, estiveram por detrás desta sujeira? Os sindicatos marcam greves, gerem-nas, negoceiam-nas. A Ordem? Totalmente fora das suas atribuições tais interferências. Sigam o dinheiro…..

        • Maquinistas da CP, Motoristas da Carris, Pilotos da Soflusa. Todos eles têm os dias de greve pagos. Não me lembro de alguém alguma vez ter colocado isto em causa.

          Aparentemente o problema é a Senhora ser do PSD. É esse o problema? Portanto, vários outros destacados líderes terem esta ou aquela filiação, não tem problema. Tem problema esta senhora. (Note-se: abomino laranjinhas).

          Mas foi a OE que convocou a greve? Foi a OE que pagou aos enfermeiros? A única coisa aqui em causa é que a senhora, que por acaso é bastonária, fez um comentário, pessoal, onde apelava à greve. Onde está o direito constitucional à liberdade de expressão?

          Será que o problema da greve é ter passado ao lado da CGTP?

          Até porque, convém lembrar os mais distraídos: o dr. Costa prometeu o céu aos FP’s: professores, médicos, enfermeiros, polícias, etc.. Agora que a legislatura se encaminha para o fim e estando as promessas por cumprir é natural que o pessoal cobre. Ou não será assim?

    • Coitadinha andou 4 anos caladinha a defender o P. Coelho e agora que anda armada em sindicalista ilegal, para a representante duma ordem profissional, que ainda por cima recebe financiamento de “anónimos grupo Mello” tá toda entalada porque nem o PSD a defende só o apelido Cavaco diz tudo, aldrabão, mentiroso e fascistas

  6. É mais uma vergonha nacional a atitude tomada pela ministra, que já não o devia ser, se tivessemos um 1º ministro que fosse um estadista.

  7. Isto de querer intimidar alguém só porque disse algo faz lembrar qualquer coisa … O 25 de Abril foi assim há tanto tempo? Já não se argumenta? É calar à força?

    • Aparentemente e pelos comentários que aqui se vão lendo, parece que estamos no 24 de Abril. Mas no outro tempo é que havia ditadura e um regime fascista… Enfim…

  8. Cavaca = PSD
    Temido = PS
    Uma usa os enfermeiros, a outra usa os inspetores da Saúde!
    E que tal unirem esforços e tratarem da Saúde dos eleitores, em vez de tratarem da saúde uma da outra!!!

    • Precisamente!
      Mas, a ministra usar os inspectores da saúde, ainda vá que não vá – já a politica (disfarçada de bastonária), usar a Ordem e os enfermeiros para enriquecer e fazer politica é que não se pode admitir!!
      Eu nem fui completamente contra a greve dos enfermeiros, mas esta bastonária incendiária abusa mesmo da sorte… se todos os enfermeiros ganhassem METADE do que ela recebe, de certeza absoluta que não haveria greves!!

      • como?
        não vê problema em usarem-se os recursos do Estado para vendetas e acertos de contas pessoais e politico partidários?
        Creio que está tudo dito….

        • Não foi NADA disso que eu disse!!
          Nunca referi que a ministra pode usar “recursos do Estado para vendetas e acertos de contas pessoais e politico partidários”!
          A ministra pode e DEVE usar os recursos da Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS), para tentar perceber o que se passou nestas greves “financiadas” e “incendiadas” pela tal bastonária/politica!!

          • À primeira todos caem. À primeira eu também caí. Pensava que era um Guterres com mais vigor. Enganei-me. Mas não voltou, nem voltará a acontecer…

          • Meu caro: a bastonária não convocou a greve. A OE não pagou os dias de greve. Foi um sindicato independente. A bastonária limitou-se a produzir opiniões públicas nas quais defendeu a greve. São coisas bem diferentes.

            Ademais, pergunto-me se esta sindicância não estará relacionada com a denúncia da OE do apagão/limpeza nas listas de espera do SNS. Mas isso sou só eu, que não percebo nada disso, a pensar…

          • Até parece que os enfermeiros tiveram de ser motivados pela bastonária para fazer greve.

            Dizer que se compreende as razões de uma greve é diferente de promover a greve.
            A ordem dos médicos faz isso em todas as greves e ainda faz “avisos” de que se estão a criar condições em alguns serviços médicos que podem originar greves, ou seja, controla todo o processo da greve.
            Na greve dos enfermeiros o financiamento revelou-se uma falsa questão porque não houve doações pela plataforma de crowdfunding de montantes elevados, portanto as doações tiveram proveniência em indivíduos e não em qualquer instituição.

            E a ministra NÃO DEVE e NÃO PODE usar o IGAS, nem qualquer outro organismo, para tentar perceber seja o que for. Isso não faz parte da missão destes organismos. Se não percebe alguma coisa dá o lugar a outro que perceba.

  9. E fizeram eles muito bem. Já agora, não é nada estranho. Estranho é uma ordem duma Ministra não estar vestida de legalidade. Se estivesse os inspectores não poderiam ter sido impedidos. Provavelmente nem haverá nada para investigar. O propósito não terá sido colocar uma sombra negra sobre uma Ordem que se insurgiu contra poderes instituídos? Acho que este dois parágrafos dizem tudo…

    “O ato de sindicância a uma ordem profissional só pode ser feito nos termos da lei, de acordo com circunstâncias muito graves“, acrescenta o advogado, realçando que “é preciso que haja indícios muito sérios que coloquem em causa o exercício da legalidade”.

    “Desta forma, a OE exige “conhecer esses fundamentos para poder, se for caso disso, em tribunal, defender a sua [da Ordem] gestão”, declara ainda Paulo Graça frisando que este é o “primeiro e único” caso de uma sindicância a uma ordem profissional em Portugal.”

    ACORDEM!

    • Não tem nada a esconder. Democracia é isso mesmo. Deveres e direitos. O direito que a lei seja cumprida é um deles. No resto remeto para comentários meus anteriores. Qualquer dia,chega a casa e tem a PJ a verificar-lhe a gaveta das cuecas….

  10. Está senhora dona Ana cavaco teve oportunidade de fazer todas estas greves e exigências todas no tempo em que o Partido dela era Governo e seu Pai era presidente da República. A Pergunto porque nesses anos todos nunca fez essas greves nem exigências?? Claro que não faria pois aí iria prejudicar o Próprio governo do qual ela faz parte isso não convinha logicamente.. Agora todo mundo faz greves até os particulares, conveniente mesmo não é? É tão fácil acusar os outros de não fazerem o que nos mesmos nunca o fizemos e tivemos tempo de o ter feito.. Que mural tem eles de acusarem o actual Governo?? Eles próprios estiveram lá 4 anos e estes problemas já existiam e nada fizeram.. Acusaram o Sócrates de não ter feito nada, eles fizeram? Nop. Esses meio jovens do PSD CDS que dizem que os idosos são pestes grisalha ou parasitas da sociedade, já trabalharam já descontaram enquanto eles andavam na primária, ainda hoje da pouca reforma que tem direito ainda lhes retém dinheiro para pagar a boa vida dos políticos, ainda andam a pagar viagens jantares, almoços, etc. Amanhã vamos ver quem é a peste grisalha ou os parasitas da sociedade, pois andam muitos parasitas e pestes grisalhas no parlamento, os jovens de hoje são os parasitas do futuro,ou será que vão ser sempre jovens?? Carrascos do povo são o que são.. Extrema direita ainda não aceitou a derrota ainda não se conformou a azia continua…. Esta Cristas andou a lavar as paredes na campanha eleitoral depois deixou de limpar queria uma capital limpa, devia ter continuado. Falar, mostrar para o freguês ver todos fazem depois ja era. Tomo conta da minha sogra com 96 anos, tomo conta do meu marido com um AVC tomava conta da minha falecida mãe com halzaimer. Se o Costa não acabasse com os duodécimos não tivesse devolvido os subsídios por inteiro queria ver como nos íamos aguentar sem poder trabalhar para tomar conta deles, mas não fui pedir ajuda ao estado, não recebo um cêntimo dele. Esses subsídios por inteiro divido por os outros meses para ajudar a equilibrar a casa. Este devia fazer o que o outro fazia aí fazem manifestações mandar a polícia carregar com bastonadas, carros tanques de água tipo Salazar,so faltou mandar para a rua os tanques de guerra como fazia Salazar. E é governos destes que o povo gosta, povo masuquista. Os jovens de hoje sabem lá o que era viver no tempo do fascismo, se soubessem, bem que pensavam e viam de outra maneira a política. Eu sou desse tempo posso falar do que passei e da fome,medo, represálias, um cidadão comum era um pide disfarçado para ver quem falava contra o governo ou de política, esse já ia para a cadeia da pide.. Caramba estudem história antes o 25 de Abril vejam o que era.. Enfim. Agora vão vir os extremistas da direita atacar-me, os ressabiados, mas não vos adianta nada porque eu não me calo com a verdade.. Fascismo nunca mais..

