Bombardeiros russos interceptados sobre o Canal da Mancha

USN / WIkimedia

Um caça F-14A Tomcat da USAF escolta um caça bombardeiro Tupolev Tu-95 Bear D da Força Aérea russa.

Um caça F-14A Tomcat da USAF escolta um bombardeiro Tupolev Tu-95 Bear D da Força Aérea russa.

Três caças franceses foram mobilizados a 28 de janeiro para intercetar dois bombardeiros russos detetados sobre o Canal da Mancha, o que ocorreu pela primeira vez, anunciou esta quinta-feira a Força Aérea francesa.

“Dois bombardeiros russos Tu-95 Bear passaram pela Noruega, pelas ilhas britânicas e, pela primeira vez, vieram fazer uma incursão sobre a Mancha“, explicou o coronel Jean-Pascal Breton numa conferência de imprensa em Paris.

Os aparelhos russos “não infringiram nenhuma regulamentação civil”, não tendo penetrado no espaço aéreo nem de França nem do Reino Unido, explicou.

A Força Aérea francesa fez descolar dois caças Mirage 2000 da Bretanha e um caça Rafale de Creil, perto de Paris para “monitorizar o voo, o itinerário dos aviões russos, e indicar-lhes que foram detectados”.

Os bombardeiros russos deram então meia volta sobre o Canal da Mancha e voltaram para trás, segundo o coronel.

Durante a intercepção, acrescentou, os russos não cometeram qualquer “ato agressivo”, nomeadamente interferências nas comunicações.

A Força Aérea britânica também accionou caças Eurofighter Typhoon, que escoltaram os aparelhos russos.

Este tipo de manobras russas tem sido frequente nos últimos meses, num contexto de grave crise política entre a Rússia e os países ocidentais devido ao conflito na Ucrânia.

No dia 23 de outubro,  um avião espião russo foi interceptado na Estónia por caças F-16 portugueses da NATO.

Seis dias depois, caças F16 da NATO interceptaram bombardeiros russos em espaço aéreo português.

A 5 de novembro, um navio russo foi inteceptado em águas territoriais portuguesas por um navio da Marinha de guerra portuguesa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …

Amesterdão prepara-se para comprar dívidas dos seus jovens

A partir de fevereiro, a capital dos Países Baixos vai comprar dívidas dos seus jovens para ajudá-los a recomeçar e a construir um futuro. Numa nota publicada esta semana na página oficial do Governo local …