“Inseguro e irresponsável”. Caça russo passa a rasar avião espião dos EUA

Um avião de combate russo fez duas passagens rasantes a alta velocidade por um avião de reconhecimento EP-3 Aries norte-americano, informou a Marinha dos EUA, que divulgou o vídeo do que chamou um encontro “inseguro e irresponsável”.

Militares da Rússia disseram que o Su-27 “escoltou” o avião espião em águas neutras no Mar Negro. Mas os Estados Unidos dizem que o avião russo passou diretamente, a alta velocidade, em frente ao avião espião.

Os aviões de reconhecimento da Força Aérea dos EUA têm vindo a realizar uma série de voos ao longo das fronteiras norte e oeste da Rússia, bem como nas bases russas na Síria.

No vídeo partilhado no Twitter, a Marinha norte-americana criticou a Rússia pelas ações do avião de combate que intercetou o EP-3 Aries de uma maneira insegura. O comunicado oficial afirma que as manobras do avião colocaram em risco as vidas dos pilotos a bordo.

“Esta interação foi considerada insegura, uma vez que o Su-27 realizou uma passagem de alta velocidade diretamente na frente da aeronave da missão, colocando em risco os pilotos e tripulação”, diz a Marinha em comunicado, sublinhando que as ações do Su-27 causaram turbulência e vibrações para a tripulação do avião espião.

De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os meios de controlo aéreo russo detetaram um alvo não identificado sobre as águas neutras do mar Negro. Um caça russo aproximou-se do avião norte-americano a uma distância segura e acompanhou-o, diz o ministério russo, “não permitindo a violação das fronteiras russas”.

Assim que o EP-3 mudou a trajetória de voo e começou a afastar-se das fronteiras da Rússia, o Su-27 voltou à base, acrescentou o ministério.

Um EP-3 esteve envolvido numa colisão em 2001, quando um dos aviões espiões foi atingido por um jato militar chinês que sobrevoou o Mar do Sul da China. O piloto chinês morreu, mas a tripulação dos EUA conseguiu aterrar o avião na ilha de Hainan, na China.

ZAP // NPR / Sputnik

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Então os EUA metem um avião espião às portas da Russia e queixam-se de os Russos fazerem um voo de aproximação para reconhecimento e essencialmente demarcação de território – uma carga de ombro a dizer “não te estiques que és ostensivamente um avião espião e estás demasiado perto das nossas fronteiras”. E queixam-se!?!

  2. Queria ver a reacção dos Americanos se fosse um avião militar Russo a “passear” no Golfo do México….era uma escandaleira, era o que era! Mas o ditado já é antigo: “pimenta no rabinho dos outros é refresco!”.

  3. Aos comentadores de serviço, recomendava-lhes que tivessem a mesma atenção em relação aos russos que “dão” aos americanos! Não devem ter lida nada sobre o voo russo sobre o Alasca! Pois não, esses assuntos passam-vos ao lado! Também aproveito para lembrar que são os russo quem ocupam território do vizinhos e não os americanos. Além, disso as atitudes agressivas dos russos são cada vez mais notórias.

    • caro Joao,

      ora diga-nos lá qtas bases militares têm os EUA à volta das fronteiras da Rússia?

      qtos misseis estão estacionados à porta da Rússia em antigos países do pacto de Varsóvia que os mesmos EUA se comprometeram em nunca chamar para a criminosa NATO mas que agora por lá se encontram.

      muita calminha têm tido os russos para aturar semelhantes criaturas que nunca cumprem nada do que assinam.

        • Caro Geier.
          Desmistificar as atitudes imperiais americanas não é passar cheques em branco ao regime norte-coreano, nem ao russo, nem a outro qualquer.
          Regime norte-coreano que, aliás, é tão bem acolhido pelo actual Presidente dos EUA…

        • meu caro,

          neste momento a Russia é bem mais capitalista que os USA.

          e meu caro lá por eu descrever o óbvio não quer dizer que seja nem comunista nem pró quem quer que seja….

          deixe de ver o mundo a preto e branco.

