Índia é fundamental para o acesso global a uma vacina contra a covid-19

STR / EPA

A Índia tem potencial para desempenhar um papel fundamental na superação do nacionalismo de vacinas porque é o principal fornecedor de medicamentos para o hemisfério sul.

Começou a grande corrida da vacina contra a covid-19. As empresas farmacêuticas de todo o mundo estão num confronto direto, enquanto os Governos lutam para obter acesso prioritário aos candidatos mais promissores.

Mas uma abordagem do tipo “o mais rico leva tudo” na luta contra a pandemia mais letal de que se tem memória está fadada a ser contraproducente. Se os governos não puderem unir-se para chegar a um acordo sobre uma estratégia global, o sul pode precisar depositar as suas esperanças no poderio manufatureiro da Índia.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, alertou que uma abordagem nacionalista “não ajudará” e retardará a recuperação mundial.

No entanto, o nacionalismo da vacina pesa, com os Estados Unidos, o Reino Unido e a Comissão Europeia a assinar vários acordos de compra antecipada com os fabricantes para garantir acesso privilegiado às doses dos candidatos mais promissores. Só os EUA pagaram mais de 10 mil milhões de dólares por esse privilégio.

A distribuição global ideal de uma vacina contra a covid-19 bem-sucedida iria além de quais países têm os bolsos mais fundos. Em vez disso, priorizaria os profissionais de saúde, seguidos pelos países com surtos graves e, de seguida, aquelas pessoas incluídas em grupos de risco.

A Índia tem potencial para desempenhar um papel fundamental na superação do nacionalismo de vacinas porque é o principal fornecedor de medicamentos para o sul. A organização Médicos Sem Fronteiras chegou mesmo a apelidar o país de a “farmácia do mundo”.

A Índia também tem, de longe, a maior capacidade para produzir vacinas contra a covid-19. O seu papel no fabrico de uma vacina poderia vir de duas maneiras diferentes: produção em massa desenvolvida noutro lugar ou desenvolvimento de uma nova vacina, bem como fabricá-la.

Ampliar vacinas existentes

O Serum Institute da Índia já começou a fabricar a vacina candidata da Universidade de Oxford/AstraZeneca antes mesmo de os testes clínicos terem sido concluídos. Isto evita qualquer atraso subsequente se a vacina for aprovada. É visto por muitos, incluindo o cientista-chefe da OMS, como a vacina com maior potencial.

O Serum Institute, sediado na cidade de Pune, é a maior fabricante de vacinas do mundo e tem um acordo para fornecer 400 milhões de doses até o final de 2020. Também fechou um acordo para a fabricação e comercialização do candidato contra a covid-19 da empresa americana Novavax.

Outra empresa farmacêutica indiana, Biological E (BE), concordou em fabricar a vacina candidata da subsidiária da Johnson & Johnson, Janssen Pharmaceutica NV. A empresa sediada em Hyderabad anunciou desde então a aquisição da Akorn India para aumentar a sua capacidade de produção.

Apesar do sucesso da Índia no fabrico em massa, a transição para a inovação e o desenvolvimento de novos produtos tem sido mais difícil. No entanto, o Serum Institute, Aurobindo Pharma, Bharat Biotech, BE, Indian Immunologicals, Mynvax, Panacea Biotech e Zydus Cadila estão todos a tentar desenvolver as suas próprias vacinas.

O Covaxin da Bharat Biotech atraiu a maior parte da atenção e polémica. O Conselho Indiano de Investigação Médica escreveu a vários hospitais a pedir a sua ajuda para acelerar os testes clínicos do medicamento, que foram desenvolvidos em colaboração com o Instituto Nacional de Virologia.

O objetivo era lançá-lo até 15 de agosto. Apesar de a viabilidade desse cronograma ser amplamente questionada, os testes da Covaxin começaram em Deli, no dia 15 de julho.

Quem fica com as vacinas?

A incerteza reina sobre quem fará com que essas vacinas sejam fabricadas na Índia. Em relação à muito elogiada vacina Oxford/AstraZeneca, Adar Poonawalla, o CEO do Serum Institute, disse, “a maioria das vacinas, pelo menos inicialmente, teriam que ir para os nossos compatriotas antes de ir para o exterior”.

Ele acrescentou que o Governo indiano decidirá quanto os outros países receberão e quando. Numa entrevista posterior, o CEO foi mais longe, acrescentando: “Do que eu produzo, 50% para a Índia e 50% para o resto do mundo“. Ele também disse que o Governo indiano não se opôs a essa ideia.

A diplomacia de vacinas pode entrar em jogo, conforme indicado pelo ministro das Relações Exteriores da Índia, Harsh Shringla, em visita a Dhaka. Ele prometeu que a Índia forneceria vacinas para o Bangladesh em “base prioritária”, afirmando que os “vizinhos mais próximos, amigos e parceiros” da Índia receberão acesso privilegiado.

Enquanto isso, um acordo recente ofereceu uma garantia mais firme de vacinas produzidas pelo Serum Institute a ser fornecidas fora do país. A 7 de agosto, Gavi (a aliança mundial de vacinas) anunciou uma colaboração com o Serum Institute e a Fundação Bill & Melinda Gates.

O acordo dá 150 milhões de dólares em apoio financeiro para o Serum Institute fabricar e fornecer 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 para distribuição em países de baixo e médio rendimento em 2021.

O negócio apoiará o fabrico e garante um preço de três dólares por dose. O candidato da AstraZeneca estará disponível para 57 países elegíveis, enquanto o tratamento com Novavax estará disponível para 92.

Com quase 18% da população mundial, a Índia tem uma grande demanda por vacinas contra a covid-19. A proibição de exportação de alguns equipamentos de proteção individual e medicamentos importantes em março abriu um precedente para priorizar o fornecimento para a Índia. Contudo, as proibições duraram pouco e as exportações continuaram.

Graças à sua vasta capacidade de fabricação, a Índia, sem dúvida, exportará vacinas, dando continuidade ao seu papel de “farmácia do mundo em desenvolvimento”. Vinod Paul, presidente da Força-Tarefa Nacional de Covid-19 da Índia, falou abertamente do seu desejo de ver a Índia desempenhar um papel global, dizendo: “A vacina não é apenas para a Índia e os indianos, mas para o mundo e a humanidade”. Será uma questão de tempo.

PARTILHAR

RESPONDER

Costa diz que recuperação económica tem de ser feita "com os olhos postos no futuro"

O primeiro-ministro salientou, este domingo, que a recuperação económica do país "tem de ser feita com os olhos postos no futuro", considerando essencial assegurar condições às novas gerações para se autonomizarem. "A recuperação económica tem de …

Centenas de vendedores de rua na Índia são milionários em segredo

O Fisco indiano descobriu que centenas de vendedores de rua são milionários em segredo. Estes comerciantes foram apanhados a fugir aos impostos. Quando pensamos em milionários, provavelmente imaginamos uma pessoa com uma grande mansão, carros desportivos …

Portugal com mais oito mortes e 2625 novos casos de covid-19

Portugal registou, este domingo, mais oito mortes e 2625 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2625 novos …

"Cabrita transformou-se numa espécie de ministro sempre em pé", diz líder do CDS

O líder do CDS-PP disse, este sábado, que o país já não confia no ministro da Administração Interna, a quem apelidou de "ministro sempre em pé", adiantando que já se fazem apostas sobre quando será …

A arma que matou o famoso pistoleiro do Velho Oeste "Billy the Kid" vai a leilão

O revólver que matou um dos homens procurados mais famosos do Velho Oeste, há mais de um século, vai a leilão no próximo mês. William "Billy the Kid" Bonney, pseudónimo de William Henry McCarty, foi um …

Milhares protestam em França e Itália contra novas medidas anti-covid

Milhares de pessoas manifestaram-se, este sábado, em várias cidades de França e Itália contra as medidas para controlar a pandemia, sobretudo contra a obrigatoriedade do uso do "passe sanitário" para entrar em espaços públicos. Com gritos …

O holograma de Whitney Houston vai dar um concerto em Las Vegas

No outono, poderá desfrutar de um concerto de Whitney Houston em Las Vegas. A diva será reencarnada, áudio e visualmente, no espetáculo An Evening With Whitney: The Whitney Houston Hologram Concert. Segundo a Forbes, o holograma …

TC recusa impugnação pedida pelo PSD sobre candidato de Castelo Branco. Direção avalia recurso

O Tribunal Constitucional (TC) decidiu que o PSD não tem legitimidade no pedido de anulação de uma deliberação do Conselho de Jurisdição Nacional do partido sobre o candidato autárquico em Castelo Branco, recusando admitir uma …

Orbán vai rejeitar dinheiro do fundo de recuperação se tiver de revogar lei anti-LGBTQI

O primeiro-ministro húngaro assegurou, este sábado, que o país não vai aceitar o dinheiro do fundo de recuperação se tiver de ceder perante Bruxelas e revogar a lei anti-LGBTQI. Segundo a agência Europa Press, Viktor Orbán …

Avaria em rede europeia causou "apagão" parcial em Portugal e falhas no 112

O incêndio que queimou, este sábado, 500 hectares de vegetação no sudoeste de França esteve na origem dos cortes de energia em Espanha e Portugal, segundo a agência francesa Rede de Transmissão de Energia Elétrica …