Inspectores da PJ detidos por alegadamente receberem luvas de cartéis de droga

PJ / Facebook

A Polícia Judiciária (PJ) está a efectuar uma mega-operação que visa inspectores e ex-inspectores da própria força policial, suspeitos de envolvimento em crimes de tráfico de droga, branqueamento de capitais e corrupção.

O Correio da Manhã avança que foram detidos o inspector-chefe Ricardo Macedo e o ex-inspector Dias Santos, agora reformado, “dois quadros históricos do combate ao tráfico de droga” da PJ que são suspeitos de receber luvas de traficantes para deixar entrar estupefacientes no país.

Segundo a Renascença, ao todo já terão sido detidas 15 pessoas, entre 39 e 61 anos, nesta ação a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em colaboração com a Unidade Nacional de Combate ao Trafico de Estupefacientes (UNCTE), no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

A PJ ainda está no terreno, numa ação com quase 250 agentes, magistrados judiciais e do Ministério Público que levam a cabo 120 buscas no âmbito da “Operação Aquiles“, pelo que podem ocorrer mais detenções ao longo do dia.

De acordo com uma nota da Procuradora-Geral da República, “investigam-se, designadamente, suspeitas da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, tráfico de estupefacientes agravado, associação criminosa e branqueamento”.

Ainda são poucos os dados conhecidos do caso a cargo do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), não se sabendo, nomeadamente, quais serão os valores das luvas em causa.

Suspeita-se que sejam números elevados, dado que há indícios de ligações a “um dos mais importantes cartéis de droga da América do Sul”, segundo o CM.

O jornal refere que os elementos detidos são suspeitos de receberem subornos para “fornecerem informações privilegiadas e criarem manobras de diversão, dentro da própria PJ, que permitiram a entrada de grandes quantidades de cocaína em Portugal nos últimos anos, escapando assim ao controlo policial”.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mas alguém ainda tem dúvidas que a PJ integra algumas “ovelhas” ranhosas dentro da instituição? Como se poderá explicar o insistente tráfico sem a conivência de gente poderosa ? Como se poderá justificar alguns sinais exteriores de riqueza por parte de funcionários públicos cujos vencimentos estão tabelados ?
    A ingenuidade tem limite ! Assim como a mentira e o embuste.

  2. Afinal será que ainda poderemos confiar em alguém e as coisas a continuarem por este caminho ainda restará espaço para alguém honesto viver no meio desta choldra politica e mafiosa?.

  3. Porque nunca se vê nada do que é apanhado? Há grandes corruptos na PJ ou a vida faustosa que fazem será do ordenado mensal que usufruem? Como é que o erário público sabe que toda a droga apreendida, dinheiro, armas e tudo o resto não vai para mãos ilícitas? Não sabe….pois…

  4. pj e tudo farinha do mesmo saco de branca… deviam era começar a fazer uns despistes de droga aos agentes que ainda se iriam rir bastante ahahahah propz de almada pedro papedro

RESPONDER

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …