/

Caças F16 da NATO interceptam bombardeiros russos em espaço aéreo português

16

Dmitry Terekhov / Flickr

Um avião de reabastecimento Ilyushin Il-78 reabastece um bombardeiro Tupolev Tu-160, escoltados por 4 caças Micoyan&Gurevich MiG-31

Um avião de reabastecimento Ilyushin Il-78 reabastece um bombardeiro Tupolev Tu-160, escoltados por 4 caças Micoyan&Gurevich MiG-31

Caças F-16 da Força Aérea Portuguesa interceptaram esta quarta-feira dois bombardeiros russos Tupolev-95, detectados pela NATO a oeste da costa portuguesa.

Em comunicado, a NATO revela ter detectado “manobras aéreas incomuns” e de “grande escala” da Rússia no espaço aéreo sobre o Oceano Atlântico e os mares Báltico, do Norte e Negro, nos últimos dois dias, incluindo no espaço aéreo português.

A NATO adianta que “detectou e controlou quatro grupos de aviões militares russos a realizarem manobras militares significativas no espaço aéreo europeu”.

Aeronaves de três países da Aliança Atlântica descolaram de quatro locais diferentes para realizarem as missões de intercepção dos quatro grupos de aviões militares russos “em manobras” nos espaços aéreos dos mares Báltico, do Norte e Negro.

A mais importante operação mobilizou aparelhos de três países da NATO, após a detecção de um grupo de oito aviões russos – quatro bombardeiros e igual número de aeronaves de reabastecimento – a voarem em formação sobre o Atlântico.

Aviões da força aérea norueguesa dirigiram-se ao encontro dos aparelhos russos para os identificar.

Seis aviões militares russos alteraram as rotas, mas dois outros, bombardeiros Tupolev-95, não alteraram o percurso, levando aparelhos da força aérea britânica a descolarem para os escoltar até serem entregues à Força Aérea Portuguesa, igualmente para escolta, no espaço aéreo português.

Os outros aviões russos foram controlados pelas forças britânicas e norueguesas.

Segundo a NATO, os aparelhos russos não tinham apresentado planos de voo, não estabeleceram qualquer contacto com as autoridades de aviação civil e não corresponderam às comunicações, o que “representa um risco potencial para os voos civis”.

Outra operação foi conduzida pela Força Aérea turca sobre o mar Negro, para controlar um grupo de quatro aeronaves russas, incluindo dois bombardeiros Tupolev-95, disse a NATO.

Caças alemães também intervieram na terça-feira, para controlar um grupo de sete aviões de combate russos em manobras sobre o mar Báltico.

Pedro Dias / Wikimedia

Caça Lockheed Martin F-16 da Força aérea Portuguesa

Um caça bombardeiro Lockheed Martin F-16 da Força Aérea Portuguesa

/Lusa

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

16 Comments

  1. Enquanto não houver reacção significativa continuaremos a assistir a estas e outras afrontas que visam de stabilizer e testar o nível de vontades que pelos vistos só estimulam mais e mais os empolgado russos para gáudio dos extremistas. Haveria que testar também as defesas russas bem como derrubar esses aparelhos sempre que não obedecessem ao controlo aéreo. . Ou não merecemos o que comemos.

  2. Mais uma notícia de propaganda fascista deste Ocidente sem vergonha.
    O que se pretende é incutir na mente dos cidadãos que vivemos em estado de pré-guerra com a Rússia.
    Manobras militares, concentração de aparatos bélicos e provocações à vista da fronteira Russa nas repúblicas (das bananas) do Báltico, e na linha de fronteira do agora Estado fascista da Ucrânia, não são notícia para este jornalismo de sarjeta.
    Os governantes ocidentais, comprados a peso de ouro pelos sionistas globalistas judeus, mas com o dinheiro roubado ao próprio povo, desceram à condição mais abjecta que pode descer qualquer traidor: para enriquecerem desmesuradamente à custa da miséria dos seus povos, submeteram as suas Pátrias ao jugo do capitalismo mais selvagem e desumano que alguma vez existiu. Trágico é que os povos têm as mentes controladas por estes ‘media’ nauseabundos preenchidos por jornalistas mercenários.
    Dá náuseas viver num mundo assim.

  3. Sr PTOLOMEU, será que o Sr Putin e os governantes dos ditos países de leste são melhores que o ocidente? Julgo que não, são a mesma coisa e tudo gravita ao nível de uma só elite. O Sr. ao escrever o que escreveu, parece um discurso após 25 de abril de 74. Claro que os média anda ao sabor de quem os sustenta.

  4. notícia escrita em cima do joelho e com intuito sensacionalista. Não foi no espaço aéreo Português, foi no espaço aéreo INTERNACIONAL sob supervisão Portuguesa. A intercepção foi apenas por uma questão de segurança para os voos civis, uma vez que os aviões russos não responderam aos contactos nem tinham plano de voo registado.

  5. Esse tal de Putin deve ver muitos filmes de “cowboys” normalmente os ditadores gostam dos filmes americanos mas o maluco que tome cuidado pois pode sair-lhe o tiro pela culatra, depois sobra para todos nós, Ptolomeu incluído.

  6. E quem garante que quem os lidera são russos, eles não comunicam não dizem nada, não poderá ser o USA a procura de alguma coisa.
    É que eles tem a bandeira da Rússia mas não se sabe quem está la dentro, vamos ver onde isto vai dar.

  7. Até dá gosto estar no desemprego, mas não recebo nada do estado, nem de F da P nenhum, felizmente tenho família que divide um pouco comigo, porque eu já distribui com eles. agora tenho tempo também para fazer comentários, claro que é a guerra que ai vêm, e eu até até já estou ouvindo os míssil e outra bombas a caírem no quintal
    só nao sei se tem uma ou muitas estrelas isso também pouco me interessa, o que queria mesmo era ser nomeado qualquer coisa da guerra talvez cabo, e darem-me a pasta dos submarinos ou dos tanques, talvez com estes dossiers eu conseguisse um rendimento-zito para o resto da minha vida e não depender da minha família.

  8. É incrível a ignorância da maioria das pessoas.
    Isto é coisa normal mas que os meios de comunicação nunca deram importância até hoje, porque hoje interessa.
    Os americanos têm feito isto junto das fronteiras Russas nos ultimos 50 anos. Volta e meia, um avião americano é abatido dentro do espaço Russo (e aqui é mesmo dentro do espaço deles) porquê?
    Realmente a populaça é um grande rebanho conduzido pela cajado de alguns!!!

  9. Há uma coisa pior que a “ignorância das pessoas”, é a sua capacidade de ver o mundo com um filtro que distorce a realidade e acharem que sabem mais que os outros.
    O senhor PT AGRESTE na sua ingenuidade (?) conspirativa acha que isto são americanos dentro de aviões russos à procura de alguma coisa. Ignora ou quer fazer esquecer que a embaixada russa confirma que são aviões russos – veio apenas reclamar que “cumpriram as leis internacionais”. A realidade dos factos sempre foi muito dura com as teorias conspirativas.
    O senhor Pedro Almeida diz que “volta e meia um avião é abatido em espaço aéreo russo”. I beg your pardon? Pode dar um link que seja, nem que seja do Pravda, da notícia de um só avião americano que tenha sido abatido em espaço aéreo russo?
    É que aviões abatidos em espaço aéreo russo, só me lembro do KAL 007, um Boeing sul-coreano abatido em 1983 em território russo. 269 mortos.
    A realidade dos factos (ou a sua ausência) sempre foi muito dura com as mentirinhas com que se pretende que todos vejamos o mundo pelo tal filtro vermelho que o distorce.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.