Em risco de perder a imunidade, Puigdemont fala em “pressão espanhola”

Olivier Hoslet / EPA

O ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont.

Carles Puigdemont, Toni Comín e Clara Ponsati estão em risco de perder imunidade. O ex-presidente do governo da Catalunha fala em “pressão espanhola” no Parlamento Europeu.

O levantamento da imunidade de Carles Puigdemont e de dois outros eurodeputados independentistas catalães foi esta semana votada na Comissão dos Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu e será submetida à sessão plenária de março, de acordo com fontes parlamentares.

As moções pedindo o levantamento das imunidades de Carles Puigdemont, Toni Comín e Clara Ponsati, acusados em Espanha de sedição, foram aprovados por 15 votos a favor, contra oito e duas abstenções na votação da Comissão, revelaram fontes citadas pela agência francesa AFP.

Em caso de levantamento da imunidade parlamentar, cabe às autoridades do país do deputado decidir se retiram ou não o seu mandato. Puigdemont, Comín e Ponsati foram eleitos durante as eleições europeias em maio de 2019.

“Lutaremos até ao fim”, garantiu Puigdemont em reação à notícia da votação. Numa conferência de imprensa em Bruxelas, Puigdemont sublinhou que os três eurodeputados “ganharam eleições graças ao mesmo compromisso político que os leva a serem hoje perseguidos”.

“A nossa defesa não é individual, remete ao direito dos cidadãos serem representados e verem as suas ideias defendidas, mesmo que incomodem as maiorias políticas. Proteger as minorias é uma obrigação da democracia europeia”, acrescentou.

Por sua vez, Toni Comín argumenta que uma “sobrerrepresentação” de eurodeputados espanhóis na comissão em questão tornou esta recomendação “previsível”, denunciando uma “pressão descomunal” dos representantes espanhóis.

Puigdemont segue a mesma linha de pensamento e fala na existência de um “objetivo político, sem fissuras, partilhado desde o PSOE até ao fascismo do Vox” para que os três eurodeputados “vão parar à prisão”.

“O Parlamento Europeu terá de decidir se aceita esta pressão espanhola e se permite o encarceramento de dissidentes políticos”, atirou, citado pelo jornal Público.

O procedimento para o levantamento da imunidade enquanto deputados europeus foi lançado em janeiro de 2020.

Visado por um mandado de prisão emitido pela Espanha por “sedição” e “desvio de fundos públicos”, o ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont refugiou-se na Bélgica para escapar da justiça espanhola após o referendo ilegal sobre a autodeterminação da Catalunha realizado em 1 de outubro de 2017 e à declaração de independência feita no final do mesmo mês.

Daniel Costa, ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Apresentar-se perante a justiça é um dever de todos!
    Aqui reside uma das pedras basilares do estado de direito e dos direitos dos cidadãos.
    Num estado de democracia plena como Espanha, os tribunais competentes, órgãos de soberania e de garantia do estado de direito ditarão a sentença que corresponda a estes cidadãos!
    As instituições Europeias não podem continuar a abrigar e servir de santuário daqueles que devem prestar contas pelos seus actos perante os respectivos Estados.
    Levante-se a imunidade e permita-se que a justiça cumpra a sua missão, qualquer que seja a sentença!

RESPONDER

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …