Inspectores da PJ detidos por alegadamente receberem luvas de cartéis de droga

PJ / Facebook

A Polícia Judiciária (PJ) está a efectuar uma mega-operação que visa inspectores e ex-inspectores da própria força policial, suspeitos de envolvimento em crimes de tráfico de droga, branqueamento de capitais e corrupção.

O Correio da Manhã avança que foram detidos o inspector-chefe Ricardo Macedo e o ex-inspector Dias Santos, agora reformado, “dois quadros históricos do combate ao tráfico de droga” da PJ que são suspeitos de receber luvas de traficantes para deixar entrar estupefacientes no país.

Segundo a Renascença, ao todo já terão sido detidas 15 pessoas, entre 39 e 61 anos, nesta ação a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em colaboração com a Unidade Nacional de Combate ao Trafico de Estupefacientes (UNCTE), no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

A PJ ainda está no terreno, numa ação com quase 250 agentes, magistrados judiciais e do Ministério Público que levam a cabo 120 buscas no âmbito da “Operação Aquiles“, pelo que podem ocorrer mais detenções ao longo do dia.

De acordo com uma nota da Procuradora-Geral da República, “investigam-se, designadamente, suspeitas da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, tráfico de estupefacientes agravado, associação criminosa e branqueamento”.

Ainda são poucos os dados conhecidos do caso a cargo do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), não se sabendo, nomeadamente, quais serão os valores das luvas em causa.

Suspeita-se que sejam números elevados, dado que há indícios de ligações a “um dos mais importantes cartéis de droga da América do Sul”, segundo o CM.

O jornal refere que os elementos detidos são suspeitos de receberem subornos para “fornecerem informações privilegiadas e criarem manobras de diversão, dentro da própria PJ, que permitiram a entrada de grandes quantidades de cocaína em Portugal nos últimos anos, escapando assim ao controlo policial”.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mas alguém ainda tem dúvidas que a PJ integra algumas “ovelhas” ranhosas dentro da instituição? Como se poderá explicar o insistente tráfico sem a conivência de gente poderosa ? Como se poderá justificar alguns sinais exteriores de riqueza por parte de funcionários públicos cujos vencimentos estão tabelados ?
    A ingenuidade tem limite ! Assim como a mentira e o embuste.

  2. Afinal será que ainda poderemos confiar em alguém e as coisas a continuarem por este caminho ainda restará espaço para alguém honesto viver no meio desta choldra politica e mafiosa?.

  3. Porque nunca se vê nada do que é apanhado? Há grandes corruptos na PJ ou a vida faustosa que fazem será do ordenado mensal que usufruem? Como é que o erário público sabe que toda a droga apreendida, dinheiro, armas e tudo o resto não vai para mãos ilícitas? Não sabe….pois…

  4. pj e tudo farinha do mesmo saco de branca… deviam era começar a fazer uns despistes de droga aos agentes que ainda se iriam rir bastante ahahahah propz de almada pedro papedro

Responder a Jules Cancelar resposta

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …

Segunda vaga impede mais de 12 milhões de consultas e cirurgias

O cenário de uma segunda vaga em Portugal é bastante provável e prevê-se que mais de 12 milhões de consultas e cirurgias fiquem por fazer. No melhor dos cenários, serão 10 milhões. Um estudo da Associação …

EUA pressionam Portugal: "Tem de escolher agora entre os aliados e os chineses"

O embaixador norte-americano em Lisboa defende que Portugal tem de escolher entre os “amigos e aliados” EUA e o “parceiro económico” China, alertando que escolher a China em questões como o 5G pode ter consequências …

MP acusa inspetores do SEF de homicídio de ucraniano no aeroporto

O Ministério Público vai acusar os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que estão em prisão domiciliária, indiciados pelo homicídio do ucraniano Ihor Homenyuk no aeroporto de Lisboa. Bruno Sousa, Duarte Laja e Luís …

Encontrado dente de leite com 48.000 anos que pertenceu a "um dos últimos" neandertais de Itália

Uma equipa de cientistas da Universidade de Bolonha e Ferrara, em Itália, encontrou um dente de leite na região do Veneto, que acreditam ter pertencido a um dos últimos neandertais a habitar no país. Análises …

Rhys Williams fez parceria com van Dijk. Há um ano jogava numa liga amadora

Rhys Williams estreou-se a titular pela equipa principal do Liverpool e logo ao lado de Virgil van Dijk. Ainda na época passada, o jovem central estava numa equipa do sexto escalão inglês. Esta quinta-feira, o Liverpool …

OMS admite que número de mortos pode duplicar no próximo ano

A Organização Mundial da Saúde afirmou hoje que não se pode esperar pelo aparecimento de uma vacina para conter a pandemia da covid-19, admitindo que o número de mortos poderá duplicar durante o próximo ano …