“Inseguro e irresponsável”. Caça russo passa a rasar avião espião dos EUA

Um avião de combate russo fez duas passagens rasantes a alta velocidade por um avião de reconhecimento EP-3 Aries norte-americano, informou a Marinha dos EUA, que divulgou o vídeo do que chamou um encontro “inseguro e irresponsável”.

Militares da Rússia disseram que o Su-27 “escoltou” o avião espião em águas neutras no Mar Negro. Mas os Estados Unidos dizem que o avião russo passou diretamente, a alta velocidade, em frente ao avião espião.

Os aviões de reconhecimento da Força Aérea dos EUA têm vindo a realizar uma série de voos ao longo das fronteiras norte e oeste da Rússia, bem como nas bases russas na Síria.

No vídeo partilhado no Twitter, a Marinha norte-americana criticou a Rússia pelas ações do avião de combate que intercetou o EP-3 Aries de uma maneira insegura. O comunicado oficial afirma que as manobras do avião colocaram em risco as vidas dos pilotos a bordo.

“Esta interação foi considerada insegura, uma vez que o Su-27 realizou uma passagem de alta velocidade diretamente na frente da aeronave da missão, colocando em risco os pilotos e tripulação”, diz a Marinha em comunicado, sublinhando que as ações do Su-27 causaram turbulência e vibrações para a tripulação do avião espião.

De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os meios de controlo aéreo russo detetaram um alvo não identificado sobre as águas neutras do mar Negro. Um caça russo aproximou-se do avião norte-americano a uma distância segura e acompanhou-o, diz o ministério russo, “não permitindo a violação das fronteiras russas”.

Assim que o EP-3 mudou a trajetória de voo e começou a afastar-se das fronteiras da Rússia, o Su-27 voltou à base, acrescentou o ministério.

Um EP-3 esteve envolvido numa colisão em 2001, quando um dos aviões espiões foi atingido por um jato militar chinês que sobrevoou o Mar do Sul da China. O piloto chinês morreu, mas a tripulação dos EUA conseguiu aterrar o avião na ilha de Hainan, na China.

ZAP // NPR / Sputnik

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Então os EUA metem um avião espião às portas da Russia e queixam-se de os Russos fazerem um voo de aproximação para reconhecimento e essencialmente demarcação de território – uma carga de ombro a dizer “não te estiques que és ostensivamente um avião espião e estás demasiado perto das nossas fronteiras”. E queixam-se!?!

  2. Queria ver a reacção dos Americanos se fosse um avião militar Russo a “passear” no Golfo do México….era uma escandaleira, era o que era! Mas o ditado já é antigo: “pimenta no rabinho dos outros é refresco!”.

  3. Aos comentadores de serviço, recomendava-lhes que tivessem a mesma atenção em relação aos russos que “dão” aos americanos! Não devem ter lida nada sobre o voo russo sobre o Alasca! Pois não, esses assuntos passam-vos ao lado! Também aproveito para lembrar que são os russo quem ocupam território do vizinhos e não os americanos. Além, disso as atitudes agressivas dos russos são cada vez mais notórias.

    • caro Joao,

      ora diga-nos lá qtas bases militares têm os EUA à volta das fronteiras da Rússia?

      qtos misseis estão estacionados à porta da Rússia em antigos países do pacto de Varsóvia que os mesmos EUA se comprometeram em nunca chamar para a criminosa NATO mas que agora por lá se encontram.

      muita calminha têm tido os russos para aturar semelhantes criaturas que nunca cumprem nada do que assinam.

        • Caro Geier.
          Desmistificar as atitudes imperiais americanas não é passar cheques em branco ao regime norte-coreano, nem ao russo, nem a outro qualquer.
          Regime norte-coreano que, aliás, é tão bem acolhido pelo actual Presidente dos EUA…

        • meu caro,

          neste momento a Russia é bem mais capitalista que os USA.

          e meu caro lá por eu descrever o óbvio não quer dizer que seja nem comunista nem pró quem quer que seja….

          deixe de ver o mundo a preto e branco.

  4. O que se vê no video não corresponde ao que se alega. O caça mandou um bafo quente no avião de vigilância electrónica e foi embora…

  5. o joão és defensor do criminoso Putin, olha lá quantas vezes e recentes, aviões russos entraram no espaço aéreo portugues, para não falar na polonia e cheqoslovaquia.

    • Ah?
      Nota-se por aí alguma (bastante) dificuldade na interpretação dos textos!…
      É que percebe-se perfeitamente que o João fez tudo menos defender o Putin/Russia e além disso, a Checoslováquia já não existe!…
      .
      Relativamente à noticia, não é nada de novo e acontece frequentemente de parte a parte!

    • meu caro os aviões da Rússia sempre estiveram em espaço aéreo internacional e não português como diz.

      não deturpe a realidade.

  6. Comunas de um raio
    Aposto que o pequeno almoço desse piloto russo são criancinhas. E que matou os avós com uma injecção atrás de uma orelha.

  7. A Rússia de Putin nada tem haver com a poliica da antiga URSS. Ja agora, o Alasca fica na fronteira com o território Russo. Em todo o caso, que fazem os EUA na ronteira da Rússia? . . . Gostam de meter as patas em todo o lado. Controlar a vida interna das ours soberanias, fazendo s ingerencias necesarias aos seus interesses imprialistas. Alteram regimes, bombardeiam populações civis. Espalham o caus e a miséria a troco de benefícios.

Responder a Eu! Cancelar resposta

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …