Igreja anglicana australiana recebeu mais de mil denúncias de pedofilia

A igreja anglicana australiana recebeu 1.115 denúncias de abusos sexuais alegadamente perpetrados por 569 dos seus membros entre 1980 e 2015, segundo dados divulgados esta sexta-feira.

Um relatório entregue à comissão governamental que investiga a resposta institucional aos abusos sexuais de menores que, a partir desta sexta-feira, se centra na igreja anglicana, indica que as denúncias foram apresentadas por 1.082 sobreviventes, 75% dos quais são do sexo masculino. A média de idade dos rapazes vítimas de abusos era 7,4 anos, enquanto a das raparigas era 8 anos.

Dos 569 presumíveis pedófilos identificados, 247 eram padres e 285 laicos, desconhecendo-se o estatuto de outros 37, de acordo com relatório obtido pela EFE, no qual se assinala que 94% dos agressores eram homens.

Segundo as queixas apresentadas, a maioria das vítimas foi pela primeira vez alvo de abusos na década de 1970, os quais continuaram durante uma média de três anos e meio, sobretudo em orfanatos e em casas residenciais.

O documento também indica que a igreja anglicana pagou cerca de 24 milhões de dólares (22 milhões de euros) em indemnizações relativas a 459 queixas de abusos sexuais denunciados entre 1980 e 2015.

Antes da audiência, o arcebispo anglicano, Philip Freier, expressou a consternação da sua igreja diante das revelações da comissão e da magnitude dos danos infligidos às vítimas no seio da instituição, que já pediu desculpa pelos abusos cometidos em 2004.

“Estamos profundamente envergonhados por ter dececionado os sobreviventes, pela forma como atuámos e por termos falhado em agir”, afirmou Freier em comunicado.

A secretária do sínodo geral da igreja anglicana australiana, Anne Hywood, sublinhou que está claro que a instituição que representa não atuou sempre em prol da proteção das crianças.

“Não acreditámos naqueles que denunciaram e tentámos silenciá-los (…). Preocupou-nos mais a reputação da igreja do que aqueles que sofreram danos”, lamentou a responsável na sessão da comissão, realizada em Sydney, citada pela AAP.

A 4 de novembro, o Governo da Austrália anunciou que vai indemnizar cada vítima de abusos sexuais perpetrados no seio de instituições públicas e religiosas do país com até 150 mil dólares australianos (107 mil euros).

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …