Inspectores da PJ detidos por alegadamente receberem luvas de cartéis de droga

PJ / Facebook

A Polícia Judiciária (PJ) está a efectuar uma mega-operação que visa inspectores e ex-inspectores da própria força policial, suspeitos de envolvimento em crimes de tráfico de droga, branqueamento de capitais e corrupção.

O Correio da Manhã avança que foram detidos o inspector-chefe Ricardo Macedo e o ex-inspector Dias Santos, agora reformado, “dois quadros históricos do combate ao tráfico de droga” da PJ que são suspeitos de receber luvas de traficantes para deixar entrar estupefacientes no país.

Segundo a Renascença, ao todo já terão sido detidas 15 pessoas, entre 39 e 61 anos, nesta ação a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em colaboração com a Unidade Nacional de Combate ao Trafico de Estupefacientes (UNCTE), no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

A PJ ainda está no terreno, numa ação com quase 250 agentes, magistrados judiciais e do Ministério Público que levam a cabo 120 buscas no âmbito da “Operação Aquiles“, pelo que podem ocorrer mais detenções ao longo do dia.

De acordo com uma nota da Procuradora-Geral da República, “investigam-se, designadamente, suspeitas da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, tráfico de estupefacientes agravado, associação criminosa e branqueamento”.

Ainda são poucos os dados conhecidos do caso a cargo do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), não se sabendo, nomeadamente, quais serão os valores das luvas em causa.

Suspeita-se que sejam números elevados, dado que há indícios de ligações a “um dos mais importantes cartéis de droga da América do Sul”, segundo o CM.

O jornal refere que os elementos detidos são suspeitos de receberem subornos para “fornecerem informações privilegiadas e criarem manobras de diversão, dentro da própria PJ, que permitiram a entrada de grandes quantidades de cocaína em Portugal nos últimos anos, escapando assim ao controlo policial”.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mas alguém ainda tem dúvidas que a PJ integra algumas “ovelhas” ranhosas dentro da instituição? Como se poderá explicar o insistente tráfico sem a conivência de gente poderosa ? Como se poderá justificar alguns sinais exteriores de riqueza por parte de funcionários públicos cujos vencimentos estão tabelados ?
    A ingenuidade tem limite ! Assim como a mentira e o embuste.

  2. Afinal será que ainda poderemos confiar em alguém e as coisas a continuarem por este caminho ainda restará espaço para alguém honesto viver no meio desta choldra politica e mafiosa?.

  3. Porque nunca se vê nada do que é apanhado? Há grandes corruptos na PJ ou a vida faustosa que fazem será do ordenado mensal que usufruem? Como é que o erário público sabe que toda a droga apreendida, dinheiro, armas e tudo o resto não vai para mãos ilícitas? Não sabe….pois…

  4. pj e tudo farinha do mesmo saco de branca… deviam era começar a fazer uns despistes de droga aos agentes que ainda se iriam rir bastante ahahahah propz de almada pedro papedro

Responder a Kaffa Cancelar resposta

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …

Um dos videojogos mais famosos do mundo é acusado de propaganda anti-Rússia

Call of Duty é uma das franquias de maior sucesso na história dos videojogos, mas atualmente existem pedidos para boicotar o seu último lançamento devido à descrição de conflitos militares do jogo. Call of Duty: Modern …

Nova aplicação rastreia todos os seus passos em troca de descontos

Todas as pessoas gostam de aproveitar descontos, negócios e saldos. A Miles é uma nova aplicação que lhe oferece isso em troca de algo: a sua privacidade. A app rastreia todos os seus movimentos, disponibilizando descontos …