  4. O que se vê no video não corresponde ao que se alega. O caça mandou um bafo quente no avião de vigilância electrónica e foi embora…

  5. o joão és defensor do criminoso Putin, olha lá quantas vezes e recentes, aviões russos entraram no espaço aéreo portugues, para não falar na polonia e cheqoslovaquia.

    • Ah?
      Nota-se por aí alguma (bastante) dificuldade na interpretação dos textos!…
      É que percebe-se perfeitamente que o João fez tudo menos defender o Putin/Russia e além disso, a Checoslováquia já não existe!…
      .
      Relativamente à noticia, não é nada de novo e acontece frequentemente de parte a parte!

    • meu caro os aviões da Rússia sempre estiveram em espaço aéreo internacional e não português como diz.

      não deturpe a realidade.

  6. Comunas de um raio
    Aposto que o pequeno almoço desse piloto russo são criancinhas. E que matou os avós com uma injecção atrás de uma orelha.

  7. A Rússia de Putin nada tem haver com a poliica da antiga URSS. Ja agora, o Alasca fica na fronteira com o território Russo. Em todo o caso, que fazem os EUA na ronteira da Rússia? . . . Gostam de meter as patas em todo o lado. Controlar a vida interna das ours soberanias, fazendo s ingerencias necesarias aos seus interesses imprialistas. Alteram regimes, bombardeiam populações civis. Espalham o caus e a miséria a troco de benefícios.

Responder a João Cancelar resposta

Venezuela. Maduro ordena construção de novo satélite de telecomunicações

Nicolás Maduro anunciou que a Venezuela vai ter um novo satélite de telecomunicações, que vão ser feitos investimentos para ativar as redes 4G e 5G nas operadoras estatais e para levar fibra ótica aos venezuelanos. "Ordeno …

Departamento de Justiça dos EUA enviou email com link para site supremacista e antissemita

Uma divisão do Departamento de Justiça norte-americano enviou um email para juízes de imigração com um link para um blogue supremacista branco, repleto de referências antissemitas. A mensagem, enviada pelo gabinete executivo de avaliação de imigração …

Indonésia tenta parar violência na Papua com envio de tropas e corte da Internet

O corte do acesso à Internet na Papua e territórios adjacentes e o envio de pouco mais de um milhar de efetivos do exército são a resposta do Governo indonésio à onda de distúrbios que …

Itália tem até terça-feira para formar novo Governo

O Presidente de Itália disse esta quinta-feira, após consultas com os partidos, que há uma maioria parlamentar disposta a formar um novo Governo, pelo que vai permitir estas negociações e convocará novamente os partidos na …

Câmara de Cascais paga multa de 200 mil euros por construção ilegal na praia

A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200 mil euros pela construção ilegal de um acesso em betão à praia do Abano. A construção que data a 17 de junho de 2009 foi conduzida …

Ocean Viking vai desembarcar em Malta. Reservas de mantimentos estão a chegar ao fim

As reservas de mantimentos para os 356 ocupantes do navio Ocean Viking só são suficientes para quatro dias, alertou esta sexta-feira a organização Médicos Sem Fronteiras frisando que o navio está há 19 dias no …

"Não se cumpre a lei". Veterinários acusam autoridades de não recolherem animais abandonados

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, acusou ontem as autoridades de não estarem a cumprir a lei que obriga a recolher os animais abandonados. Em setembro de 2018, passou a ser aplicada no …

"A Leonor é transexual. Ela existe. É a minha filha." Pais ao lado do Governo e contra a direita

A polémica em torno da Lei de Identidade de Género continua, com as críticas da Direita e com uma petição contra a legislação que já vai em mais de 27 mil assinaturas. Associações de pais …

Médicos de fertilidade usaram o seu próprio esperma em centenas de pacientes

Uma longa reportagem do The New York Times dá conta de vários casos de mulheres que recorreram a médicos especialistas em fertilidade à procura de esperma anónimo e acabaram por receber o esperma do próprio …

Nenhum rohingya se apresentou para sair do Bangladesh e regressar a Myanmar

O Comissário para os Refugiados, Assistência e Repatriamento do Bangladesh, Abul Kalam, disse na quinta-feira que nenhum rohingya se apresentou para regressar a Myanmar (antiga Birmânia) numa segunda tentativa de repatriamento da etnia muçulmana. Numa conferência …