  11. A múmia Cavaco não é pai desta bastonária vigarista!…
    Esse é “pai” de muitos vigaristas (um deles foi há dias, finalmente, para a cadeia), mas não desta!…
    A filha do Cavaco, ao contrário desta, gosta pouco de aparecer e da política.

  12. MARTA TEMIDO a vigarista que que aldrabava as estatísticas é mais uma XUXALISTA. Quanto tem de dar a quem trabalha esquece-se que virou a página da AUTERIDADE parea subir ao poder com o indiano aldrabão.
    Cambada de XUXALISTAS que nunca conseguiram ser SOCIAIS DEMOCRATAS e que não tem qualquer fundamento ideológico a não ser o TACHO.
    Quando tinham de ter dse se responsabilizar pela DESCOLONIZAÇÃO o aldrabão do SOARES fugiu como sempre á responsabilidade, é o que fazem os atuais XUXALISTAS DO PS.

RESPONDER

Terramoto no Bernabéu. Sergio Ramos pode estar de saída

Sergio Ramos, central e capitão do Real Madrid, pode estar prestes a abandonar emblema espanhol, avança a imprensa internacional esta sexta-feira. De acordo com a A Marca, na origem da eventual saída estará uma acesa discussão que …

Já há data para o lançamento do novo livro da saga A Guerra dos Tronos

A série terminou no passado fim-de-semana, mas o fenómeno de A Guerra dos Tronos continua a fervilhar. O autor da saga que inspirou a série, George R. R. Martin, revelou agora que o próximo livro …

Encontrada numa ilha remota do Japão garrafa com mensagem escrita em espanhol

Uma garrafa de vidro, que continha uma mensagem escrita em espanhol, foi encontrada recentemente numa praia na ilha de Minami Torishima, no Japão. A garrafa esteve à deriva no Oceano Pacífico mais de dez anos. A …

Emissões que estão a destruir camada de ozono vêm de duas províncias da China

A produção do clorofluorocarboneto (CFC) 11 foi proibida em todo o mundo em 2010. Mas, em 2018, verificou-se que a taxa de declínio do CFC tinha abrandado cerca de 50% desde 2012, o que significava …

O Japão fez um pedido ao mundo: Digam corretamente o nome do primeiro-ministro

Num momento em que se preparam uma série de eventos importantes no Japão, como a cimeira G20 e os Jogos Olímpicos de verão 2020, o ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Taro Kono, fez um pedido …

Ministério Público pede libertação do antigo líder da Juve Leo

O Ministério Público pediu esta sexta-feira a libertação de Fernando Mendes, antigo líder da claque do Sporting Juventude Leonina, justificando o pedido com o grave problema de saúde que enfrenta. Fernando Mendes foi detido a 7 …

Entender o que as pessoas mais temem pode ajudar a prevenir desastres naturais

Entender o que preocupa as pessoas é crucial para enfrentar perigos naturais e para a mitigação dos seus efeitos. Segundo uma análise avançada na quinta-feira, para evitar desastres, a população local, as autoridades municipais e …

Afinal, foi Banksy. Artista confirma autoria de mural em Veneza

O artista Banksy deixou a sua marca em Veneza ao pintar um mural sobre os migrantes no Mediterrâneo, uma certeza que chegou esta sexta-feira através do Instagram do artista, depois das suspeitas levantadas na semana …

"Engarrafamento" no Evereste. Já morreram cinco pessoas

Um norte-americano de 54 anos e uma mulher indiana morreram na quarta-feira na descida do monte Evereste, num dia que ficou marcado por um "engarrafamento" na montanha mais alta do mundo. O alpinista Nirmal Purja …

Se as europeias se disputassem nas redes sociais, ganharia o PAN

Se as eleições europeias, que se realizam no próximo domingo, fossem disputadas nas redes sociais, o Partido das Pessoas, Animais e Natureza, cuja lista é encabeçada por Francisco Guerreiro, teria fortes probabilidades de vencer. A …